sábado, 29 de março de 2014

NINGUÉM MERECE

A gente acha que vive num país em franco desenvolvimento, que as coisas estão melhorando, e aí vem uma pesquisa que funciona como uma catarata de água fria. É horripilante saber que mais de 65% dos brasileiros concordam que "mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser estupradas". Então todas merecem? Porque o Brasil é hipócrita para caralho. Como é possível que o país que inventou o biquíni fio dental também ache justo punir quem o use? Claro, é o mesmo país onde a mulherada pode ir de bunda de fora à praia, mas ai daquela que fizer topless. Não surpreendentemente, o número de pessoas que jogam a culpa na mulher cresce entre os evangélicos, esses arautos da s trevas. A mesma pesquisa revela que a maioria dos brasileiros tolera casais do mesmo sexo, contanto que não demonstrem carinho em público. OK, já é um avanço. Mas notícias assim me enchem de desânimo. Ninguém merece viver na Idade Média.

11 comentários:

  1. Se está melhorando, obviamente é porque está ruim.

    Esse é o tipo de assunto onde as opiniões preconcebidas só mudam depois de ser publicadas e amplamente criticadas, coisa que essa pesquisa está nos dando a chance de fazer.

    O choque com essas opiniões só se explica pela distância entre o Brasil onde alguns de nós vivemos e o Brasil real.

    ResponderExcluir
  2. Pois é. É uma visão do inverno mesmo todo este cenário desastroso. Como se elas usassem uma roupa mais "descente" fosse fazer muita diferença. É ridículo culpar as vítimas pelos crimes, principalmente nesse caso. Além disso, não me surpreende que além de um número alto de pessoas ter dito isso, pouco mais de 66% delas foram mulheres. Bem como não me surpreende entrar em certos sites gays e me deparar com comentários que seguem a mesma opinião deturpada sobre os próprios gays.

    No portal UOL a maioria discordou do resultado e disse que ele foi distorcido para gerar vitimismo. Aí eu me questiono, não é o próprio povo brasileiro, em maioria hipócrita, que pensa assim mesmo? Então, por que o resultado estaria errado? Ele está é bem conivente com a nossa realidade, infelizmente.

    ResponderExcluir
  3. A sociedade é uma coisa muito complexa e em um país continental bem mais ainda. Além disso, o brasileiro é muito pobre e sua educação uma merda. O povo está preocupado é com emprego, comida, escola, hospital e segurança e o resto - realização pessoal, casamento gay, igualdade de oportunidades para as mulheres - é luxo e, nesse quadro, as igrejas evangélicas são uma fórmula eficiente de apoio e ganham força.
    O direito de expressar a sensualIdade é para as mulheres que, lá ou cá, usam bolsas Louis Vuitton e botas Prada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bicha Reclamona Leitora do B.log1 de abril de 2014 22:26

      Não concordo, mas entendo que para o todo ou maioria eh assim mesmo... Nossa causa - igualdade de direitos civis em termos de homoafetividade - para outros soa como algo supérfluo, não-urgente.....

      Excluir
  4. Tony, você está sendo preconceituoso contra os evangélicos. De onde vem a sua estatística de que a maioria dos evangélicos apoia os estupros? Sou cristão, e sou contra qualquer forma de preconceito e de violência. A sua ira não vai ajudar a sua causa. Um grande abraço e repense sua atitude.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei que eu generalizo e sou injusto quando acuso os evangélicos de todos os males do mundo. Preciso aprender a usar mais a palavra "fundamentalistas", que descreve melhor o grupo ao qual eu me refiro.

      Mas a mesma pesquisa que apontou que mais de 65% dos brasileiros acham que mulher que se usa pouca roupa "merece" ser estuprada também mostrou que este número cresce entre alguns segmentos da população: os evangélicos e os católicos.

      "As regiões onde os entrevistados menos concordam com a ideia de culpar o comportamento feminino pela violência sexual foram a Sul e a Sudeste. Por outro lado, foi constatado que essa ideia é 1,5 vez maior na comunidade evangélica e 1,4 vez maior entre os católicos."

      Fonte: http://www.otempo.com.br/cidades/quase-60-dos-brasileiros-acreditam-que-estupros-s%C3%A3o-culpa-da-mulher-1.814478

      Excluir
  5. Se as mulheres soubessem se comportar, não haveria estupradores; se os gays soubessem se comportar, não existiriam homofóbicos; se os negros soubessem se comportar, não teríamos racismo; se as crianças soubessem se comportar, ninguém viraria pedófilo, e por aí vai... Talvez devamos nos retirar desse mundo para que os homens brancos, héteros e cristãos possam finalmente viver em paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bicha Reclamona Leitora do B.log1 de abril de 2014 22:23

      P-E-R-F-E-I-T-O, gata, se vc se candidatar a algo, avisa, porque, tipo assim vc super me representa e se depender de meu votinho.... vc jah tah lah!

      Excluir
  6. O misterioso é que imagino que +- metade desses apoiadores de estupros devem ser mulheres também!

    Mas como você disse no post. Estamos melhorando, mas Brasil não é Dinamarca. É pra se aborrecer com isso? É. Mas dá para querer que o país mude de mentalidade de uma hora pra outra? Não. O jeito é esperar as novas gerações supostamente mais liberais irem substituindo as antigas.

    ResponderExcluir
  7. Bicha Reclamona Leitora do B.log1 de abril de 2014 21:59

    Ah q vontade reclamar, digo, comentar..... lah vai........... Pesquisa mostra o que jah reclamei, digo, falei certas-diversas vezes: tem mulheres q acusam outras de unconsciously pedirem para ser estupradas pelo periguetismo das roupas e tem gays q dizem q gays fechativos clamam por lampada na cara ou pior: pancadaria seguida de morte..... Fazer o q? Adianta reclamar nesse caso? NÃÃOOO Brasil eh dos evanjas, da globo, do l.ulismo, da falta de educação, do erro médico, do mal atendimento.......................... Xiiii, reclamei de novo, censura logo essa bicha!

    ResponderExcluir