terça-feira, 1 de outubro de 2013

ADEUS PARA SEMPRE

Muitas emissoras da televisão brasileira já morreram ao longo dos meus quase 53 anos de vida. Lembro da Excelsior, da Continental, da Tupi, da Manchete... Mas, até a noite de ontem, eu nunca tinha presenciado um canal tirar seu sinal do ar. Os últimos momentos da MTV Brasil foram engraçados, comoventes, amargos e nostálgicos, tudo ao mesmo tempo agora. Ninguém morreu, a vida continua e quase todos os ex-funcionários já estão em novos empregos. Mas ô se deu um aperto no coração ver aquele logo se afastando, até evanescer na escuridão...

16 comentários:

  1. Triste mesmo.

    Lembro do começo da MTV, do impacto que fez em mim o clipe "Black Hole Sun" do Soundgarden e da inesperada "honra" de ter feito parte da primeira abertura do "Piores Clipes do Mundo" do Marcos Mion, embora ninguém conseguiria me reconhecer lá hoje (http://bizarrografia.blogspot.com.br/2013/09/a-pior-abertura-do-mundo.html).

    É estranho, mas até hoje nunca tinha pensado que eu de certa forma também fiz parte disso tudo, mesmo que de forma involuntária. Durmo um pouco mais orgulhoso hoje.

    A MTV deixará saudades.

    ResponderExcluir
  2. A MTV já esta morta desde 2001 quando acabaram os clipes de musica e começaram aqueles programas idiotizados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. amigo qual a emissora de tv que tem programas que derao espaco e visibilidade para os gays, como o "'beija sapo'" , ""fica comigo"" e outras campanhas em favor da comunidade glbt, e sempre tratando o assunto com naturalidade e honestidade e estamos falando de quase 08 anos atras ( isso para a midia significa muito!!!!) nao seja ingrato...

      Excluir
    2. A parte da futilidade da programação não se resume apenas a MTV, a televisão passa por crises pra agradar audiência, concordo com os dois, sim mtv teve alguma importância na comunidade lgbt, mas a morte foi necessária, se uma pessoa quiser ver conteúdo sobre musica muda de canal, tipo o VH1 que transmite a informação de musica de maneira mais eficiente, só fico decepcionado por ter aquela enxurrada de South Park.
      Alias se um negocio não da certo, ele tem que acabar pra que a inovação tenha mais espaço.

      Excluir
    3. Carlos, concordo com todos vocês, mas só um ponto. A MTV Brasil não precisava para de veicular clipes nem parar de falar de Música que estava no DNA da emissora, ou parar com programas como beija sapo ou muitos que estiveram nos '00 até 2005. Se você pegar no leque de tvs a cabo é só olhar quantos canais de esportes existem, e aí vem a pergunta : A música funciona como o esporte, mas pq só a MTV parou de falar de música, parou de exibir show tantos internacionais como nacionais, parou de cobrir festivais musicais que existem no mundo todo. É simples o diagnóstico, tão simples que a TV Mix quando notou a falta de música na MTV aumentou a carga de clip's no seu canal e aumentou a resposta do seu público.
      Eu por exemplo já não assistia a MTV havia tempos, mas sonhava numa reformulação do canal em que poderia ter a volta do Piores Clipes, Gordo A Go Go, Teleguiado, Beija Sapo, Comêdia com o Adnet, Furo MTV ,mas que tivesse em sua programação os debates do Barraco ou programas com o Massari e Gastão falando de música, discutindo festivais, dando dicas de novos sons, programa falando sobre cinema como Cine MTV da Person. Mas não o canal resolveu apostar em vanguarda em tome dose de Mari Moom que se preocupa mais com seu próprio cabelo, piercing e fã clube, ou com PC Siqueira e uma escada com fundo branco e ele destilando sua depressão. Me desculpe mas é muito vanguardismo e a "nova" moçada não entendeu...Deu no que deu...Infelizmente pois fez parte da minha vida e quando vi o simbolo da MTV Brasil sumindo ao som de "Orra Meu" da minha TV a sensação foi de um parente que estava indo embora também. Lámentável, pro Brasil perder um canal desse naipe. Abraços

      Excluir
  3. Ai, eu também senti um aperto no coração, eu adorava a MTV nos anos 90, começo dos 2000, eu era viciado, mas tudo passa e evolui, vida que segue.

    ResponderExcluir
  4. passado com o Zeca Camargo altamente pegável! :D

    ivan

    ResponderExcluir
  5. Bateu uma nostalgia porque eu me transportei pra 1990-1993.

    ResponderExcluir
  6. Hj temos tanta opção de entreterimento q a TV ficou um pouco irrelevante mesmo. Qtos sites e revistas também deixaram de existir? E música então? Nem se eu viver cem anos eu teria tempo de ouvir todos os artistas novos q surgiram nos ultimos 3 anos. Seja do rock, pop ou sei lá o q...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade mas nossos ouvidos eram mais seletivos, hoje tudo tem relevancia de isopor e papel, mas o legal é que é tão ruim que logo se esquece...

      Excluir
  7. O mio babbino caro
    Para quem só tinha o Som Pop, passar a ter a MTV Brasil, foi muito.
    Cadê o PC Siqueira.
    Valeu!

    ResponderExcluir
  8. Pessoas que viveram transição adolescencia/fase adulta da segunda metade dos 2000 - 2005 à 2010 - para cá, não entendem nada porque já tiveram internet pra tudo, mas quem viveu os 90 foi como jogar luz numa cena inexistente, antes da MTV os clipes em nosso país eram toscos e em sua maioria produzidos para passar no dominical Fantástico da Globo, ok eles faziam o que havia de mais moderno para a época, mas a linguagem que conhecemos atualmente, as imagens em película 35mm, evolução de direção de arte só foi implementada com a MTV Brasil que enfim colocava nome de nosso pais no mapa musical, finalmente ganhávamos algo com nossa cara, nossa língua.... Antes desse canal aberto não era fácil ver clipes, não era só teclar nome e artista p/ o vídeo aparecer do nada. Na minha paupérrima opinião quem acabou com a Music Television foi o YouTube e similares, afinal todos os selos de música e principais gravadoras jogam o clipe quase que automaticamente lá, assim sendo... Já sabemos o resto da historia, mas é chato vir gente toda hora pagando de party-pooper e fazendo a gente que viveu esse momento se sentir múmia, demodé, .... Não entendem nada, MTV foi importantíssima, o porque dessa nostalgia só quem viveu sabe, fuck the rest.

    ResponderExcluir
  9. Não tinha visto ontem, obrigado por colocar o vídeo do encerramento aqui. Também senti um aperto no coração vendo o logo desaparecer. Aqui em Brasília a MTV sempre foi assistida na TV paga; nem sei se era possível assisti-la via UHF, mas me lembro tentando procurá-la antes da TV paga chegar lá em casa. De todo modo, foi uma linguagem de uma época que se despediu. Nos anos 90 tinha entre 13 e 23 anos, então foi exatamente o período da minha adolescência. Quando alguém comentava do clipe novo legal de algum artista que tinha saído, ficava esperando ver se passava, ansioso para ver também, algo impensável nos dias de hoje com Youtube, mas que eu adorava. Enfim, é para frente que se anda, a vida é assim mesmo. Mas o sentimento de nostalgia também tem seu lado bom, o da lembrança.

    ResponderExcluir
  10. A MTV ajudou a me tornar a pessoa que sou. Passei os anos90 ouvindo 89, A Rádio Rock, e assistindo MTV.
    A emissora está sendo vítima da Internet, onde você pode assistir ao clipe que quiser, na hora que quiser e onde estiver (graças ao advento de tablets e smartphones).
    É triste, é fim de uma era, mas já era esperado. E vejo o mesmo destino para as locadoras de vídeo, os cinemas, as redes de televisão e os CDs como conhecemos. Tudo por causa da Internet e sua capacidade de dar liberdade para escolher o que ver e ouvir.

    ResponderExcluir
  11. A Astrid manda muito bem!!

    ResponderExcluir