quarta-feira, 27 de novembro de 2013

CHUTANDO CACHORRO MORTO


Por quê, meu Deus, por quê? Por que será que Seth MacFarlane, o criador de "Family Guy", achou que seria uma boa ideia matar Brian, o cachorro da família Griffin? E justo por atropelamento, uma maneira horrivelmente comum. Perdi uma cadela que eu amava desse jeito, e, 16 anos depois, eu ainda não me recuperei. Por isto foi horrível ver estas cenas que foram ao ar nos EUA no último domingo, e que estão causando enorme comoção nas internês. Bom, se o objetivo era este, foi plenamente atingido: já existe uma petição online pedindo para o personagem ser ressuscitado (afinal, o Stewie tem uma máquina do tempo!) e até uma declaração de uma associação de veterinários afirmando que Brian poderia ter sido salvo. Também já chegou um novo cão para os Griffin, mas será que vai durar? Não duvido que tudo não passe de golpe publicitário. Mas ô ideiazinha marvada, sô. Precisava?

9 comentários:

  1. Em vez de atropelamento, ele poderia ter sido morto numa experiência no Instituto Royal.. obviamente depois de sofrer muita tortura com substancias acidas nos olhos..

    ResponderExcluir
  2. Não entendo qual o problema de matar o personagem de um seriado, por exemplo, em Game of Thrones morreram aos montes, em Grey's Anatomy a Shonda Rhimes nunca poupou elenco principal nem secundário e nenhuma história saiu perdendo por conta disso, mesmo com o público se revoltando e achando absurdo. Por que as animações sofrem essa resistência? Já que eles não podem envelhecer pra ajudar a dar uma renovada no repertório, morrer é uma ótima saída.
    Espero que esse besteira do público ficar choramingando com qualquer mudança antes de ver qual vai ser o resultado no decorrer da história acabe logo. Se depois perceberem que não funcionou, que não ajudou em nada a mudança é só trazer o cachorro de volta e pronto. Como diria minha avó 'Muito fedor pra pouca bosta isso aí'.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema não é mudança na história nem a morte de humanos, mas de cachorros. Já chega a gente, a princípio, viver muito mais que eles e ter de conviver com a perda de vários cães - mãe, por exemplo, é só uma -.

      Excluir
  3. O mio babbino caro
    "Ando tão à flor da pele
    Qualquer beijo de novela
    Me faz chorar"
    (ZB)

    ResponderExcluir
  4. E isso acontece exatamente quando é revelado que aquela associação de proteção dos animais na indústria cinematográfica é dominada pelos produtores e esconde os acidentes e mortes de bichos durante as filmagens (quase um Royal).
    Morreu cavalo em War Horse, carneiro em Hobbit, esquilo numa merda de filme da Sarah Jessica com Mathew McConeghly (?), entre outros.

    ResponderExcluir
  5. Ainda não me recuperei da morte do Buck Bundy em Married... With Children.

    E nos Simpsons, a Lisa começa substituindo o Snowball pelo Snowball 2 e lá no meio da série ela chega a ter outros 3 gatos até ficar com o Snowball 5.

    ResponderExcluir
  6. Nicolette Parsons a.k.a. Wândala Ensandecida30 de novembro de 2013 14:00

    Prefiro a thousand times o American Dad, lá o pet da casa é um alien que se acha (como muitos que vem comentar aqui), rs rs rs ...

    ResponderExcluir
  7. ressuscitaram o Brian no episódio de natal

    ResponderExcluir
  8. ele voltou
    http://www.youtube.com/watch?v=HaEpX8HRck4

    ResponderExcluir