terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

LIBERDADE PARA SANGRAR

Já existe há algum tempo um movimento contra qualquer tipo de fralda, descartável ou não. Segundo seus adeptos, as crianças podem ser treinadas a avisar que estão apertadas muito mais cedo do que os dois anos recomendados pelos fabricantes de fraldas. Afinal, só no Ocidente elas são usadas: na China as crianças estão peladinhas debaixo de seus camisolões, e as mães ficam de olho em qualquer vazamento. Não consta que ninguém tenha crescido traumatizado por ter aprendido logo a se segurar. Agora surgiu uma proposta ainda mais radical: que as mulheres simplesmente parem de usar absorventes íntimos. Afinal, só a fêmea humana é que esconde as próprias regras, não é mesmo? A ideia horrorizou até sites feministas, porque, vamos combinar, haja grana para a conta da lavanderia. Mas o bafafá durou pouco. Logo foi revelado que tudo não passava de uma pegadinha elaborada. Ou seja, o sangue não será derramado em vão. Em vãos?

5 comentários:

  1. O mio babbino caro
    ¨Mulher é bicho esquisito
    Todo o mês sangra¨
    (RL)

    ResponderExcluir
  2. tony q foto horrenda é essa!!!!! sem praia até esquecer essa imagem!!! kkkkk

    ResponderExcluir
  3. ahahaha
    muito bom!
    imagina só nos setores de telemarketing... quase uma chacina.

    ResponderExcluir
  4. Tony, da uma olhada: http://youtu.be/G5Dv9uLRLJs.

    ResponderExcluir