domingo, 20 de abril de 2014

MEU PROBLEMA COM BRASÍLIA

Esta é só a terceira vez que eu venho a Brasília, e a primeira em que dormi na cidade. Claro que ainda é pouco para ter uma boa noção do lugar, ainda mais porque ficamos 90% do tempo absorvidos pela chegada da Aurora. Mas também não foi o suficiente para apagar a má impressão que eu tive na outra vez. Verdade que as ruas me pareceram mais limpas e os jardins melhor cuidados. Minha pinimba agora é com os serviços. Para começar, onde se meteram os táxis? Uma cidade com transporte público deficiente e distâncias imensas, e o táxi chega a levar quase meia hora para chegar ao hotel depois de chamado? Ah, o hotel: o Eurostar Brisas do Lago inaugurou há quatro meses, mas ainda não está totalmente pronto. Seu staff também não está: no café da manhã, por exemplo, tive que acenar freneticamente para que algum dos garços distraídos me notasse. Também precisei mostrar para um deles que eu, desastrado como sempre, havia derramado um copo inteiro de suco de laranja - caso contrário, o chão estaria melado até agora. Nos shoppings, nenhum vendedor parece muito interessado em atender o cliente. E os endereços cheios de siglas, para quem vem de fora, parecem coordenadas estelares usadas pela nave Enterprise. Pelo menos a parte nova do aeroporto está sensacional; tem até Hudson News, igualzinha às de Miami. Sei que, para ter uma opinião mais justa, eu precisaria passar uma temporada em Brasília. Mas será que eu quero?

19 comentários:

  1. Respostas
    1. Uai, eu falei no texto. Vim conhecer minha neta postiça, a Aurora.

      Excluir
  2. Morei por 10 anos em Brasília numa época que a cidade era ainda mais parada. A cena cultural é de ótima qualidade, apesar de pecar por um certo ranço regional, mas não circula muito. Aquele blablabá de que é uma ótima cidade pra se criar a familia e tal é tudo verdade, a qualidade de vida é ótima, apesar do transito estar cada dia um caos. A cidade tem um oferta de bons restaurantes e o povo é receptivo (além de pesados, rs, mas vamos censurar essa parte). Então é uma cidade pra vc visitar os amigos. A melhor opção ai é alugar um carro mesmo. Não sei as razões que vc escolheu eesse hotel mas seria mais prático ter ficado no setor hoteleito Eu não voltaria a morar ai, mas tenho um amigo de floripa que foi transferido prai e foi amor a primeira vista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escolhi este hotel (que tem uma locação sensacional e ótimos quartos, apesar do serviço marromeno) porque era o mais perto do Jardim Botânico, o bairro onde nasceu a Aurora. O setor hoteleiro era mais longe ainda!

      Excluir
    2. Como assim pesados? Obesos?

      E Tony, adoro quando você entra em sintonia comigo rsrs, tava pensando essa semana que não conhecia Brasília, após ver um editorial de moda antigo, acho que dos anos 60 com aqueles vestidos geométricos fazendo contraponto a arquitetura de Niemeyer. Você concorda de termos uma capital como Brasília, ou acha que o Rio de Janeiro deveria ter permanecido como tal?

      Excluir
    3. É inegável que Brasília alcançou seu objetivo primordial, que era trazer desenvolvimento a uma região esquecida do Centro-Oeste brasileiro.

      Mas o Rio perdeu muito. E eu acho que seria uma capital mais glamurosa para o Brasil. Gosto de capitais que também são metrópoles, centros de cultura e riqueza. Cidades criadas para serem capitais costumam ser chaaaatas (Washington, Canberra...).

      Excluir
  3. Vá por mim, tome café Jardim: corra, Lola, corra.

    ResponderExcluir
  4. Meu caro, pelo que eu entendi, sua "filha adotiva" vive aqui. Você já discutiu essas suas impressões com ela? O que ela diz? Sei que em qualquer lugar do mundo a impressão de quem visita acaba sendo diferente daquela de quem mora, mas de qualquer modo, seria uma opinião de alguém próximo, não de um comentador do blog. Também vale uma pesquisa prévia. Hoje fui almoçar com minha mãe no Santé, na 413 norte, e fui tão bem atendido que fiquei até constrangido. Claro, tem muito lugar onde o atendimento é ainda sofrível. Nada muito diferente do Rio, onde passei alguns meses há dois anos. Acho que nessa mesma região onde você ficou, poderia ter escolhido o Brasília Palace Hotel, um hotel antigo que pegou fogo e foi restaurado recentemente, cheio de painéis modernistas da época da construção da cidade.
    O que eu gosto de Brasília é exatamente o fato de estar no meio do Brasil, na sua encruzilhada. Aqui convivem pessoas e hábitos do norte e do sul. Acho que isso enriquece bastante a vida cultural. E para quem acha que ela (a vida cultural) é fraca, recomendo uma leitura no blog Quadrado (http://quadradobrasilia.wordpress.com), escrito por duas meninas que cresceram aqui, viveram fora e depois voltaram. Abraços e até a próxima.

    ResponderExcluir
  5. Cariocas reclamam até de NY.

    ResponderExcluir
  6. O sistema de endereço de Brasília é fantástico. Depois de se morar um mês e se acostumar é impossível se perder na cidade. Mas é verdade que para quem é de fora e visita a cidade é difícil compreender.
    Ruim mesmo é constatar que uma cidade plana e planejada como Brasília poderia ter um sistema de transporte super-eficiente, mas que infelizmente teve governadores que não se importaram para tanto. Enfim, Brasília não é diferente das outras cidades do Brasil.

    ResponderExcluir
  7. Ruas (muito) sujas, gente mal educada, serviços ruins e/ou acochambrados, atendimento de má vontade, o combo trânsito caótico + motoristas psicopatas e reputação desmedida é com o Rio de Janeiro mesmo, sorry.

    Sem contar, claro, o ranço eterno por ter deixado de ser capital do país. E, não, desculpe, "glamour" não é condição si ne qua non pra uma cidade ser capital do que quer que seja. Até por que, sejamos honestos, de glamour o Rio de Janeiro conservou muito pouco. E você nem tem idade suficiente pra ter vivido no Rio-de-Janeiro-capital-do-Brasil, como já comentei de outra feita.

    Brasília tem problemas como qualquer grande cidade do país (ou qualquer grande cidade, ponto), se o seu motivo pra antipatizar com a cidade é que ela não é perfeita, bom, a antipatia não vai passar nunca, certo?

    Sobre os endereços - Porra, melhor coisa DO MUNDO, basta saber contar. Muito melhor que decorar que a Alameda Fulano de Tal é travessa da Rua Sicrano Beltrano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai James parece que comeu um bacalhau estragado na páscoa que mau humor fio, sobrou até pro Tony que só fez algumas ressalvas de uma visita vapt-vupt.... mas sim concordo com vc no que tange ao RJ, acho tudo lá muito pobrinho e muito caro, pessoas não sabem compor look e andam de chinelinho.... Glamour ali não há (se é que houve), passou longe tb a educação de alguns cariocas que se aishxam meixsshmo, em alguns lugares vc houve um palavrão embutido a cada cinco palavras de uma mesma frase, impossible to deal with..... Globo até tenta inserir coisas como a Lapa e outras roubadas em novelas e ambientações da ficção mas não cola, quem vai lá e visita, sabe que caiu num embuste sem precedentes, rs rs rs.....

      Excluir
    2. Hoje he aniversario de brasilia. A uol fez uma materia bastante critica sobre a cidade. Brasilia he uma cidade parasita, altamente dependente do dinheiro de outros estados para sobreviver, especialmente de SP e RJ. http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2014/04/21/brasilia-54-tem-renda-maior-que-a-suecia-mas-suga-brasil-para-funcionar/

      Excluir
  8. Bicha Reclamona Leitora do B.log21 de abril de 2014 06:43

    Brasília é um quebra-cabeça 3D desenhado por Niemeyer, quem conseguir montá-lo e decifrá-lo não troca por nada. Terra abençoada para as sapas - muita mulher na horta delas - lá cantam aquela musica com outra letra 'it's raining women, allelujah...' Sério, Brasília tinha 'it' pra cultura sessentista, hoje está associada com aqueles pústulas que ganham horário político na tv a cada 4 anois, argh....

    ResponderExcluir
  9. Um affair gringo veio me visitar em Brasília. Foi engraçado/constrangedor. Suas impressões: "A cidade é toda igual mesmo?", "Não tem táxis na rua? Melhor, não tem ruas?", "Tentaram deixar tudo igual para que todas as pessoas vivessem da mesma forma, mas as pessoas não querem se parecer umas com as outras, elas querem ser diferentes". E a melhor: "As pessoas conseguem ser felizes aqui?" (com ar de estupefação mesmo) kkkkk sou brasiliense, mas dou toda razão, a você e ao gringo. Cidade chaaaata essa, viu...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brasiliense feliz21 de abril de 2014 20:47

      Bicha, vaza daqui então, se você é infeliz… E leva junto o gringo.

      Excluir
    2. Vontade não falta. Por mim já estaria bem longe daqui. Não só por causa da cidade tediosa, mas também por causa dos brasilienses toscos como vc, que querem impedir que outros brasilienses como eu critiquem a própria cidade em que nasceram. Assim como vc tem o direito de amar brasília eu tmb tenho o de detestá-la e expressar isso

      Excluir
    3. Brasiliense mal-educado21 de abril de 2014 23:08

      Gato, você entendeu tudo errado. Desejo sua felicidade. Para mim temos que viver onde somos felizes, e cabe a você saber onde ela existe e buscá-la. Eu graças a Deus sou feliz aqui, sempre podendo conhecer outras realidades diferentes, mas sempre podendo voltar. De todo modo, da próxima vez que seu amigo gringo perguntar se alguém consegue ser feliz aqui, você responde que sim, que tem gente feliz em Brasília, mas são comentaristas mal-educados na internet...

      Excluir
  10. Então, Brasília cresceu muito se desenvolveu muito principalmente o seu entorno que explodiu em problemas antes inexistentes causados pela inoperância governamental dos governos de GO e DF e refletidos em Brasília, cidade por mais planejada que seja, não aguenta esta carga de gente que vem para o DF usufruir dos seus serviços, quanto a transporte público é um lixo mesmo, táxi é insuficiente para a população, estão tentando melhorar o transporte mas isto levam se décadas como foi no caso de Curitiba-PR. A cidade de Brasília explodiu em números de carros, congestionamentos a toda hora e sem dia para acontecer, Brasília não é mais a mesma, é uma cidade muito cara em todos os sentidos para se viver, ela é boa para quem é estabilizado na vida tem um salário apropriado para se viver aqui e bem, temos problemas aqui como em todas as cidades Brasileiras, ainda mais depois que criaram a tal CLDF casa política dos horrores daqui em 1986, queriam a sua autonomia política do DF e estamos pagando o preço caro disto, em escândalos e mais escândalos e políticos Distritais e safados como na Câmara Federal antro de perdição política Federal, virou meio de vida pra esse povo nada mais que isto ser político, o povo que se foda-se depois que eles sobem. E se Brasília existe é porque já se tinha a ideia da transferência da capital para o interior em 1761, vido a se concretizar em 21 de abril de 1960.

    ResponderExcluir