domingo, 23 de março de 2014

MARCHA À RÉ

Alguém tinha dúvida de que a versão reloaded da Marcha da Família com Deus ia ser um fiasco? Bastava olhar os trajetos previstos para São Paulo, bem curtinhos. Porque os velhinhos não aguentam muito, né, gente? Tinha um que queria a volta da ditadura porque, hoje em dia, "quando não há mais respeito", ele não pode impedir ninguém de entrar em seu restaurante de boné... Taí uma bela razão para voltar a ditadura, a censura e a tortura, néam? O Bolzonazi prestigiou a marcha carioca, mas pelo menos, deputado que é, disse não concordar com os pedidos de volta dos milicos. Fez melhor que as FFAA (meio boiola essa sigla para as Forças Armadas), que permaneceram quietinhas, quando deveriam soltar nota dizendo que não há a menor hipótese de golpe. A caserna brasileira já emitiu diversos sinais de que continua tão troglodita quanto o era 50 anos atrás, mas isto não chega a me preocupar. Esses gatos pingados que marcharam ontem não oferecem perigo, e estão exercendo seu direito democrático de reclamar. Direito, aliás, que eles mesmos querem suprimir para todo mundo.

6 comentários:

  1. Sinceramente? eu tinha medo dessa passeata ser um sucesso. Pelo visto ainda podemos ter fé na humanidade.

    ResponderExcluir
  2. A verdade é que milico algum está do lado desta mulher aí e nem deste governo, lá dentro a revolta com esta mulher e governo é enorme, mas não podem é fazer nada, e sabem de uma coisa se o governo militar não tivesse agido como agiu em 64 em diante este País seria uma Cuba ou uma Venezuela ou uma Colômbia, este País estaria bem pior do que é. Exageraram nas ações, exageraram, mas é aquilo, dê poder ao ser humano e ele se mostra quem é. O maior exemplo este desgoverno. Quanto esta marcha uma bobagem!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. O país nunca esteve sequer proximo de virar uma Cuba. Isso foi invenção do embaixador americano que o Keneddy (e você) comprou.

      Excluir
    2. Como assim, Anônimo? E eu que pensava que nós já eram uma Cuba, Venezuela ou Colômbia. Isso quer dizer então que a invasão alien comunista ainda está pra acontecer. Precisamos alertar a todos e chamar os megazords!!1!!11

      Excluir
    3. Anônimo, embora muita gente esteja descontente com governo da Dilma, inclusive esse que vos fala, é sempre bom lembrar que ela foi eleita democraticamente, situação bem diferente daquela vivida em 1964, quando os militares deram um golpe, ou seja, por vias nada nada democráticas. Portanto, a melhor forma de tirar-lhe o poder é através eleições, de preferência democráticas. De fato, como comenta o Daniel, o Brasil jamais esteve perto de tornar-se uma Cuba, e o que aconteceu por aqui teve influência da política americana que acabou patrocinando uma série de ditaduras na América Latina, incluindo a nossa, temendo, que horror, a ameaça comunista. Respeito sua opinião sobre o poder subindo a cabeça de quem o exerce, mas por outro lado, se não delegarmos o poder à outras pessoas, vamos delegá-lo a quem? Não seria melhor lutarmos por instituições mais fortes? Penso que defender hoje a volta dos militares é optar pelo fácil, ou o mesmo que colocar a força no lugar da inteligência, do diálogo, do debate e da liberdade de exercê-lo. Isso sim, conduz a mudanças mais profundas e, certamente, com efeitos mais interessantes para toda a sociedade.

      Excluir
  3. Gente, passado com essas bichas reacionárias que seguem o Tony. Como elas chegam até aqui?

    ResponderExcluir