quarta-feira, 16 de outubro de 2013

PENSAM ELES

Assustados com a repercussão negativa de suas posições contrárias às biografias não-autorizadas, alguns artistas estão vindo a público para se explicar melhor. Caetano Veloso e Chico Buarque escreveram artigos para “O Globo”, Marília Pera escreveu para a “Folha”. Todos se saíram mal. Nenhum deles encontrou um único argumento convincente. Num lance melodramático, Caetano até citou o “sofrimento de Glória Perez” – a autora de telenovelas conseguiu barrar na Justiça o lançamento do livro de Guilherme de Pádua, o assassino de sua filha Daniela, onde ele contava sua versão dos fatos. Algo parecido aconteceu nos Estados Unidos: O.J. Simpson tentou publicar “If I Did It”, um relato asqueroso de como ele teria matado sua mulher se ele realmente tivesse matado (e todo mundo sabe que matou mesmo, apesar dele ter sido absolvido por júri popular). A gritaria foi tão grande que a própria editora desistiu do lançamento. Ou seja: mesmo num país onde impera a plena liberdade de imprensa, existem maneiras de impedir que bandidos escrevam qualquer coisa. Mas nossos artistas não entenderam isso. Estão contaminadíssimos pelo patrimonialismo que permeia nossa cultura – afinal, são tão brasileiros como todos nós. Chico chega ao absurdo de citar erros que pesquisadores fizeram em algumas obras, como se fosse possível proibir por lei que erros não sejam cometidos. Então, se for assim, será que vou poder processar um cantor, se eu achar que ele errou ao gravar um novo disco? Fiquem calados, queridos artistas, ou mudem logo de opinião. Cada besteira que vocês falam só macula ainda mais a biografia de vocês – a séria, a para valer, não essa versão chapa-branca, só com elogios, que vocês querem nos obrigar a engolir.

36 comentários:

  1. Essa postura asquerosa vai, provavelmente, encontrar respaldo na justiça, como já encontrou até hoje. Sim, a cultura patrimonialista serve justamente para isso: para que aqueles que tem voz e poder continuem tendo a voz e poder - os outros que fiquem chupando os dedos.

    ResponderExcluir
  2. O mio babbino caro
    Não resisto...(First em Crhisssto)
    A quem os deuses querem matar antes enlouquecem!

    ResponderExcluir
  3. Bravo, caro Tony, post perfeito...Assino em baixo!

    ResponderExcluir
  4. 1 SONHO: biografia não-autorizada da Xuxa, lançada logo após ela morrer e contando tudinho, todas as farsas da vida dela. E sem o perigo do autor em em cana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sera que vai ter a piada dos pactos satânicos, e das bonecas assassinas da linha da xuxa? kkkk

      Excluir
    2. se tiver o romance dela com ivete eu compro duas!

      Excluir
    3. Eu já li trechos de uma biografia das Paquitas originais. Tb acho que nunca saiu do Prelo. Xuxófilos devem ter por aí...

      Excluir
    4. A Xú gongava a Galisteu direto como oportunista, mas quem é a nossa querida Xú p/ repreender quem quer que seja, foi a precursora das marias-chuteiras, precursora das panicats - inclusive animava bales de carnaval com biquínis beem menores que atuais, precursora das cenas de pedofilia no cinema nacional, precursora na lavagem cerebral infantil - ahan senta lá Cláudia - enfim, Galisteu pelo menos conseguiu sair da sombra de namorada do Senna sem esse passadão rotativo.

      Excluir
    5. Adoro a Galisteu (intima sabe?) ela fala bem, so que as vezes parece ser meio falsa sabe?

      So que Galisteu e Maria da Graça estão no mesmo pacote em avatares diferentes, as duas são arianas, eu posso dizer por mim mesmo, arianos adoram ser noticia!

      Excluir
    6. Tô ligada! Já tinha pensado nessa escala zodiacal, só não desenvolvi porque com exceção do Celso Dossi, ninguém por essas bandas saca bulhufas da conjunção planetária, sou elemento fogo, Leão, sei bem como são meus irmãozinhos desse elemento - Áries e Sagitário.

      Excluir
  5. Jamais leria. Pessoas desinteressantes. Não me interessa com quem trepou, o que tomou e o que pensa, nem oficialmente ou não. Não gastarei UM real com eles/as. Eu lá quero saber quem comia quem, Marlene Mattos ou X! Odeio censura.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Bravo Tony.
    Vc será meu biógrafo não autorizado sempre!

    ResponderExcluir
  8. Nossa querida e ótima Marília Pera , representou CoCo Chanel, provavelmente baseada em alguma Biografia, será que era autorizada ? Parte dos lucros foi destinada a algum herdeiro se é que existem ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito pior: Marilia fez um musical 'Elas por Ela', em que interpretava todas as cantoras brasileiras, Aracy, Carmem, Dalva, Ângela, as Batistas etc etc. Será que pediu autorização a tantos herdeiros? Será que dividiu os ganhos?

      Excluir
    2. Não é o artista, ó pessoa, é qualquer personagem de significado para a história do país, seja cantor, escritor, poeta, traficante, deputado, sequestrador, senador, cafetão, presidente, traveco...

      Excluir
  9. Artista vive de FAMA!!!! Sem FAMA, eles não são nada. Artista iniciante assina contrato onde 70% do que eles ganharem pelo resto da VIDA, até em outra gravadora, vão pra gravadora original. Isso porque a construção da FAMA é tudo!!

    Aí me vem esse povinho querer banir as suas biografias? Recomendo um boicote às obras deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda ouvia alguma coisa do Caetano e sempre gostei da Marília pêra....acabei de cortar do meu livrando!não consumo mais nada desses idiotas hipócritas....tomara q terminem a vida com um Pires na mão!

      Excluir
  10. De onde tirou essa informação?

    ResponderExcluir
  11. Ridícula a comparação entre um livro escrito por alguém condenado pela justiça e uma biografia escrita por um pesquisador. O Guilherme de Pádua foi condenado por ter matado a filha da Glória Perez. Não pode sequer ser chamado de biógrafo. Já no texto do Chico, me espanta ele "achar justo" os herdeiros receberem parte das vendas da biografia do Garrincha. Herdar direito à imagem é uma piada. O que essa gente fez para merecer ganhar parte dos lucros no livro?
    O Nelson Motta escreveu Noites Tropicais só para contar que tinha comido a Elis Regina. E, ainda de quebra, reforçou que comeu a Marisa Monte também. Algum dos herdeiros da Elis reclamou? Será que foi só porque era o Nelson Motta?

    ResponderExcluir
  12. Autor da biografia 'Roberto Carlos em detalhes' e do livro 'Eu não sou cachorro, não' contesta afirmações de Chico Buarque a seu respeito

    http://oglobo.globo.com/cultura/de-seu-amavel-interrogador-10392630

    ResponderExcluir
  13. Pra começo de conversa, cada um é dono de si mesmo, entao como pode outra pessoa escrever sobre a vida dela sem a autorização do próprio ?
    Porque o artista tem que ter sua historia contada por uma outra pessoa que ele nem sequer autorizou a falar da vida dele ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daaah...Por que eles são pessoas públicas, talvez? Tem cada um...

      Excluir
  14. Vulva Gorda Farta e Congestionada16 de outubro de 2013 21:36

    Sério que alguem pretende saber das peripécias de Caê, Roberto Rei do T.O.C. e todas as beldades da mpb-jovemguarda-tropicália cujos ultimos hits são da década de 1980? Acho mais interessante saber como cabeça de um roedor foi parar numa pet de refrigerante multinacional.Tudo faz crer que o pequeno roedor demoníaco foi despedaçado numa das máquinas de envase. Provavelmente a máquina o triturou e só sua cabecinha foi parar lá... Mas oops, esperem [C.S.I. moments], como que carne morta não se decompôs em solução aquosa-corrosiva após longos 13 anos? Viu? isso sim parece ter mais relevância que bios dessa gente, rsrsrsrsrsrs....

    ResponderExcluir
  15. chico buá(rque) tá esqueciiiiiido...

    http://oglobo.globo.com/cultura/exclusivo-video-mostra-entrevista-de-chico-buarque-autor-de-biografia-de-roberto-carlos-10394660

    ResponderExcluir
  16. Não me conformo de não poder ler a biografia do Djavan, para conhecer sua intimidade e saber como ele monta tanto cachinho na cabeça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nicolette Parsons a.k.a. Wândala Ensandecida17 de outubro de 2013 18:14

      Sim aqueles cachinhos são um mistério mesmo em épocas de antifrizz e hidratação leave-in, kkkkkkkk.... Morta featuring sepultada.

      Excluir
  17. Já ia colar o link da entrevista do Chico Alzheimer Buarque.
    E Guilherme de Pádua, assassino, TEM TODO O DIREITO DE ESCREVER A SUA VERSÃO DOS FATOS. Inclusive, caso isso não tenha passado pela cabeça de alguém, o caso todo é sobre a VIDA DELE também!! Ele não pode falar sobre o que aconteceu com ele? É como divulgar uma conversa telefônica da qual você participou. Se foi você que gravou, você tem todo direito de usar como prova num processo.

    aliás, meu pai foi um dos defensores do Guilherme de Pádua nesse processo. Mas lutar contra a Glob... digo, Gloria Perez é causa perdida. Tinha uma cópia do livro encrostada no meio dos autos. Pena que eu era bem mais novo. Teria feito uma cópia pirata e distribuído por aí em mimeógrafo.

    Se você não quer que falem de você, se tranque em casa, não use telefone ou internet e não interaja com a sociedade. simples assim. Do contrário, você sempre será assunto de alguém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, Daniel.
      A censura ao Guilherme de Pádua foi ridícula! Não é porque ele cometeu um crime vil que deve ser censurado previamente.
      Tomara que esse caso vá parar no STF logo e eles acabem com essa palhaçada de uma vez.

      Excluir
  18. A biografia do Caetano seria X-rated e condenada por evangélicos e até pelo Vaticano. Afinal, ter ficado casado tantos anos com o travesti Paula e ainda te-lo emprenhado duas vezes, nem na icônica Sodoma isso ocorreu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nicolette Parsons a.k.a. Wândala Ensandecida17 de outubro de 2013 18:17

      Paula Lavigne na fase atriz de novela das sete e duas pontas numa das oito era bacanérima, ela pirou no egotrip foi aos juntar as escovas com Caê, ou seja, Caê criou o monstro, portanto ele que o embale agora, huahahahahah....

      Excluir
  19. O post foi ótimo,como alguem escreveu aí em cima....como que a Marilia Pera encenaria CHANEL se alguem não tivesse escrito sua biografia???
    Todos escrotos e pensando só em dinheiro.
    Valeram todos os comentários tambem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nicolette Parsons a.k.a. Wândala Ensandecida17 de outubro de 2013 18:21

      Dessa turminha Marília Pêra é a mais sensata. Na minha opinião ela já se arrependeu de ter entrado nessa canoa furada que se tornou esse assunto. E a Chanel é domínio público desde que o tailleur e as pérolas de Jackie Kennedy ganharam o mundo - como não amar? O povo pode não saber o que é bom gosto, mas gosta de apreciar beleza e elegância, isso é atemporal.

      Excluir
  20. Acho que a pior parte da biografia deles é o trecho em que vão escrever que eles participaram de um movimento para censurar biografias.

    ResponderExcluir
  21. KKKKKKKKKK eles estão é com medo de que o povo tenha altas revelações. Inclusive o armário de muitos poderia ser escancarado. KKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir