segunda-feira, 3 de março de 2014

SAINT ETIENNE

Nem só de "Lepo Lepo" se faz o meu carnaval. Estou ouvindo sem parar "Les Chansons de l'Inoocence Retrouvée", 13o. álbum de estúdio do francês Etienne Daho. Surgido na cena pop no começo dos anos 80, o cara ainda é um dos maiores astros de seu país - e uma das grandes influências de meu marido secreto Benjamin Biolay. Só que, como costuma acontecer com cantores francófonos, é pouco conhecido no mundo dominado pelo inglês (apesar de ter gravado um EP inteiro com a banda britânica Saint Etienne, com quem divide parte do nome e sensibilidades musicais parecidas). Quem ficou curioso pode escutar o disco novo inteirinho aqui; minha faixa favorita, "L'Étrangère", tem a participação de ninguém menos do que Deborah Harry. Também está disponível na iTunes Store brasileira, iupiii.

2 comentários:

  1. Me diga, que diáebe que esta mulher faz seminua ao lado do cantor? é marketing ou o quê? apelo sexual desnessário.

    ResponderExcluir
  2. A Felicidade Custa Caro, Work Bitch!5 de março de 2014 19:45

    Etienne Daho foi incluído alguns anos atrás na trilha internacional da combalida novela Paraíso Tropical, naquele tempo Gilberto Braga ainda dava pitacos na seleção musical, o que era ótimo pois ainda que uma novela ou outra que escrevesse fosse fraquinha e/ou mediana no ibope, as trilhas eram espetaculares, graças a esse fato (coleciono trilhas sonoras da TV) conheço o trabalho de Daho desde 2007-2008 e sim, ele é ótimo mesmo.

    ResponderExcluir