sexta-feira, 1 de novembro de 2013

PROJAQUISTÃO

Só agora, dois meses depois de contratado, é que eu estou realmente sentindo que trabalho na Globo. A razão é simples: passei a freqüentar o Projac. Tenho vindo ao Rio duas vezes por semana - quer dizer, ao Rio exatamente não. Pelo menos não ao Rio onde eu nasci e que existe no imaginário dos brasileiros. Sei que é puro preconceito meu, mas, até outro dia, Curicica para mim ficava depois do ponto onde a Terra acaba e as caravelas caem no vazio. Não fica mais. Agora faz parte da minha rotina gastar de uma hora (à noite, sem trânsito algum) a quatro (numa sexta-feira infernal) no trajeto entre o Projac e a civilização. Agora entendo o apelido carinhoso que dá nome a este post, dado pelas pessoas que são obrigadas a trabalhar nessa lonjura.

25 comentários:

  1. Exibidinho da Estrela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recalcadinho da Troll!

      Excluir
    2. Entendam uma brincadeira pessoal!

      Excluir
    3. Tudo inveja. Vai voltar contra vc três vezes!!

      #maldição #praga #johnnythewizard

      Excluir
    4. O que é Troll? Troll de trollar?

      Excluir
    5. Quem tá com inveja? O troll?

      Excluir
    6. Um jato de álcool na fogueira2 de novembro de 2013 12:56

      Joanette vc só joga na defensiva, sossega, bee, nem tudo é direcionado a vc, egocêntrico do @!%%!¨$!!

      Às demais asnettes-anonymées, cumpre esclarecer que:

      - Troll era marca de brinquedos concorrente da Estrela;

      - As bees precisam estudar mais, alguns sujam o segmento homossexual (aumentando preconceito e reforçando estereótipos como o da bicha-louca, por exemplo) com tanta superficialidade e burrice porque padecem de síndrome-do-papagaio-cibernético só repetem em lotes coisas como recalque, inveja, troll e bullying - um vocabulário e uma vida pedem mais que essas quatro fucking palavras, suas uó.

      Excluir
    7. Que bicha esperta! Aposto como é só ativa.

      Excluir
    8. Ai, gente, desculpa, mas eu não era nascido em 1976 para saber a concorrente da Estrela!

      Excluir
    9. Um jato de álcool na fogueira5 de novembro de 2013 16:17

      Nossa não nasceu em 1976, olha que coisa - no doubt que isso vai mudar meu modo de ver o mundo, SQN. Faço saber à dileta preceptora de regras gramaticais que a Troll faliu no início da década de 1990 - informaçãozinha pra lá de genérica -, ah tá agora vc vai dizer que nasceu nos 2000, né, ridícula? Sua cútis de pêssego sueco absorve tanta informação..... Uma cooooisaaaaaa p/ ciência estudar. Die, bitch, die.

      Excluir
    10. hahaha nasci em 1989, ano importantíssimo para o Brasil e para o mundo (muro de Berlim). Bjoooo

      Excluir
  2. Boa sorte nessa nova etapa! Deus lhe proteja!!

    Danilo

    ResponderExcluir
  3. Zona Oeste é terra de ninguém mesmo! Só não acha isso quem mora por aquelas bandas! rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. feliz por vc!!! pega todos os atores gays que te derem moral e apresenta alguns para mim kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. O mio babbino caro
    Eu sou uma bicha eclética: tanto vou pra Itália como vou para um churrasquinho no Curicica!

    ResponderExcluir
  6. Piadinha circulante no balneário quando do 'socialismo moreno' do Brizola (que não deixava a polícia subir o morro e ofereceu a cidade aos camelôs):
    _Sabe que cariocas foram morar na Barra (e adjacências)?
    _Os que desejavam se mudar para São Paulo e não tiveram coragem de faze-lo.

    ResponderExcluir
  7. Com os salários que, contam, a Globo vai pagar à equipe do Video Show - dignos do Cristiano Ronaldo no Real Madrid - você pode comprar um jatinho e descer direto no Aeroporto da Barra.

    ResponderExcluir
  8. Devo ter passado 2 ou 3 vezes na porta indo pro Rio Water Planet.
    Curuicica, as Vargens (Grande e Pequena) são longe pra caramba.
    Mas já tentou ir am Guaratiba no famoso restaurante da Tia Palmira?
    Deve ser mais fácil sair entrando em Mordor.

    ResponderExcluir
  9. Em festa de cobra, sapo não entra!

    ResponderExcluir
  10. O mio Babbino caro A lembrança que tenho desta região é a de ter visto várias garotas bonitas, ambicionando serem estrelas globais.

    ResponderExcluir
  11. Ai Tony, what a feeling, vc vai ser nosso olho infiltrado nesse mundinho cheio de diretores gays que levam michês para a tv à custa de muito teste de sofá, chuveiro e frango assado.... hauahahhahah.... Essa Globo é a emissora mais gay da América Latina, ninguém nunca percebeu aquele arco-íris no fundo da logomarca? Pelamor... Wolf Maya, Jorge Fernando, Miguel Falabella, Ney Latorraca entre outros são O PODER lá dentro e são O QUE na cama? Tony enjoy it, honey, aquilo lá vai ser seu parque de diversões particular, e quero novela sua para 2018, hein, não durma no ponto se imponha e mande texto, mande texto goela abaixo daquelas bitches diretoras de núcleo. Única coisa feia na Globiba - nick carinhoso - é o enrustimento, mas hipocrisia rules até em Hollywood, fazer o que? Sorte e sucesso sempre.

    ResponderExcluir
  12. O Projaquistão faz as estrelas saberem o que é ser povo, ainda que seja por uns momentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algumas ficam tão desesperadas que matam motorista a grito.

      Excluir
  13. O mio babbino caro
    Tem muito fake por aí fingindo ser eu, bicha italiana legítima leitora do seu blog só tem eu mesminha!

    ResponderExcluir