domingo, 18 de agosto de 2013

PORTA ENTREABERTA

Por que será que o Porta dos Fundos sentiu a necessidade de um registro físico? Afinal, o papel é muito mais perecível que um vídeo online. Mas também empresta uma importância que o grupo, afinal, merece - são a melhor coisa do humor brasileiro nos últimos dez anos. O livro lançado semana passada reúne 37 roteiros, selecionados entre os mais de cem esquetes lançados no YouTube de um ano para cá. Não são necessariamente os melhores, mas os que mais rendem na forma escrita. Tampouco são as versões originais, e sim a transcrição literal do que efetivamente foi gravado ("Deus", por exemplo, inclui o célebere "errou rude", caco do ator Rafael Infante que não constava do texto de Fábio Porchat). O mais interessante são os parágrafos que abrem cada capítulo, contando de onde veio a inspiração para clássicos como "Sobre a Mesa", "Da Lata" ou "Spoleto". As futuras gerações de atores que precisarem de textos curtos para encenar em seus testes agradecem.

27 comentários:

  1. Tem certeza que papel é mais perecível que um vídeo on line? Quem disse? Eu não apostaria todas as fichas em uma afirmação juvenil apressada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem verdade que um belo dia alguém pode "desligar" a internet apertando um botão vermelho numa base militar nos EUA e aí nós descobriremos que estamos sozinhos e só temos livros ao nosso redor.

      Excluir
    2. Caraca! concordando pela primeira vez com o Daniel. Kd minha tarja preta?

      Excluir
  2. Tony, o Sundance Channel tem um programa chamado The Writer's Room, é uma mesa redonda com roteiristas de vários seriados e dá para assistir os vídeos usando o IP de americano.
    http://www.sundancechannel.com/series/the-writers-room/schedule


    Flávia Lima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei. A revista "Entertainment Weekly", co-produtora da série, tem trazido reportagens sobre o assunto. E uma amiga minha está me gravando os episódios nos Estados Unidos. Gracias!

      Excluir
    2. Como que vc pode falar uma asneira daquels no FSP? Falar que fazer comédia estúpida tirando sarro da fé dos outros é maturidade política?? O Marcos Feliciano fez o que qualquer cidadão decente deveria ter feito, que é exigir respeito e dignidade. Democracia é algo ótimo, mas sem respeito aos outros nada funciona. Como colunista é isso que vc deveria dizer, e não ficar defendendo um infeliz que precisa apelar para fazer comédia, já que não tem talento para fazer comédia decentemente. Uma comédia podre, feita para podres, com comentários podres!! Perfeito.

      Excluir
    3. "Como colunista é isso o que vc deveria dizer"? Oi?

      Numa democracia, os colunistas dizem o que pensam, sem ninguém precisar mandar neles.

      Se você não concorda comigo, beleza. Democracia é concordarmos em discordar. Agora, ditar o que eu tenho que dizer é coisa de gente autoritária.

      Excluir
    4. Meu caro colunista,

      Quando eu falei que vc deveria ter dito aquilo, não é porque eu to falando. Eu não mando em nada nem quero mandar. Existe algo além da minha vontade e da sua, que são valores morais. Eles estão acima de qualquer lei ou qualquer democracia. Quando vc enaltece um tipo de comédia dessas e critica alguém que tem coragem de criticar publicamente, quais os valores que vc segue? O grande problema da imprensa brasileira é ausência de valores. Não somente são ateus, mas anti-Deus. Todo o tipo de perversão e ataque contra os que têm fé são apioados pela imprensa. Não é exatamente isso que vc está fazendo? A minha pergunta é: com que intenção? Se a intenção é criar uma sociedade cada vaz mais podre, está realmente dando certo. Pelo que percebi vc já tem uma certa idade. Não acha que os valores morais estão decaindo dos anos 80 para cá? Já que vc escreve o que muita gente lê, que tal tentar mudar o cenário?

      Excluir
    5. Não acho que os valores morais estejam decaindo, muito pelo contrário. Eu já era grandinho nos anos 80, e percebo que as coisas melhoraram muitíssimo.

      Mulheres trabalham cada vez mais fora de casa, assumem postos de comando e rompem todo tipo de barreira. Gays podem sair do armário, se casar entre si e adotar ciranças. Machismo, racismo e homofobia viraram pecados imperdoáveis. A religião perdeu força política (a capacidade de impor seus dogmas a quem não acredita neles) em quase todo o mundo civilizado. Tudo isto não tem nada de podre.

      Escrevo, sim, com a humilde pretensão de mudar o cenário, mesmo quando falo de bobagens da cultura pop. Mas parece que eu quero mudar exatamente para o lado que você não gosta.

      Excluir
    6. Rapaz, vc me surpreendeu de novo! Falar que a moral melhorou dos anos 80 para cá! Primiero vc fala que tirar sarro da fé dos outros é sinal de maturidade poílita, agora mais essa?
      Vc sabe por que esse vídeo que vc defende nunca teria sido publicado há 25 anos? Porque havia algo que não existe mais: respeito. Respeito vai além de cultura, religião, raça e tudo mais. É o fundamento de qualquer relação. Se esse vídeo zombasse de uma relação homossexual vc seria o primeiro a apontar desrespeito às liberdades individuas. Só que ele zomba de algo muito importante para outros, mas em quem vc não crê. Respeito é para todos, meu caro, não somente para quem pensa como vc.

      Excluir
    7. O MUNDO melhorou muito dos anos 80 para cá, e a sua noção do que é "respeito" demonstra uma certa nostalgia por um mundo que não existe mais.

      Humor SEMPRE desrespeita alguma coisa. Humor NUNCA é a favor. O vídeo do Porta dos Fundos tira sarro dos fanáticos, não de quem acredita em Deus. Mas é normal que muita gente se sinta ofendida, e é plenamente aceitábel que reclamem. O que não podem é censurar o vídeo.

      Piadas anti-religiosas sempre foram feitas na surdina. A internet escancarou-as. Respeito também é respeitar quem pensa diferente - e reclamar, protestar, até xingar. Mas não querer calar porque os religiosos são intocáveis. Não são mais.

      Excluir
    8. Essa ideia de que humor sempre desrespeita é coisa de gente incompetente que não tem talento para fazer humor decente. Mas isso deixa para lá. Realmente, piadas existem. Sabe qual a piada mais contada? Aquela sobre homossexuais. Sabe o que aconteceria se alguém fizesse um vídeo tirando sarro deles? Vc escreveria na Folha falando que é um absurdo e sabe o que mais?? Diria que tem que sair do ar. Sim, a tão odiada censura apareceria não só na sua coluna, mas de toda a turma que diz que é avessa à censura.

      Excluir
    9. Fabio, está mais do que claro que nós temos noções diferentes do que seja humor, respeito ou do que merece ser respeitado. Eu não vou convencer você e você não vai convencer a mim. Então, como eu disse antes, concordemos em discordar.

      Excluir
    10. Sim, meu caro. Eu só falei que o pessoal que se diz contra a censura só é contra quando convém.

      Excluir
    11. Eu acho que muito pouca gente nesse mundo é a favor de uma livre expressão total e absoluta. Nos Estados Unidos, onde ela é quase assim, a lei acaba permitindo absurdos como as manifestações homofóbicas da Westboro Baptist CHurch em enterros de soldados e celebridades, muitos deles sem têm nada a ver com a causa LGBT. O caso chegou à Suprema Corte, que confirmou o direito dessa igreja se manifestar tendo por base à segunda emenda à cnostituição americana.

      Sim, sou a favor da censura em raríssimos casos: quando a manifestação do pensamento incita à violência ou quando provoca dor desproporcional. E pelo jeito você também é. Só discordamos quando aos casos que merecem ser censurados.

      Excluir
    12. Fabio, em que mundo você vive? Há 25 anos Madonna estava chocando a Igreja Católica e o planeta com os mesmos temas do vídeo. E há 40 anos o vídeo não seria publicado no Brasil, e não por respeito, mas por CENSURA, como já foi colocado.

      Não sei se você já viu algum programa de humor na vida, mas a homossexualidade é a uma das matérias primas mais usadas neles. Qualquer viado tá mais do que acostumado a ser esculachado pelo humor brasileiro e mundial, e nenhuma rede nacional de TV foi censurada por isso.
      http://www.youtube.com/watch?v=68YtL5oY8hg
      http://www.youtube.com/watch?v=cXlqNpvyv-g

      Suponho que você tem saudade não da moralidade nem do "respeito", que são ideais utópicos desde a Roma antiga, ou desde sempre. Talvez a saudade seja de um certo regime que vigorou no Brasil há algumas décadas, com cujas práticas você talvez concordadasse, e que por meio da força obrigava todo mundo a se comportar estritamente da forma que eles consideravam certa. Direito seu gostar dessa época, que espero que nunca volte. Mas por favor não confunda censura com moralidade ou respeito...

      Excluir
    13. Se vc acha que sou a favor da ditadura, está muuuuito enganado. Defender valores morais nada tem a ver com ditadura. Não faço idéia de onde vc tirou isso. Infelizmente, as pessoas acham que democracia é fazer tudo o que quer. Também tá errado. Vc asbe para que serve a censura? Simplesmente para defender as pessoas. Se está passando um desenho para crianças e no meio do desenho aparece um vídeo de sacanagem, isso tem que ser censurado, para protecer quem está vendo. Isso é autoritarismo? De jeito nenhum. Censura tem tudo a ver com moralidade e respeito, apesar de ter sido ousada pelos militares com outras intenções. Em relação às piadas homosexuais, acho que vc não entendeu o que falei. Experimenta fazer um vídeo tirando sarro de gays (em vez de colocar Jesus no meio) e veja quanta gente vai querer censurar seu vídeo. É claro que eu sei em que mundo vivo, meu caro Giovanni. A única diferença é que vc acha que o mundo tá melhorando, eu eu acho que só piora. Onde vamos parar?? Boa pergunta!!!

      Excluir
    14. Meu caro Giovanni,

      Se vc acha que sou a favor da ditadura, está muuuuuuito enganado!! O que tem a ver ditadura com valores morais? Vc sabe me dizer de onde vêm os valores morais? Nunca houve na minha família um militar e posso te garantir que todos nós fomos criados com valores morais excelentes. Vc sabe para quê serve a censura? Apenas para proteger as pessoas, apesar de ter sido usada durante a ditadura com outra finalidade. Exemplos: se no meio de um desenho infantil aparece uma cena de sexo, tem que ser censurada para proteger as crianças. Se ue fizer um vídeo de uimor falando mal da mãe do seu vizinho, vc também vai achar que tem que ser censurado, certo? Mas, sendo um vídeo sobre Jesus, é claro que não deve ser censurado, não é mesmo? Eu sei muito bem o mundo que que vivo, meu caro. É seu direito achar que um mundo cheio de promiscuidade, futilidade, desrespeito e uma imprensa absolutamente anti-Deus é legal. Tudo bem. Só não vem falar que valores morais têm a ver com ditadura, porque eles existem desde que o homem foi criado, certo??

      Excluir
    15. Valores morais não existem desde que o homem foi criado. São uma construção social, variando bastante de uma sociedade para outra. E ninguém precisa de religião para ter valores morais. Pelo contrário, o que mais temos visto ultimamente é gente fazendo coisas imorais em nome da religião.

      Você está pintando um quadro muito pior do que a realidade. Atualmente já existe classificação por idade na programação da TV, portanto ninguém vai colocar sexo no meio da programação das crianças.

      E quanto à censura, acho que você precisa descobrir o que é democracia. Numa democracia não precisamos ter o governo definindo arbitrariamente o que vai ao ar ou não. Usamos nossa liberdade expressão, e quem se sentir ofendido tem todo direito de reclamar, inclusive pelos meios judiciais.

      Quanto à mídia, tem pra todos os gostos. Se as pessoas preferem um tipo ou outro, o que você pode fazer? Conheço uma TV ótima, que não incentiva a promiscuidade nem é anti-Deus: a Rede Vida. Assista a Rede Vida ou Rede Gospel ou Rede Boas Novas e deixe os outros assistirem o que quiserem, afinal cada um toma conta da própria vida, não é mesmo?

      Em favor das redes infiéis e promíscuas, só tenho a dizer que assisti a vida inteira e nunca virei criminoso por causa disso. A maioria dos brasileiros também não.

      Excluir
  3. É uma alegria ver um novo talento ser assim amplamente reconhecido, ainda mais sendo um grupo, o que ressupoO tipo de humor deles também é animador, é bastante político sem deixar de ser divertido, um tanto anárquico, mas sem tripudiar de deficientes físicos, sem mulheres bundudas ou bichas caricatas.
    E como não bastasse, a temida crítica de teatro Barbara Heliodora - 90 anos, shakespeariana de carteirinha, tradutora do bardo - ainda fez os maiores elogios ao desempenho do porta Rafael Infante na peça Rain Man, em cartaz no Rio.

    ResponderExcluir
  4. calma lá, comedia mtv era muito bom, humor inteligente e fazia rir pacas!!! nao acho que porta dos fundos seja melhor, acho sao tipos de humor diferentes.

    ResponderExcluir
  5. Só eu no universo inteiro acho Fabio Porchat um chato, fraude, pinçador de coisas dos outros e ainda por cima 'divo' ? Já escutei ele se achando por 35 min. numa entrevista e confirmei tudo de negativo about, nunca será Miguel Falabella. Comédia Mtv era fodástico além do SNL do Rafinha Bastos que pouca repercussão teve por conta do horário ingrato que ía ao ar na ridícula RedeTv... Hj em dia não dá p/ rir c/ nada em tv aberta, querem fazer povo brasileiro cometer suicídio por indução ao tédio das piadas de 1910 adaptadas pela enésima vez para os anos 2010.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não consigo gostar de Porchat. E antes que Tony reclame que é moda bater nele e no Porta dos Fundos, eu digo o contrário: quando se trata de humor, é raro encontrar um fenômeno tão unanimemente incensado como eles são. Pra mim, o PdF ser a melhor coisa da última década é uma triste evidência da profunda recessão por que passa nosso humor audiovisual (o da internet, de textos e imagens, vai muito bem obrigado).

      Acho que Porchat é ótimo como marketeiro e comentarista social, mas não como humorista. Ainda não aprendi a rir só por empatia, e também não me satisfaço com um sorrisinho de monalisa. Espero um pouco mais de elaboração quando o assunto é humor. Acho que conseguiria ver 100 episódios do PdF sem dar uma só gargalhada espontânea, daquelas que você não consegue segurar. Espero que isso se deva ao fato de o ritmo de produção deles ser corrido demais, e não ao fato de os textos serem fracos e os atores piores ainda...

      Mas pera... Lembrando da sequência de péssimas comédias que essa turma tem lançado no cinema, parece que a qualidade anda em baixa mesmo... Cilada.com, Muita Calma Nessa Hora, Os Penetras, O Concurso... A sorte deles é que muita gente não liga se a piada está surrada ou requentada, e ri do mesmo jeito. Como sou otimista, espero que no cinema isso seja apenas um degrau: primeiro crescemos em público e lançamentos, depois cresceremos em qualidade.

      Excluir
    2. @Seraphyna e @Giovanni - Concordo com tudo tb, mas no elenco do PdF tem um lá que eu sonhava dar uns pegas hardcore: aquele tesudinho do Gregório Duvivier, acho que ele é potencialmente bi...

      Excluir
  6. Quando que vai ter epub disponível, "Eu quero chavuscar a buça, quero cutucar o colo do utero..."

    ResponderExcluir