sábado, 7 de dezembro de 2013

BOM COMEÇO

Há tempos que leio as crônicas de Fernanda Torres na Veja Rio e na Folha. Também fui a uma peça escrita por ela, alguns anos atrás. Mas nada me preparou para o impacto de "Fim", seu romance de estreia. Talvez porque eu tenha os dois pés atrás com atores que escrevem: geralmente cometem autobiografias disfarçadas, bem mal-escritas e auto-indulgentes. Mas o livro de Fernanda é um dos melhores que eu li em português recentemente. Ela narra com segurança os últimos momentos de cinco amigos, recheando as diferentes agonias com detalhes da vida de cada um e mudando de voz e estilo a cada capítulo. Madura, observadora, bem-humorada e impiedosa, ela deixa o leitor preso desde a primeira página, como num thriller policial. Escreve os homens como se fosse homem, e as mulheres como a mulher que é. Como a autora tem muitos amigos e parentes que trabalham no cinema, é inevitável que "Fim" se torne um filme em breve (cheio de grandes papéis para bons atores). Mas comece pelo livro. É um dos melhores de 2013.

6 comentários:

  1. Você já leu o artigo dela na revista Piauí sobre o medo que pode acometer a um ator prestes a entrar em cena? Eu gargalhava, lendo. Parênteses rsrs: Que revista deliciosa a Piauí!
    E como atriz, o que você acha dela? Eu acho ela um gêniozinho como a mãe! Fora que sem nunca ter sido bonita, é tão charmosa e divertida!
    Ela e Sofia Coppola deveriam ser estudadas pela medicina, afinal seguir a profissão dos pais e não viver a sombra deles é algo do caralho!

    ResponderExcluir
  2. A capa é maravilhosa. Como atriz, gostaria de vê-la em outros papéis. A Ivani/Fátima é muito engraçada, mas parece que ela faz a mesma personagem a mais de 10 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. So true. Mas pelo menos é uma ótima personagem.

      Excluir
  3. Comprei pq amo Fernanda Torres e tive a mais grata e bela surpresa de ver o qto o texto é bom. Sinceramente tenho o pé atras com personalidades da musica e TV que ingressam na vida literária, assim como vc mesmo disse. Uma coisa é escrever coluna num jornal a outra é criar uma história. Infelizmente Vanessa da Mata ficou pra trás...rs. O livro vale cada centavo gasto. Abração. ahhh, se puder ou quiser da ruma passada pra comentar sobre humorísticos é o tema do meu post de hoje...http://eleojamal.blogspot.com.br/2013/12/divertix-o-carai-o-nome-daquilo-e-chatix.html

    ResponderExcluir
  4. agradeço a visita e comentário Tony...abração.

    ResponderExcluir
  5. Estou propenso a comprar esse livro vc é a terceira pessoa consecutiva que fala bem dele..... Ou seja, te considero too much, durma com essa massagem no ego.....

    ResponderExcluir