domingo, 8 de dezembro de 2013

BASTA SE CADASTRAR

Ontem fiquei duas horas preso no Santos Dumont à espera de uma aeronave que não se sabia se havia decolado de Brasília ou não. Salvaram-me do tédio absoluto o reencontro com uma amiga da faculdade e o livro da Fernanda Torres. Também tive a oportunidade de fazer uma boa ação. Um senhor americano veio nos perguntar como se conectar às muitas redes wi-fi aparentemente disponíveis, pois queria aproveitar o tempo em terra para trabalhar em seu laptop. Tentei ajudá-lo e me horrorizei: não só todas as opções apresentam inferfaces exclusivamente em português como quase todas são para clientes de operadoras. Salva-se a rede gratuita oferecida pela própria Infraero, cuja senha de acesso vem no cartão de embarque do passageiro. Que beleza, não é mesmo? Só que não: antes de navegar, o passageiro precisa preencher um longo cadastro novamente em português, fornecendo dados imprescindíveis como CPF, endereço, profissão e o caralho a quatro. Meu amigo gringo embananou-se várias vezes, até que eu me dispus a fornecer meus próprios dados. Ainda pedi um milhão de desculpas pelo nosso país de merda, que não sabe como receber os visitantes. "But at least the people are nice", me sorriu ele.

31 comentários:

  1. Na minha aula de adm. pública, eu apresentei um trabalho sobre a Ouvidoria central 1746 da prefeitura do Rio. Entrei em contato com a Corregedora Geral do Município e obtive dados direto da fonte. No fim do meu trabalho, fiz 2 críticas: o preço da ligação poderia ser gratuito e o app e o site poderiam ser em inglês e espanhol para turistas (pelo telefone já são).
    Agradeci à Corregedora e até mandei meu trabalho para ela e... Ela disse que vai mandar as sugestões pra equipe do 1746 para implementa-las! UAU! Um trabalhinho de grupo num mestrado virando realidade.
    Nem tudo é tão complicado no Brasil.

    Wi-fi em aeroporto aqui ou é paga ou basta aceitar os termos e condições de uso. (as vezes tem até em trem, uhu). Mas bizarro foi abrir conta no banco sem nem ter o meu " CPF" daqui. só o passaporte e o registro na prefeitura (com o numero do meu passaporte que eu não é mais válido pq eu já renovei).

    ResponderExcluir
  2. humm. senti um climinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aeroporto/rodoviaria/banheiro....sempre rola as ajudantes dos necessitados...

      Excluir
  3. Aí vc pergunta o que faz o ministério do turismo...

    ResponderExcluir
  4. Esse é o país que vai sediar a Copa (e as Olimpíadas)...

    ResponderExcluir
  5. Minha Voz Grave e Sensual No Seu Neck8 de dezembro de 2013 14:56

    Imagine na Copa e outros bordões dos protestos de Junho-Julho/2013... Vc sintetizou em post o que muitas vezes quero dizer aqui, mas sempre sou cerceado por comentários ligeiramente petistas, infantis e idiotas [exatamente nessa ordem]. Qualquer ser mediano, adulto, que trabalhe regularmente, que tenha uma rotina de trabalho que o obrigue a se relacionar com pessoas comuns, que de vez em sempre precise usar serviços públicos e que tenha sanidade mental apesar de estarmos submetidos a desmandos de toda especie, JÁ DETECTOU ISSO [QUE NADA OU QUASE NADA FUNCIONA], mas aqui no seu blog tem um certo sr. João [que acredito ser da seita petistas inflamados contra o resto do mundo] que já já vai dar o ar da [des]graça com comentários tipo 'ah pára com isso gente, isso aqui é o paraíso, vão morar lá fora e voltem em seguida pra sentir o perfume das fantásticas flores do Éden brasileiro'... SQN!! Como ele mesmo tecla para qualquer um que discorde dele: zzzzzzzzzzzzzzzroinc! Joanette, get it for once esse é o verdadeiro Brasil pohaaaa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo por aqui nada funciona mesmo, e se lá fora não funciona você é indenizado, enquanto por aqui não funciona e você é roubado de todas as formas e maneiras e leva séculos para ser indenizado!!!!
      Quanto a este joão, sem comentários!!!!

      Excluir
    2. Não é uma questão de cercear, é uma questão de debater. Mas tem gente que é incapaz.

      Excluir
    3. Minha Voz Grave e Sensual No Seu Neck11 de dezembro de 2013 17:28

      Às vezes think to myself that Gee-O-Waneeh e Joanette Albuquerque Figueroa são mesma coisa/pessoa tamanho ranço de noblesse e pé na roça brasileira! Debater como se só vcs detem a verdade absoluta e chata das coisas, soh não mando tomar no koo porque acho isso so nice, mas mando uma vibe chuva de xota num pesadelo casperiano......

      Excluir
  6. Acabo de voltar dos Estados Unidos. No aeroporto mais movimentado dos EUA, Atlanta, o serviço de internet é uma bosta. Não funciona direito e o que funciona se restringe a serviços de informações sobre o aeroporto, a cidade de Atlanta e as companhias aéreas. O resto é pago, o que para alguém numa conexão de 2:30h acaba não parecendo ser muito vantajoso. Em todos os portões há máquinas (vending machines) de internet, só que elas simplesmente roubam o seu dinheiro. Aconteceu duas vezes comigo. A sorte é que eu tenho um amigo americano, que fez uma reclamação pra mim, me pagou o que me roubaram e vai receber em CHEQUE o valor devolvido. Ou seja, em que pese eu deteste a Infraero (ou InfraZERO como costumam falar), pelo menos algo é oferecido de graça, ainda que aos brasileiros.

    De qualquer forma, compartilho da sua indignação quanto ao CPF. O mesmo ocorre para passagens aéreas no Brasil e, pasme, passagens de ônibus intermunicipais. O turista estrangeiro desprovido de CPF (lembrando que CPF pode ser obtido por estrangeiros também) não consegue comprar uma passagem para Búzios, por exemplo, pela internet, já que os sites pediam ou pedem CPF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joaninha viajando de Delta, a a GOL das americanas que voam pro Brasil.

      Excluir
    2. Eike bacana, Joanetelha acabou de chegar dos Estados Unidos. Eike luxo !
      Zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz bleargh !

      Excluir
    3. Nunca entendi a implicância desses anônimos com o usuário João. Alguém me explica?

      Excluir
    4. Queridos, fui visitar um amigo em Nova York. Ele mora lá.

      Não fui fazer compras em Orlando.

      A Delta é uma empresa americana, realmente. E é melhor que a United e a American, pelo menos nos voos entre o nosso país e os Estados Unidos. Sabiam disso?

      Um beijo e um abraço

      Excluir
    5. Uma Puta com Pênis11 de dezembro de 2013 17:30

      A very dedicated friend. Were you shooting a porn movie?

      Excluir
    6. Joanette,
      Posta a foto do cartão de embarque....dai, acredito.

      Excluir
  7. Em tempo: acho que a nova concessionária vai implantar WI-FI de graça como umas duas primeiras ações.

    Não foi o que aconteceu em GRU (Guarulhos)?

    ResponderExcluir
  8. Foi mal, agora que vi que foi SDU. Então, nada de concessionária. É torcer pra InfraZERO passar a ter noção do mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou fazer algo semelhante ao que Daniel fez: o que se espera de um cidadão que queira ostentar esse título.

      Excluir
  9. Descobri essa wi-fi "arakiri" indo para Buenos Aires mês passado. Toda hora cai, uma bela bosta!

    ResponderExcluir
  10. Santa Odete Roitman é que tinha razão!!!!! Beijocas pra todos!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perdida na década de 80. Rs.

      Excluir
  11. Apesar de toda a burocracia e de ter muito o que melhorar ainda, até que o wi-fi da Infraero funciona direitinho. Serve pra quebrar um galho nas modorrentas horas de espera no aeroporto.
    Por outro lado, achei desnecessário vc se sentir envergonhado e ter tido a necessidade de se desculpar. Recentemente fiz um mochilão pela Europa, passando por diversos aeroportos de cidades dos mais variados tamanhos, e dá pra contar nos dedos quais tinham acesso gratuito à internet.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada a ver mesmo pedir desculpas ao riquinho que vem de fora e tadinho fica sem internet. Pedir desculpas ao brasileiro fodido sem esgoto, água e coleta de lixo, ninguém pede. Não é chic.

      Excluir
    2. Tava demorando pra aparecer alguém sakamoteando...

      Excluir
  12. Desisti de tentar usar o tal wi fi de aeroporto, recorro sempre ao 3G mesmo, q as vezes dá quase na mesma. Mas acho válido se desculpar, não pela falta de conexão free, mas pela ausência de acessibilidade á informação para o turista. Já que o País vai sediar a copa deveria se preocupar também com infraestrutura básica. Se eu tivesse condições na época da copa iria para longe, nem que fosse para Groelândia, mesmo detestando o frio. Rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda tem lugar no voo pra Groenlândia?

      Excluir
  13. Isso é o resultado Tony do descaso e da falta de compromisso que es empresas que exploram nossa economia tem em relação ao cidadão brasileiro tem. E nós como massa continuamos a levar nossa vidas de apáticos,

    ResponderExcluir
  14. "But at least the GAY people are nice" sim, sou panfletário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alééémmmm do Arco-íriiiissss12 de dezembro de 2013 19:44

      YES, ONLY THE GAY PEOPLE, TB DISTRIBUO SANTINHOS PRO-LGBT NATION..... SE A GENTE NÃO FIZER ALGO PELA VISIBILIDADE QUEM FARÁ?

      Excluir