sábado, 19 de outubro de 2013

SANGUE E BADMINTON


Marjane Satrapi começou sua carreira desenhando histórias em quadrinhos. Depois adaptou sua maior obra, "Persépolis" - um dos melhores relatos sobre a revolução iraniana - para um longa de animação que foi indicado ao Oscar. Seu filme seguinte, "Frango com Ameixas", já usava atores em carne e osso, mas tinha uma direção de arte tão estilizada que era praticamente um desenho animado ao vivo. Agora ela quis fazer algo completamente diferente. "A Gangue dos Jotas", em cartaz na Mostra de Cinema de São Paulo, foi todo rodado em locações. Não há cenários, não há efeitos: dá para perceber que Marjane queria simplesmente pegar uma câmera e sair por aí (esse "aí", no caso, é a Espanha). O roteiro também não tem nada a ver com suas obras anteriores. Uma mulher troca uma mala no aeroporto com a de dois jogadores de badminton, e aos poucos envolve a dupla numa trama de vingança contra os mafiosos que supostamente a perseguem, o tal bando do título. Há diálogos absurdos e sequências muito engraçadas, dignas de um - aham - desenho animado. Marjane também é a atriz principal, talvez por consequência do orçamento apertado: ela é feíssima e sem um pingo de glamour, o que contribui para uma divertida sensação de estranhamento. Apesar da curta duração (74 minutos), "A Gangue dos Jotas" tem barrigas dispensáveis, e não dá para recomendá-lo a quem não for fã de carteirinha da diretora. Mas é uma dessas curiosidades que justificam a Mostra.

2 comentários:

  1. Como se vê ela tem fixação por animações...

    ResponderExcluir
  2. Kelly Roulla, corinthiana convicta19 de outubro de 2013 17:38

    Tony vc é um de meus formadores de opinião há pelo menos três anos, então não posso deixar de registrar meu off topic porém um post em potencial (ou não, it's up 2 U) para comunidade lgbt: vc acha que o Felipeh Campos (jornalista, jurado - SBT, TV Gazeta) tá sendo oportunista com essa historia de fundar torcida gay para o Corinthians? Desde o selinho de Sheik esse tema é recorrente no futebol.

    ResponderExcluir