quinta-feira, 10 de abril de 2014

MA MÈRE EST UNE PIÈCE

É incrível a semelhança entre "Minha Mãe É uma Peça" e o filme francês "Eu, Mamãe e os Meninos". Os dois projetos nasceram de monólogos teatrais, onde o autor e ator interpreta a própria mãe em chave cômica. Ambos foram adaptados com sucesso para o cinema: o filme de Paulo Gustavo foi a maior bilheteria nacional do ano passado, e o de Guillaume Gallienne ganhou uma pá de prêmios na última edição dos Césars (inclusive melhor filme e ator). É uma das maiores atrações do Festival Varilux, que começou esta semana em várias cidades brasileiras, e deve entrar logo em cartaz. O título original é quase cruel: "Meninos, Guillaume, está na mesa", como se o protagonista não fosse um dos meninos. A edição rápida e a atuação engraçadíssima de Gallienne compensam a leve barriga que se acumula mais para o final. Que, aliás, é surpreendente. À primeira vista parece caretérrimo, mas o fato é que é profundamente liberador. E é todinho verdadeiro: o que se vê na tela aconteceu mesmo na vida real de Gallienne. Não sei se o filme entra para a minha lista de melhores do ano, mas gostei bastante.

7 comentários:

  1. Não seria Os Garotos, e Guillaume, Estão na Mesa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Nesta frase o "à table" é um chamado para o almoço ou o jantar ("venham comer!", "o almoço está servido", "já pra mesa", etc.)

      Excluir
    2. Acredito que, se fosse um chamado para o almoço, não teria o artigo Les.

      Excluir
    3. Teria sim. Por exemplo, o clássico filme de Louis Malle que em português se chama "Adeus Meninos" no original em francês é "Au Revoir les Enfants".

      Excluir
  2. O mio babbino caro
    Só não consigo entender como essa mesma "cultura" levou aquele mar de pessoas às ruas, contra o casamento gay.

    ResponderExcluir
  3. Paulo Gustavo, biba, agora rica, ainda fora da tv aberta (leia-se, Globo), no entanto, assim como Claudia Gimenez, ator de uma única piada/personagem. E consegue ser "melhor" que a maioria dos humoristas. Essa é a piada.

    ResponderExcluir