sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

FILM AUTOROUTE

A protagonista de "Ela Vai" faz o que todos já sentimos vontade de fazer: ao ficar #chatiadíssima, larga tudo, pega o carro e sai por aí. Sem saber onde vai e sem ter hora para voltar. É um road movie francês, um autêntico film autoroute, quase que um Tour de France. Catherine Deneuve faz o que pode para não ficar deslumbrante: cabelo desgrenhado, um mínimo de maquiagem, roupas que não escondem que ela está cheinha. "Ela Vai" se inscreve num novo subgênero do cinema, que trata da crise feminina da meia-idade. Como no recente "Os Belos Dias" com Fanny Ardant, a mensagem é otimista: "apesar dos seus defeitos e da sua idade, você ainda está linda e pode amar muuuito". Claro que pode, ainda mais se você for Catherine Deneuve ou Fanny Ardant. Enfim, não é uma obra-prima, mas dá para ver. Vai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário