segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

LOVE FOR LIFE

Há uma longa cena de almoço em "Álbum de Família" que poderia muito bem estar em "Amor à Vida". São tantas farpas e verdades proferidas que eu senti que a qualquer momento o César ou a Pilar entrariam na discussão (que, como na novela, termina em pancadaria, como se pode ver no poster aí ao lado). Essa é uma das graças do filme, adaptado de uma peça premiadíssima: é um folhetim desvairado. A outra é o elenco estelar, com pelo menos 11 atores famosos. O problema é que está quase todo mundo meio over, inclusive (ou principalmente) Meryl Streep. Ela e Julia Roberts fazem um concurso para saber quem está mais ATUANDO, assim mesmo, com maiúsculas. Por outro lado, nomes menos cotados como Margo Martindale ou Julianne Nicholson estão primorosos (e mereciam as indicações ao Oscar que provavelmente irão para as duas mais famosas). "Álbum de Família" foi tido como uma obra-prima no teatro, mas no cinema não passa de uma diversão ligeira para a virada do ano. Combina com as sobras da ceia e os presentes a trocar.

2 comentários:

  1. Muito interessante, porque eu vi a peça. Que pelo visto era mais contida. Não tinha quebradeira. E ótima: alternando momentos de drama e comédia, e intimidade familiar. Agora é comparar!

    ResponderExcluir
  2. Putz, Tony, concordo que Meryl está over, mas achei o filme muito bom e gostei de Julia - ela está bem diferente do usual.

    ResponderExcluir