domingo, 17 de novembro de 2013

UM BONDE CHAMADO WOODY ALLEN

Praticamente só faltou o grito de "Stellaaaa!". Quase todo o resto de "Um Bonde Chamado Desejo" está lá: a dama fragilizada que conheceu dias melhores, a irmã prática que namora um brutamontes, o desequilíbrio mental da protagonista. Sim, "Blue Jasmine" é a variante que Woody Allen fez em cima da famosa peça de Tennessee Williams, mas isto não diminui em nada o brilho do filme. Cate Blanchett está soberba no papel-título, a ex-socialite de Nova York cujo marido escroque a traía com tdoas as amigas antes de ir para a cadeia. Sem um tostão nem a quem mais recorrer, ela vai bater na porta da irmã que mora em São Francisco, do outro lado do país - e também de sua vida de dondoca deslumbrada. Confrontada com a dura realidade, Jasmine até que não se dá mal: em pouco tempo está trabalhando, estudando e até mesmo namorando um sujeito bem bacana. Mas suas fraquezas logo põem tudo a perder, pois ela não fez as pazes com as burradas que cometeu no passado. "Blue Jasmine" é um drama pesado disfarçado de comédia, com um toque de luta de classes. Também vai para a prateleira dos bons Woodys.

7 comentários:

  1. será que podemos dizer confiantemente 'mais uma indicação ao Oscar' para a já laureada com o referido prêmio, para a eterna Galadriel, eterna Elisabeth I, Catherine Hepburn, Bob Dylan por vocação, e espiã russa[russa!!] por ossos do ofício - a maravilhosa Cate Blanchett ???????????????? amo/sou - venham ferver no post, viadeiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Indicação?
      Se o mundo for justo o Oscar já é dela!

      Excluir
  2. Assisti ontem, e adorei: Woody Allen em seu melhor.

    ResponderExcluir
  3. vi e gostei. n sou um expert em woody allen, mas tem critica por aí detonando com o diretor. dizem q ela tá over (à la jolie) e q esperavam mais. vcs q sao do bem, o q acham?

    ResponderExcluir
  4. Vi ontem, em triste filme, excelente, e Cate lembrando em alguns momentos sua xará Kate Hepburn. Soberba.

    ResponderExcluir