sábado, 15 de fevereiro de 2014

GÊNERO, NÚMERO E GRAU

Até ontem, o Facebook oferecia exatamente duas opções de gênero para quem estivesse se cadastrando: masculino e feminino. Hoje são cinquenta e uma. CINQUENTA E UMA. Num esforço para a rede ser o mais abrangente possível, ela agora permite que seus usuários se identifiquem como "neutrois" ou "genderqueer". Lembrei na hora dos 700 tons que surgiram depois que o IBGE permitiu que os brasileiros dissessem qual era a cor de suas peles no último recenseamento, sem ter que escolher de uma lista prévia. Como muita gente ainda confunde sexo, gênero e orientação sexual, eu mais do que recomendo este artigo ultra didático do Daily Beast. Para ler e decorar.

2 comentários:

  1. Passar de duas opções de gêneros para cinquenta, de uma só vez, é até preocupante... Liberdade demais é problemática, demora para o povo

    ResponderExcluir
  2. Nossa que exagero, 51 opções de gênero. De onde eles tiraram tudo isso? Li meio que por cima em outro site e consta lá a opção "cisgênero". Tipo, se eu digo que sou homem, consequentemente já quer dizer dizer que sou cisgênero. Se eu fosse transmulher, eu poderia colocar "mulher" mesmo, ou se quisesse e me sentisse assim, poderia colocar "transgênero", no caso de aparentar uma mulher mas não querer ser visto somente como mulher (o que na minha opinião já é demais). Enfim...

    ResponderExcluir