domingo, 6 de outubro de 2013

O CIRCO DA FÓRMULA 1

Fala sério: desde que a Fórmula 1 ficou segura e parou de matar uma média de dois pilotos por temporada, perdeu o pouco da graça que tinha. Sempre achei que assitir a uma corrida de carros só era menos chato do que ver uma árvore crescer. Por isto mesmo, "Rush" não estava na minha lista. Mas aí saíram algumas críticas favoráveis, e amigos insuspeitos também me recomendaram. Para completar, Daniel Brühl passou a ser cotado para o Oscar de ator coadjuvante por sua interpretação de Niki Lauda. Pronto: fiquei doido do edi para ver. Hoje finalmente consegui, e gostei ainda mais do que esperava. "Rush" é um dos melhores filmes de 2013. Aquele espécime raro onde tudo dá certo: a direção de Ron Howard é vertiginosa na medida certa, o roteiro de Peter Morgan (que escreveu "A Rainha") mostra como rivalidade e inimizade não são exatamente a mesma coisa, e até o canastraço do Chris Hemsworth está bem. Mas Brühl está ainda melhor, e não tem nada de coadjuvante: o filme é até mais sobre Lauda, que tem hoje 66 anos, do que seu rival James Hunt, morto aos 45 de um ataque de coração. "Rush" captura o glamour do que a mídia chamava de "o circo da Fórmula 1" e eu me surpreendi com a quantidade de nomes de pilotos dos anos 70 que eu lembro até hoje. Atualmente as corridas atraem por aqui uma fração da antiga audiência, muito pela ausência de brasileiros competitivos. Mas também não há mais o clima de perigo e excitação que "Rush" mostra tão bem.

8 comentários:

  1. Só um post teu para me fazer ver este filme. <3

    ResponderExcluir
  2. Tony por favor me manda um convite de amizade no facebook https://www.facebook.com/yuri.gerhard.7 pois quero saber se você tem algum dos MY MTV gravados pra vc vender em DVD ou postar por favor responde e me add

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gerhard! Eu não gravei nenhum dos "My MTV", mas, se tivesse, daria, não venderia.

      Vou falar com meu irmão para ver se tem algum jeito de você consegui-los. Quais você quer?

      Excluir
  3. O mio babbino caro
    Como você é horrível rsrsr
    "desde que a Fórmula 1 ficou segura e parou de matar uma média de dois pilotos por temporada, perdeu o pouco da graça que tinha", junto a "fiquei doido do edi ". Matou.

    ResponderExcluir
  4. Até hoje só vi um filme com o Daniel Brühl que eu não gostei. "Um amigo meu".
    Agora tenho que ir correndo no Sony Center ver este filme porque todos aqui são dublados, menos lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ADEUS LÊNIN, Com Daniel Bruhl, é excelente. Um dos melhores da década passada.

      Excluir
  5. RUSH é muito, muito bom. Daniel Bruhl dá um show e merece indicação aos prêmios da temporada. Mas indicá-lo como coadjuvante é fraude. O filme também é excelente em som, efeitos sonoros, trilha sonora, montagem e fotografia. E Ron Howard dirige muito bem, até melhor que sua oscarizada direção por UMA MENTE BRILHANTE.

    ResponderExcluir
  6. E o CHris Hemsworth paga uma bela duma bundinha. Pena que o Bruhl regulou desta vez.

    ResponderExcluir