sexta-feira, 11 de outubro de 2013

SUCESSO À VISTA

Não é porque eu conheço vários dos envolvidos com a produção (inclusive, aham, um certo ator) que eu vou deixar de falar bem de "Meu Passado me Condena". O contrário, aliás, aconteceria se eu não tivesse gostado do filme: deixaria passar em branco aqui no blog, como já fiz diversas vezes. Mas gostei. "Meu Passado me Condena" é engraçado do começo ao fim. A diretora estreante Julia Rezende revela um timing raro para a comédia e consegue até mesmo domar o Fábio Porchat. O filme só entra em cartaz daqui a duas semanas (coincidindo com a estreia da segunda temporada da sitcom do mesmo nome no Multishow). Vai fazer um dinheirão, e assim, quem sabe os envolvidos me pagam o que me devem?

18 comentários:

  1. O trailer me deu muita vontade de ver o filme.

    ResponderExcluir
  2. Vi um episódio na TV e achei bem parecido com aquele humor stand up com piadas super rápidas. Estou na dúvida em ver devido as ultimas comédias nacionais terem sido bem sem graça mas pelo menos sei que o carisma da dupla é imbatível.

    ResponderExcluir
  3. Você conhece um certo ator/humorista onipresente em todos os meios de comunicação que acaba de se separar da mulher para ficar com um lindo modelo, sarado, loiro, de olhos azuis, que trabalha para uma conhecida agência do Rio? hahahah

    ResponderExcluir
  4. A Miá Mello é uma das pessoas mais irritantes e sem graça surgidas na TV. O Porchat é só rirritante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, o Porchat é a personificação do irritante e a Miá é mais do mesmo.

      Excluir
    2. Sempre achei o Porchat super irritante. É aquele típico maurício da mesa de bar, ansiosíssimo para ser engraçadão a noite inteira, emendando uma piada atrás da outra, sem respirar e nem deixar alguém falar. Cansativo apenas. Juro que queria entender o hype em torno dele. Quem é Miá?

      Excluir
  5. Nunca vi um filme um filme brasileiro "engraçado do começo ao fim". Ou geralmente é no começo, ou é o fim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois olha: este FOI engraçado do começo ao fim! Eu tb não estava acreditando mto, mas a gente ri sem parar, cumplicemente, pq a estória é mto boa e os diálogos são ótimos.
      A Tati Bernardi é uma gde roteirista!!
      Tá bom q a diretora foi feliz, q os atores estão adequados para os papéis. Mas o principal é q a estória é uma delícia!
      Vá ver, vc vai sair feliz do cinema!

      Excluir
  6. Concordo. Porchat é irritante!

    ResponderExcluir
  7. "Nunca ouviu falar em sexo seguro?" HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA. #sqn

    Se eu pelo menos gostasse de filmes de "temática gay" ainda iria ver, já que é sobre um casal de lésbicas embalado por Katy Perry. Mas nem isso. Será que existe luz no fim do túnel do cinema de comédia nacional? Nachtergaele, halp!!

    ResponderExcluir
  8. Sera que esse povo que critica o fabio porchat ja viu porta dos fundos?? Nao e possivel...
    la se o quanto o cara tem talento. ..

    ResponderExcluir
  9. Pô, resolvam. É o Porchat ou a Miá a criatura mais irritante da face da terra? Ou será a inveja? Dizem que essa sim é uma merda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os dois. E mais a bicha tonta que acha que espírito crítico é inveja

      Excluir
    2. Mas espírito crítico não é descer a lenha em tudo e todos, sem embasamento e um senso crítico mais apurado, muitos criticam apenas por birra e inveja mesmo.

      Excluir
    3. Inveja de onde? Coisa chata não poder dizer que se acha fulano chato! Ele é talentoso, ok, mas é também e principalmente irritante. Outra coisa, Porta dos Fundos não é mérito SÓ dele - ao que me conste tem os outros atores que tb fazem o negócio acontecer, não é mesmo? Porque estes outros talentos não dão ar da graça tanto quanto ele? Overexposição traz chatice + irritação, alguém deve lembrá-lo que se deve 'descansar a imagem' -, como lidar com não achar o cara um nobel ou pullitzer e ter de vê-lo incessantemente em inserções-relâmpago (talk shows, matinais da Globo, comerciais operadoras de celular, comerciais ração de cachorro etc etc etc), assim o fígado não desopila.

      Excluir
  10. Na minha escala de ódio, descobri o que me irrita (em Fabio Porchat): ele é careteiro e parece que nunca desliga ou get sober para assuntos sérios.

    ResponderExcluir
  11. EU PEGAVA ELE GOSTOSO!

    ResponderExcluir
  12. VIXE!! DESESPERO HEIN CUÓLEGA, RSRSRS.

    ResponderExcluir