quarta-feira, 17 de julho de 2013

O QUE TEMOS HOJE PARA O ALMOÇO?

Estudos modernos comprovam que os romanos não perseguiam sistematicamente os cristãos, nem os submetiam a torturas indizíveis. Houve de fato perseguições, mas pontuais e de curta duração: o Império Romano costumava ser muito tolerante com as religiões de seus súditos. Mas a Igreja primitiva multiplicou seus mártires como estratégia de marketing, e foi plenamente bem-sucedida. Uma tática parecida é usada pelos neopentecostais contemporâneos: os pastores procuram convencer os fiéis de que correm perigo permanente. Tem sempre alguém querendo fechar as igrejas, proibir seus cultos ou obrigá-las a fazer coisas contra a própria doutrina, como casar pessoas do mesmo sexo. Enquanto disseminam internamente este complexo de perseguição, o discurso externo é outro: "estamos crescendo, nos multiplicando, e em breve seremos uma maioria esmagadora que imporá o reino de Deus no Brasil e no mundo". É uma técnica de intimidação, frequentemente usada pela bancada religiosa. Mas a realidade não resplada essas ameaças. As marchas evangélicas estão atraindo bem menos gente do que há apenas um ano, e supostas potências como a Universal ou a Mundial vêm encontrando sérias dificuldades para expandir seus impérios. Um fenômeno semelhante aconteceu nos Estados Unidos, onde, esta turma vem sofrendo sucessivas derrotas políticas depois de décadas de crescimento. As explicações são muitas: o aumento do nível de educação, os escândalos financeiros e sexuais e a própria demografia. Sei não, mas suspeito que o auge do "povo de Deus" também já passou no Brasil. O vexame da "cura gay", a aproximação dos governos ao movimento LGBT e o faturamento em queda desmascarou as bravatas de alguns líderes evanjas, deixando-os mais expostos que cristãos na arena dos leões. Bom apetite.

32 comentários:

  1. Fiquei mais otimista ao ler isso, Tony. rs Obg!

    ResponderExcluir
  2. Quisera ne Tony!, torcendo pros evanjas se fuderem, mas no brasil....ontem dilminha orando junto com a bispa sonia foi de vomitar pelo cu, e ainda por cima disse que a tal bispa e' uma mulher muito respeitada e famosa, sim! muito famosa ela o e', porem respeitada...so se for pelos evanjas dela, manda ela dar uma passeada pelos EUA, duvido que ela consiga a tal da visa, kkkkkk

    Caralhos me comam!!! essa dilminha nao tem principios!!! joguei fora minha carteirinha vermelha do pt.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não faça isso, se não a Shirley Love vai ficar marketando sozinha o PT nos nossos cérebros.

      Excluir
    2. ~ aulinha grátis de português ~

      *senão (juntinho)

      Rsrssrsrs

      "a tal da visa"? OMG. "Da visa"...

      Excluir
    3. Legal ter sempre um leitor que é a intelêngia pura, para dar aulinhas grátis de português, néam gentchy?
      Da mesma receita contra homofobia, mais PESCOÇO pra ele!

      Excluir
    4. Gayvota Aço-Inox18 de julho de 2013 17:43

      Aí avatar de via láctea, na real, muitos de nóis fala errado porque quer, tá ligado? Firmeza mano que essa tua neurose ortográfica é um problema todinho seu, e não há de ser nada que um bom membro cilíndrico não possa fazer.

      Excluir
    5. O problema da bicha Joaninha é só um: FALTA DE UM CARALHO PARA CHAMAR DE SEU.

      Tanta amargura, tanta chatice, tanta....

      Excluir
    6. Nossa, que baixo nível...

      Chegamos aos lençóis freáticos (se não sabem o que são, joguem no Google, rs).

      Excluir
    7. Eu sei que a palavra é proibida, porém... tudo que restou pra MARICONA, foi conjugar verbos, direitinho.
      Vestida de azul e branco
      Trazendo um sorriso franco
      Num rostinho encantador
      Minha linda normalista
      Quanto aos lençois freáticos, deixemos isso para Karl Therzaghi.

      Excluir
    8. Ai, também não sabe usar vírgula...zzzzz

      Excluir
    9. Vou pedir a Dilma que lance o programa Meu Dildo Minha Vida, cujo objetivo será dar um "consolo" às bichas feias e mal amadas.

      Joaninha, você será a primeira beneficiada.
      Fica tranquila fia.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Vc é muito bonitinho, Lucas. Pena que mora tão longe...

      Excluir
  4. Quanto mais insuportável a vida na Terra,mais gente buscando refúgio ou nas drogas ou nas religiões.

    ResponderExcluir
  5. Aqui no Rio tá um clima de "Papa-folia". Hoje no metrô tinha uns cubanos dançando e cantando alto, tal qual os bêbados fazem no carnaval.
    Não sei como chamar isso: Carna-Chico? Mica-Papa?

    ResponderExcluir
  6. Não é bem assim. O IBGE mostra que na Zona Sul carioca e nos Jardins os evangélicos são minoria ínfima, mas em compensação nas periferias das grandes cidades são maioria.
    E, para esse mercado consumidor iletrado, carente e marginalizado, os Felicianos, Sonias e Edirs são produtos sob medida, com todas as boçalidades inerentes. Mas na hora da eleição eles votam juntos e em quem o pastor mandar, daí a porra dessa bancada numerosa.

    a nível de fofoca: o Felixiano odiou que a Dilma tenha recebido o Crivela e suas Pastoras [Ataulfo Alves que perdoe], entre as quais aqueles peitinhos lindos e aquela xereca mimosa da Mara Maravilha. Debochou e meio que ameaçou a cadente Dilma de deixa-la mais sozinha do que já se encontra. Será que há muito racha nessa bancada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O próprio IBGE mostra uma redução considerável no número de fiéis da IURD entre os censos de 2000 e 2010. A Universal diminuiu quase 25%, enquanto que a população brasileira não para de crescer. Um reflexo disto é a crise da TV Record.

      Enquanto isto, sua dissidência (e grande rival), a Mundial, deu passos maiores que as pernas e também enfrenta problemas de fluxo de caixa. E só não é processada por charlatanismo (vende toalhinhas milagrosas, etc.) porque não há vontade política.

      A Marcha pela Família do dia 5 de junho, convocada pelo Malafaia em Brasília, reuniu 40 mil pessoas quando eram esperadas mais de 100 mil. O evento divulgou como suas fotos do aniversário de Brasília de 2008, quando a Esplanada dos Ministérios ficou lotada, mas a farsa foi desmascarada.

      A Marcha para Jesus paulistana atraiu 40% menos gente que a do ano passado...

      Muitos evangélicos agora "flutuam" entre igrejas diferentes, e não pagam o dízimo a nenhuma delas (rs). Também há evangélicos sérios que rejeitam Feliciano, Malafaia e a fama de voracidade pecuniária que muitas denominações conquistaram para si mesmas.

      Faz parte do marketing dos neopentecostais passar a impressão de que são imbatíveis. Não são. As manifestações de junho mostraram que nnao são tão fortes assim. E, apesar da fachada de união, há muita rivalidade entre eles (porque disputam o $$$ dos mesmos fiéis). Taí o chilique do Feliciano por causa do encontro de Dilma com cantoras gospel (politicamente inócuo - só serviu para apaziguar os que reclamaram do encontro da presidente com lideranças LGBT).

      Muitos parlamentares evanjas serão reeleitos, mas a força política deles já não é mais a mesma. Nos EUA foi a mesma coisa. Vamos acompanhar o desenrolar dos acontecimentos...

      Excluir
    2. Por isso os pobres são mais felizes e os ricos depressivos.

      Excluir
    3. Gayvota Aço-Inox18 de julho de 2013 17:47

      Fato mesmo, vê a crise que o canal de tv da universal - recópia - tá passando... de março até agora já foram p/ rua sem lenço e sem documento mais de 500 funcionários... Há algo de podre no reino do EDY e, me perdoe o trocadilho, mas não é nem cheque nem hemorroida, shuahahushaa...

      Excluir
    4. Não sei se você leu alguma coisa sobre, mas no ES o bicho está pegando para ao lado da Igreja Maranata,uma neo-pentecostal. Vários pastores presos devido desvio de dízimo na casa dos milhões, entre outras coisinhas mais. Quase todo dia o Jornal A Gazeta traz uma matéria sobre a Maranata.

      Excluir
    5. Li sim, e aposto que o desvio dos dízimos da Maranata deve se repetir em muitas outras igrejas. Mas falta vontade política para investigar...

      Excluir
  7. Concordo com você, Tony. A relação custo benefício não é mais a mesma de outrora. A decadência chegou pra eles. Malafaia até liberou o cu das donas de casa, seus maridos já podem lamber-lhes a xoxota, e elas, quando não estão entubando uma, podem chupar à vontade. É o novo evangelismo neo penteca em ação. Tudo pra aparecer na Globo. Na moral.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E hoje o Malafaia no Programa do Bial?

      Excluir
  8. Governo próximo do movimento LGBT e evangélico desprestigiados. Será mesmo? Que tal a Dilma recebendo a Bispa Sônia, Damares e todas as amigas da Cleycianne para orar pelo momento difícil que o Brasil está passando? Que tal Dilmão chorando e cantando com a Mara Maravilha a música "Sabor de Mel" do CD "Apocalipse"? Juro que não é piada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas isto foi só uma "photo opportunity". Dilma não prometeu nada, ainda mais porque eram apenas cantoras. Não estou querendo livrar a cara da presidente, porque ela já traiu os LGBT várias vezes. Mas sinto que o pêndulo está vindo para o nosso lado (posso estar enganado).

      Excluir
    2. Gayvota Aço-Inox18 de julho de 2013 17:54

      Dona Rousseff como todo ser político - não seria animal político, um rato? - quer PODER que rima com FODER com os demais, pra isso são capazes de abraçar velhos com alzheimer terminal na fila do sus, crianças da caatinga que morrerão sem água ou até mesmo mesmo LGBTs que morrem mais que pernilongos alvejados com inseticida nos dias atuais... Não se iludam, no more illusions, sou muito Scarlet O'Hara nestas questões sociais hoje em dia, não é qualquer lugar que a gente mora, é Brasil, e aqui as mudanças são muito leeeentas, devaaaaagar quaaaaaase paraaaaando...

      Excluir
  9. Aliás, complementando meu comentário sobre a Papa-folia que está rolando no Rio, também achei a Marcha para Jesus com uma cara de Micareta para Jesus. As pessoas não pareciam estar lá exatamente para "louvar e adorar". O povo tava mais pela farra. QUASE uma versão crente da nossa parada gay.
    Tanto que ganhei mais risadas e simpatizantes com o meu cartaz de "SDDS DO SEU RABO" do que reações hostis.

    Sério! Eu sobrevivi! Invadam a próxima marcha pra Jesus também!!!

    ResponderExcluir
  10. Queria ser otimista assim.

    ResponderExcluir
  11. O mio babbino caro
    Pois é. Creio que a questão principal, é que somos LGBT enquanto eles estão combatendo oque somos. Pobres neopentecostais, já estive nas Marchas para Jesus, e em Vigilias em Cristo, enfim. Em grande número, as mulheres estão lá por causa de seus homens, e os homens estão lá para se segurar, ver se deixam de usar cocaina ops. Além dos demais itens conhecidos: dízimo, mercado, falta de cultura etc.. Quando são possuidos pelo "Espirito Santo", nada mais é senão uma versão genérica, empobrecida, do nosso maravilhoso Candomblé; e vê-se todos: Yansãs, oguns,exus,xangos,Oxuns...maltrados sem suas Ekedis e seus Ogãs. Nada mais além daquilo tudo que já sabemos, sobre esses infelizes, que como você já apontou, viram em nossa comunidade LGBT, a possibilidade de algum sentido às suas vidas...Não creio que temos muito oque fazer, senão ter paciência e ver esses pobres diabos serem tragados pela breve historia, por nós já conhecida em outros lugares onde se manifestaram.

    ResponderExcluir
  12. Saiu uma nova pesquisa do Datafolha dizendo que os católicos no país são 57% agora. Achei muito estranho, pois há pouco em 2010 o Censo dizia serem 64% e que os evangélicos agora são 28%, ante 22% em 2010.
    Achei este crescimento muito elevado para pouco tempo e até mesmo preocupante se for verdade. Bom, foram entrevistadas quase 4.000 pessoas e o Censo entrevista muito mais tendo uma aproximação maior da realidade. Para mais informações acesse: http://g1.globo.com/jornada-mundial-da-juventude/2013/noticia/2013/07/populacao-catolica-cai-de-64-para-57-diz-datafolha.html

    ResponderExcluir