sábado, 2 de novembro de 2013

AUTOPISTAS AL SUR

Uma amiga que estava em Buenos Aires postou um texto surpreendente no Facebook, relatando o que viu quando estava a caminho do aeroporto para tomar o avião de volta a São Paulo:

"Acabei de testemunhar a coisa mais incrível. Houve um acidente na estrada pra Ezeiza (isso não é incrível), mas a consequência é que o trânsito parou um pouco antes do 1º pedágio. Daí todos os carros começaram a buzinar. TODOS. Perguntei para o taxista por que eles estavam fazendo isso. Ele me respondeu: "o trânsito já está parado, a polícia tem por obrigação levantar as cancelas dos pedágios para q o trânsito flua melhor. Há limites pro capitalismo". Dito e feito. 30 segundos de buzinaço e todas as cancelas subiram.

São uns vândalos esses argentinos."


Imagina no Brasil. Nem precisa ser na Copa.

11 comentários:

  1. Aqui "liberdade e democracia" são sinônimos de "ser complacente e sorrir a cada abuso do poder público". A famosa obrigação de ser feliz. O resto é "vandalismo".

    ResponderExcluir
  2. "aqui" = Brasil. Ainda me sinto no Brasil.

    ResponderExcluir
  3. Seriam os Gays Alienígenas?2 de novembro de 2013 12:37

    Aqui simplesmente num rola, só isso. É preciso meio-Brasil despencar nas ruas em nada menos que três semanas para que ratos do Congresso mexam suas bundas gordas pró-população e contra suas próprias empreiteiras estrategicamente instaladas nas grandes capitais e mesmo assim com medidas paliativas até poeira baixar pois sabem que memória aqui é curta.... Isso não muda, já derrubamos primeira década do século XXI (2000-2010), estamos a caminho de meados da segunda década (2010-2020) e por incrível que pareça pérolas da década 1980 continuam atualíssimas... Uouououu nada mudou.... (Léo Jaime) Que país é esse?..... (Legião Urbana) Enquanto zona rola solta no Congresso, cada dia levo um tiro que sai pela culatra, não sou ministro, não sou magnata, sou do povo sou o zé ninguém aqui em baixo as leis são diferentes.... (Biquíni Cavadão). Talvez em alguma ficção científica não custa sonhar.

    ResponderExcluir
  4. Morei em Buenos Aires por 8 anos, e lá isto acontece por lei, depois de 2 ou 3 minutos de ficar com o carro parado esperando para pagar, a concessionária tem que abrir as cancelas e deixar passar todo mundo! Não é a policia que libera,e não importa se tem acidente ou não!Nas “autopistas” não deve ter transito, são vias expressas e a concessionária é responsável por isto. Mas o comentário do taxista é muito lúcido.

    ResponderExcluir
  5. Hum.... e mesmo assim, lá também campeia a corrupção. Não dá para dizer que é 'o' país.

    ResponderExcluir
  6. Alguma coisa a ver com o conto do Cortázar, Tony?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, mera coincidência. O romance do Cortázar se chama "La autopista del Sur". O nome do meu post se refere à concessionária da estrada que liga Buenos Aires ao aeroporto de Ezeiza: Autopistas al Sur.

      Excluir
    2. Não é romance, é um conto do livro Todos os Fogos o Fogo.

      Excluir
  7. Isso é extremamente comum lá...

    ResponderExcluir
  8. Que eu saiba aqui também deveria ser assim na prática, mas como muitas outras coisas fica só na teoria.

    ResponderExcluir