domingo, 23 de março de 2014

DONA-DE-CASA

O clipe de "Applause" foi lançado em agosto do ano passado. Sabe por quê demorou tanto para sair um novo vídeo de Lady Gaga? Porque o que ela fez para "Do What U Want", junto com R. Kelly, foi arquivado por causa das cenas fortes demais. Sim, isto ainda acontece em 2014. Quem viu diz que há um momento em que o cantor segura uma garrafa na altura da virilha e despeja molho barbecue sobre o corpo da moça, que se contorce no chão... Essa ausência prolongada do YouTube ajuda a explicar o relativo fracasso de "Artpop" (não, não é um flop total, mas está longe das vendas de "The Fame Monster"). E esse relativo fracasso explica o vídeo de "G.U.Y.", que no começo inclui trechos de outras canções do disco. Passa a sensação de que não há dinheiro para que estas faixas ganhem clipes próprios, então vai tudo amontoado de qualquer jeito. Mas, para mim, grave mesmo é a ausência de novidades. Quantas vezes o mundo já não viu Gaga fantasiada de qualquer coisa em situações que não fazem o menor sentido? OK, dessa vez há o cenário esplendoroso da mansã Hearst e a participação especial das Real Housewives of Beverly Hills - significando exatamente o quê mesmo?

47 comentários:

  1. 1) Exploração
    As primeiras cenas do clipe já deixam bem claro o que vem por aí. Lady Gaga está morena e com asas, caída em um grande buraco flamejante com uma flecha enterrada em seu coração. Enquanto a cantora sofre, vários homens de terno e gravata aproveitam para pegar o máximo de dinheiro que conseguem do chão ao som de “ARTPOP”, faixa-título do álbum.

    A cena é claramente uma referência à exploração que os artistas sofrem. Empresários gananciosos, gravadoras que sempre querem resultados melhores, investidores que só pensam no dinheiro e esquecem do bem-estar do artista…

    Enquanto todos se aproveitam para sugar o máximo de dinheiro que conseguirem, Gaga está lá, ferida e sozinha. Acredito que essa cena foi inspirada pelo cancelamento da turnê Born This Way Ball devido à cirurgia no quadril. Na época, Gaga disse que foi nesse momento que ela conseguiu perceber quem realmente estava do seu lado e quem queria estar ao seu lado apenas pelo dinheiro.

    2) Fênix
    Lady Gaga consegue se arrastar até o Olimpo, onde é carregada por dois seguranças para ser curada. Tudo isso ao som de “Venus”, single promocional do álbum.

    Tem um detalhe bem legal para ser reparado aqui: a cantora é carregada e afundada na piscina com uma peruca castanha, que mostra uma Gaga frágil, sem toda a produção da persona Lady Gaga. Após ser mergulhada, a cantora renasce loira e mais bonita do que nunca.

    3) G.U.Y.
    E começa a jornada de “G.U.Y.”, o vídeo que poderá definir o destino do álbum ARTPOP. Sempre com uma peruca gigante e super platinada, Gaga passeia pelos diversos sets repletos de referências à mitologia grega.

    A cantora optou por fazer um clipe de luxo e a “Gaga freak” tirou férias e deu lugar a uma Gaga super sexy e confiante. E aqui Gaga mostra o que sabe fazer de melhor: impressionar. Os cenários são de tirar o fôlego (Hearst Castle já mora em nossos corações!), os figurinos estão pra lá de bem feitos e a coreografia é simples, mas convence.

    O vídeo também traz algumas cenas legais e diferentes, como: as dançarinas de nado sincronizado, as alusões ao jogo Minecraft, Andy Cohen (apresentador americano) como Himeros, The Real Housewives of Beverly Hills tocando e cantando “Venus”, o renascimento de Jesus, Michael Jackson e Gandhi…

    4) Vingança
    O clipe vai caminhando Lady Gaga retira sangue de Gandhi e Michael Jackson para a criação de um exército de novos homens. Tudo começa a fazer mais sentido quando a cantora vai até uma empresa (alô indireta pra Interscope!) e assassina os homens que roubaram seu dinheiro e a usaram no começo do vídeo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma vez me disseram que arte não precisa de explicação. Se pra entender um clipe eu preciso de tradução de um LM (não, não é lesbica masculina, Little Monstrer). Então o que essa Gaga faz não é arte. É um cocô com diamantes no lugar de milho. Gaga era muito melhor quando fazia pop chiclete. Quem sabe se ela sentar nua em uma bola de demolição a midia volte a falar dela.

      Excluir
    2. Bom que basta um LM para pensar por todos. Ai começam a explicar como se fosse esta ideia mesmo. Ai tanto repetem que vira até verdade
      http://blogdoyuri.com/2014/03/23/g-u-y-mitologia-vinganca-e-muito-blond-power-lady-gaga-voltando-com-tudo/

      Excluir
    3. No espelho todas lynda, na real...24 de março de 2014 20:28

      DANE-SE QUEM VEM SÓ ZOAR O COMENTÁRIO DO LIRÔU, PELO MENOS ELE DISSE UMA COISA QUE FAZ TODO SENTIDO, GAGA AGORA SABE QUE FOI USADA, ANTES TARDE QUE NUNCA.

      Excluir
  2. CLIPE DE G.U.Y. - EXPLICAÇÃO

    1) a morte

    - a cena inicial tem o objetivo principal de demonstrar a traição. gaga foi a popstar com uma ascensão meteórica na indústria pop – em 2008 ela lançava um álbum, em 2009 vendeu milhões, em 2010 ganhou inúmeros vmas e grammys e em 2011 já estava firmada como uma influência não só musical, mas cultural, artística e fashion.

    - porém, com o lançamento de born this way e com a queda nos charts e vendas e uma posterior fratura do quadril, gaga se viu ferida não só fisicamente mas psicologicamente, e nesse momento, foi deixada de lado por aqueles que só queriam se aproveitar do seu dinheiro. e quantos aos que restaram, tentavam cada vez mais encaixá-la em um padrão estético ou criativo: afinal, sob a ótica da indústria monetária, o pop deve reinar de forma absoluta sobre a arte.

    http://the-fame.org/...&fullsize=1

    - tudo isso é representado pela gaga vestida com asas, que pode fazer alusão a uma fênix ou simplesmente a uma ascensão veloz, ferida por uma flecha e deitada no chão repleto de dinheiro enquanto todos viravam as costas. e é exatamente por isso que artpop toca durante este momento: “um híbrido pode suportar essas coisas”. mesmo que aparentemente destruída, gaga batalha pra ficar de pé e caminhar.

    * híbrido = ser proveniente da união de duas espécies diferentes. no caso da letra, art (espécie 1) e pop (espécie 2). sob a visão da gaga, ela é um híbrido dessas duas coisas.

    ResponderExcluir
  3. 2) o (re)nascimento de vênus

    - agora, gaga é levada para dentro da neptune pool onde é envolvida por uma espécie de coroa de flores com aspecto de água-viva, até ser então afogada. essa cena retrata tanto um funeral quanto um renascimento espiritual, mental e físico de gaga, que é frequentemente intercalada com cenas do elenco de RHOBH.

    http://the-fame.org/...&fullsize=1

    - a cena soa completamente irônica - as integrantes, de forma memorável, glamourosamente tocam os instrumentos da forma mais falsa possível: a senhorita com o violoncelo à esquerda sequer segura o instrumento na posição correta, enquanto as duas responsáveis pelo violão tocam de forma completamente dessincronizada.

    - é uma afirmação sobre como a indústria musical funciona: músicas sem substância alguma são empurradas garganta abaixo desde que você tenha dinheiro pra patrocinar um vídeo e uma equipe capaz de fazer parecer profissional.

    - e é claro, gaga assiste a tudo isso no canto esquerdo, quase que despercebidamente, oculta por uma roupa branca clara e da forma mais discreta possível, mostrando que ela está presente o tempo todo, mesmo que ofuscada por algo aparentemente mais chamativo (as mulheres fabricadas com os vestidos rosa choque).

    ResponderExcluir
  4. 3) a garota que tem controle mesmo estando por baixo

    - após o renascimento, é hora da garota que não mais está no topo da indústria musical - está por baixo - readquirir o poder e controle (em inglês, de forma referencial à letra, the girl under you that doensn’t need to be on top cause she know she worth it – even under you, she is in full control of this). através da cômica e desconcertante cena com o minecraft, gaga é capaz de reviver jesus, gandhi e michael jackson. a ideia aqui funciona da mesma forma que o trecho de dance in the dark “find you fredoom in the music, find your jesus, find your kubrick” (encontre sua liberdade na música, encontre seu jesus, encontre seu kubrick). tratam-se de pessoas memoráveis no campo da religião, filosofia e arte, respectivamente, que servem como um modelo de liberdade, talento, poder e sabedoria. e de forma não-surpreendente, os três foram traídos. um quarto caixão pode ser visto mas sua figura é curiosamente oculada pela fumaça: trata-se de john lennon (os créditos afirmam isso). sua não-aparição é um tanto subjetiva - talvez seja apenas mais um ícone do amor e da liberdade e que não foi corretamente apresentado, ou talvez represente o futuro da gaga, que assim como john, poderá um dia pode ser traída por uma das pessoas que mais ama (os fãs). (sei que é uma afirmação triste de se fazer ou cogitar, mas é coincidentemente o único caixão que está aparentemente vazio, significando que ele ainda será preenchido...)

    http://the-fame.org/...&fullsize=1

    *a presença do elenco de RHOBH e do criador do jogo minecraft no clipe estão diretamente ligadas à recuperação de gaga após a cirurgia no quadril: ela afirmou que é viciada na série e no jogo e provavelmente ambos fizeram parte do seu cotidiano enquanto estava no hospital se recuperando.

    - as cenas intercaladas quando a guy começa a tocar é tudo que um videoclipe deve ter pra indústria pop: muita dança e beleza estética de acordo com os padrões, uma forma maquiavélica de gaga dizer que ela é capaz de atrair o foco pra si. e as cenas com o arco-e-flecha deixam isso claro, pois agora ela tem em mãos a mesma coisa que a machucou antes.

    http://the-fame.org/...&fullsize=1
    http://the-fame.org/...&fullsize=1

    - após ter acesso aos corpos, gaga adquire o dna dos 4 (a cena com a retirada de sangue de jesus em uma seringa escrito com guy) para a criação de um protótipo capaz de expressar todas as características benevolentes de seus doadores. o projeto guy entra em ação e o protótipo passa por um processo repetitivo de clonagem auxiliado por uma máquina com uma grande koons ball no centro.

    http://the-fame.org/...&fullsize=1

    - armada e pronta pro combate, gaga aparece portando uma grande arma e atira dinheiro para distrair a faminta indústria da música. aproveitando a oportunidade, ela introduz arte, amor e compaixão à indústria e cria um mundo onde arte e pop podem coexistir e é capaz de abraçar seus clones feitos a partir do amor e liberdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou seja, o clipe é uma imensa egotrip que só os lírôu conseguem decifrar.

      Este é o problema de Gaga: ela só fala de si mesma, de sua relação com o sucesso e a fama, e só fala para os lirôu. Os fãs comuns passam batido.

      Dava para qualquer um se identificar com seus primeiros hits: "Poker Face" e "Bad Romance" falam de situações que acontecem com todo mundo, por exemplo.

      Mas agora Gaga parece estar presa num hall de espelhos, onde só enxerga a si mesma e onde só ouve os gritos de adoração de seus fanáticos. Madonna se estrepou quando embarcou por um caminho semelhante em "American Life", há mais de 10 anos.

      Adoro Gaga, tenho todos os discos dela e incluí "Artpop" na minha lista dos melhores de 2013. Mas estou com pouca paciência para uma popstar que não tem outro assunto a não ser ela mesma.

      Excluir
    2. "Ego music - it's all about me"

      Excluir
  5. Affe, fiquei até cansado hj só de ler essas explicações

    ResponderExcluir
  6. Tony, todo artista tem em sua obra reflexos de sua vida. Logo de primeira eu consegui entender todo o clipe. Talvez porque eu seja lm e conheça um pouco da história da Gaga ou talvez porque não tenha preconceito em consumir o que ela produz e chama de arte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá brincando! Cêjura que todo artista tem em sua obra relfexos de sua vida? Olôko!

      Excluir
    2. Inconscientemente ou conscientemente tudo que nós produzimos tem um pouco de nós mesmo, não tem como fugir disso. As vezes não percebemos isso, mas um pedacinho de nós está lá na obra.

      Excluir
  7. O clipe ficou lindo. Padrão Gaga de qualidade.

    ResponderExcluir
  8. Tá linda e, mais importante, magra.

    ResponderExcluir
  9. Explicação:

    Diva de cu é Rola...

    Bjo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E existe coisa melhor que uma boa rola veiuda?

      Excluir
  10. Whatuvah.

    Ela ainda acha que o álbum é bom, prometeu mundos e fundos pros fãs ~lindos e bem-resolvidos~ dela, não conseguiu segurar o rojão, e continua tentando micro manage a própria carreira, culpando a equipe pelo fracasso, que só existe na cabeça dela.

    Reductive feat. self-absorbed

    https://24.media.tumblr.com/a449920034da53594958c7dd0c41685a/tumblr_mzihxoNAkH1qdm5ngo1_250.gif

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Ela ainda acha que o álbum é bom". pros fãs ~lindos e bem-resolvidos~ britfãs? "não conseguiu segurar o rojão" desde 2007?
      Ta falando da Britney, Lucas?

      Excluir
    2. Nops, Britney lançou um dos melhores álbuns pop da história quando estava com a xota hanging out e a carreira no lixo, e sem drama no Twitter, sem nunca se fazer de vítima. Blackout está no Rock & Roll Hall of Fame. Mas não fica chateado, o vestido de carne da tua fave tá lá também. E JAMAIS compara os fãs da Britney com os monstrengos suicidas.

      Excluir
    3. "um dos melhores álbuns pop da história quando estava com a xota hanging out "
      Segundo um blogueiro da rolling stones? Acorda, passiva!

      De jeito nenhum vou comparar britfãs com LMs, nenhum LM chegou ao tão fundo no poço como "Leave britny alone".

      E Tony Putin, não me censure!

      Excluir
    4. Bicha Reclamona Leitora do B.log28 de março de 2014 23:41

      Britney, Aguilera e GaGa: genéricos, soh Madonna eh rainha absoluta do pop! #XUPA MARLENE-EMILINHA GUERRA DE FANS

      Excluir
  11. Eu tinha achado o vídeo chato e equivocado. Até elf as explicações do mesmo, estas sim chatissimas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bicha Reclamona Leitora do B.log28 de março de 2014 23:36

      Wair te acho um gentleman totoso, um dia quero fazer massa de croissant às 3h da manhã na sua cozinha.

      Excluir
  12. Meu comentário foi censurado.

    O que é isso, Vladmir Putin?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não censurei comentário nenhum. Manda de novo que eu publico.

      Excluir
    2. Rsrsrsrsrsrs #causandoadiscórdia.

      Excluir
  13. Tal qual Gandalf, o Cinzento, após enfrentar o temível Balrog e descer aos confins da terra (média), voltar, matar o bicho maledeto, morrer e renascer como Gandalf, o Branco, Gaga sama na cara de um bando de executivos ganaciosos (oi?) e malvadinhos, que atiram no pobre e inocente anjo que ela é (ou era), em busca de grana, esquecendo a "Arte", mas, não contando com a astúcia maravilhosa do universo, não imaginavam que ela renasceria como Gaga, a Branca, que então junta os melhores homens que já existiram (oi?²) para criar um exército de caras legais para dominar o mundo...achei Calígula, achei Rocky Horror, achei Matrix (?), super tendência.

    ResponderExcluir
  14. Sério que aquela bosta de video quer dizer isso tudo aí acima?

    Eu só vi uma coisa: Sex & Wigs (don't always) Sell.

    O resto tudo, carão, boca, figurino, cenário, tudo zzzzzzzzzzzzzzzzzzz.

    ResponderExcluir
  15. Então, gente, minha opinião.


    Mesmo que vocês reclamem, a Gaga fez muito para o mundo. Primeiro, porque ela não é metida tipo a Madonna. Veio ao Rio, fez uma tatuagem do Cristo na famosa galeria dos antiquários na Rua Siqueira Campos (Copacabana), jogou futebol descalça com a criançada do morro, etc. Ou seja, é uma pessoa autêntica. A Madonna foi ver o Afro Reggae e tiveram que lacrar todo o espaço com toldos. A população ficou revoltada, porque era um espaço de lazer da comunidade. Muito uó!!!

    Então, gente, a Gaga é o máximo. Vocês não são o máximo! Só o Tony é.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No espelho todas lynda, na real...24 de março de 2014 20:33

      Não sou lirôu mas devo confessar que acho Gaga menos comercial e midiática que Madge, que sempre faz coisas humanitárias meio que aparecer mesmo.

      Excluir
    2. Acho Gaga mais comercial e mais midiática. A diferenca é que ela é geração Y, tem outros valores. (Além de não ser mal amada como a rainha.) Apesar de tudo, não é a pobre vítima que as lirou tão pintando aí.

      Excluir
    3. Deixa eu ver se eu entendi, João, gata, o q a Gaga o muito que a Gaga fez pelo mundo foi uma tatuagem? rsrsrs

      Excluir
  16. Respostas
    1. No espelho todas lynda, na real...24 de março de 2014 20:34

      Esse já flopou mesmo, nada salva, MDNA da Madonna mesma coisa tentaram remendar o soneto, mas não deu......

      Excluir
    2. Gata, não tente por Madonna nesse barco furado, Madonna não precisa fazer mais nada se não quiser q está consolidada já Gaga está na idade em que se supõe q deveria estar no auge e, ao contrário, está no chão.

      Excluir
  17. Applause de kOOO Eh roULLA24 de março de 2014 21:01

    Vivendo do aplauso, aplauso, aplauso.................zzzzzzzzzzzzzzzzzroinc............... por que diabos esse clipes tem de ser de 10min ou mais? Gente adoro Telephone, mas aquele clipe cansa.... Gaga parece uma autista temperamental os outros é que são culpados de tudo, ela por acaso não teve os músicos que quis? Gravou as faixas que quis? Trabalhou com os produtores que quis? Por que então esse pessoal da Interscope tem de ser satanizado? Ah faz favor, Gaga, as musicas são bem fraquinhas.... aceita que doi menos.

    ResponderExcluir
  18. LMs sempre citando Madonna... É duro chegar 25 anos atrasado(a)s ao cenário do Pop. Um dia esses sucessores dos emos crescem...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VocÊs deveriam agradecer que nós sempre citamos Madonna, porque se não ela já teria sido esquecida. A mulher é tão desesperada que teve que fazer aquela polêmica toda com BTW e EY.

      Excluir
    2. http://25.media.tumblr.com/tumblr_lq0767geTn1qezxsoo1_500.gif

      Excluir
    3. Silas LM, você jura que MADONNA precisa ser citada por LMs débeis mentais para ser lembrada? OK, cada um cria a ilusão que quer para seus ídolos...

      Excluir
  19. Clipe lindo, música chatinha :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bicha Reclamona Leitora do B.log28 de março de 2014 23:34

      Lindo com quase 12 min? Foi a empulhação de tempo perdido em frente a tv que fez novelas despencarem no ibope, takes note Gaga, não canse q esse disquinho nem de longe eh um the fame............ ATIVAR O 'DESCANSAR A IMAGEM' E FAZER CARA DE PAISAGEM QUANDO PERGUNTAREM SOBRE AS VENDAGENS............

      Excluir
  20. Dois colaboradores do Artpop R. Kelly é Terry Richardson estão enfrentando processos de abuso sexual
    http://ela.oglobo.globo.com/vida/terry-richardson-volta-ser-alvo-de-denuncias-de-abuso-sexual-11860647
    http://www.superpride.com.br/?p=41296

    tem tbm a parte do Akon, tudo isso é má administração e taticas ruins de lançamento, senti falta de uma coreografia chiclete!!!!

    ResponderExcluir
  21. Bicha Reclamona Leitora do B.log28 de março de 2014 23:31

    Afinal com tantas perucas desde o fim da era the fame com featuring de sua equipe haus of gaga [2006-2009] - sera q ela ainda tem algum fiapo de cabelo pra chamar de seu? A musica jah tah em algum lugar entre Deus me livre e a PQP, mas a sacação de criar um exército de LMs pra adora-la ate mesmo nas entressafras de trabalhos cansativos como artpop foi um achado, não acha Sir Tony?

    ResponderExcluir