quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

ERREI RUDE

Shockeroo! As indicações ao Oscar vieram cheias de surpresas. Não, nenhum nome jamais cogitado caiu de páraquedas entre os finalistas, mas muitos que eram dados como barbadas ficaram de fora. Ainda não me recuperei...

- Incrível a força de "Trapaça". É o primeiro título em décadas a emplacar indicações em todas as categorias principais: filme, diretor, ator, atriz, ator coadjuvante, atriz coadjuvante, roteiro original. As indicações de Christian Bale e Bradley Cooper foram particularmente chocantes. O primeiro expulsou veteranos favoritíssimos como Tom Hanks e Robert Redford, e o segundo pegou o lugar que devia ser de Daniel Brühl, excelente como Nikki Lauda em "Rush". Trapaceiros!

- Mais supreendente ainda é a fraqueza de "Walt Disney nos Bastidores de Mary Poppins". Hollywood costuma adorar os filmes sobre si mesma, e a indicação de Emma Thompson era dada como mais do que certa. Mas o ogro Harvey Weinstein conseguiu enfiar über-over Meryl Streep entre as cinco contempladas.

- E a Oprah Winfrey, que era dada como a provável vencedora do prêmio de atriz coadjuvante? Vai ficar em casa, assistindo à cerimônia pela TV.

- "O Grande Gatsby" tinha vários candidatos fortes a uma indicação de melhor canção, inlcusive o baladão "Young and Beautiful" da Lana del Rey. Tinha. 

- O longínquo Camboja emplacou seu candidato entre os indicados a melhor filme em língua estrangeira: "the Missing Picture", um documentário com bonequinhos que recria os massacres do Khmer Rouge. Quem mais aí tá doido pra ver?

(Confira a lista completa aqui, no site da Academia)

13 comentários:

  1. A minha única torcida nesse Oscar: Leonardo Dicaprio

    ResponderExcluir
  2. Acho que Trapaça leva esse ano, apesar de eu ainda não ter visto... Melhor atriz já é da Cate Blanchett, apesar que Amy Adams tá perigando de levar essa tb... Leo DiCaprio finalmente leva o de ator, ele tá ótimo!

    ResponderExcluir
  3. O lado bom da vida conseguiu ano passado o mesmo feito que Trapaça, e são do mesmo diretor. :o

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão. Errei rude de novo.

      Excluir
    2. Anastasia Beaverhousen16 de janeiro de 2014 17:10

      Eu passei duas das horas mais desagradáveis da minha vida assistindo a O Lado Bom da Vida... e depois tento que engolir aquela songa-monga da Jennifer Lawrence levar o Oscar.

      Excluir
  4. Acho que será a primeira vez desde 1981 que não assistirei...
    Será que só eu achou Gravidade um saco?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm achei um lixo travestido de ficção científica travestida de new age auto ajuda inteligencia emocional.

      Excluir
    2. "Será que só eu ACHEI..."

      Excluir
  5. Eu vou basear minhas apostas para o Oscar nas premiações de atuação de acordo com quem ganhar o SAG, mas a lista está bem diferente e o Leonardo DiCaprio e a Amy Adams nem estão indicados, por isso acho que DiCaprio não leva esse ano e o Matthew McConaughey já é o favorito junto com a Cate Blanchett. A Grande Beleza tenho certeza que ganha.
    E o ogro do Harvey não conseguiu indicar a Oprah mas conseguiu a Julia Roberts para coadjuvante.

    ResponderExcluir
  6. Olha, nem era fã, mas achei a Amy Adams demais em Trapaça, torcendo por ela. Dallas Buyers Club foi a maior surpresa pra mim. Achei ótimo ter sido indicado a melhor filme, mesmo sendo apenas um filme "ok".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O apelo da história de DBC é ainda muito forte com a geração que viveu nos anos 80 e 90 nos Estados Unidos, que por coincidência, é onde os Oscars são agraciados. Talvez para você ela não tenha o mesmo impacto.

      Excluir
  7. Depois de ver Cate arrasando como Jasmine não consigo torcer por mais ninguém (e olha que amei Sandrinha em "Gravidade"). Cate está demais.

    ResponderExcluir
  8. Leo DiCaprio me representa e representa minha geração, ele sou eu no Oscar...

    ResponderExcluir