quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

O OUTRO ROBERT DE NIRO

Vinte anos depois da morte do pai, Robert De Niro resolveu homenageá-lo com um documentário. Era um pintor como o mesmo nome do filho famoso, que jamais alcançou grande sucesso com seus quadros. O que está atraindo atenção para o projeto, no entanto, é a revelação de que Robert De Niro Snr. se separou da mulher quando se descobriu homossexual. Aceitar um pai gay muitas vezes é mais difícil do que aceitar um filho; conheço algumas histórias com final feliz, outras nem tanto. Que justo De Niro, que passa uma machice desavergonhada na tela, tenha passado por isto é mesmo de bom agouro. A HBO exibe o filme nos EUA em junho. E por aqui, quando?

5 comentários:

  1. Prefiro ter um pai ladrão do que um pai gay...NÃO PERA.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, tô bege com essa revelação... justo o DeNiro, macho italo-americano até o último fio de cabelo...

    ResponderExcluir
  3. A HBO mata a pau. Ansioso pela estreia. :)

    ResponderExcluir
  4. O mio babbino caro
    Tenho um caso desses na família, onde o filho não aceita o pai. O pai diz que respeita a posição do filho, porém creio que ainda estão rolando os dados.

    ResponderExcluir