domingo, 23 de junho de 2013

OS AMPUTADOS

"Ferrugem e Osso" é um título duro e doído para um filme idem. Uma das tramas do roteiro é baseado num episódio recente da vida real: Marion Cotillard faz uma treinadora de baleias assassinas que tem ambas as pernas arrancadas por um de seus bichos (quer dizer, na vida real foi ainda pior - a moça morreu). O choque, o desespero e a paulatina retomada do cotidiano são retratados de maneira impressionante por aquela que é a maior atriz francesa do momento. Sem falar que os efeitos especiais são tão incríveis que a gente esquece que são efeitos: parece até que Marion sacrificou mesmo suas duas pernas por amor à arte. Mas o verdadeiro portagonista do filme é o brutamontes vivido pelo belga Matthias Schoenaerts, que vai deixar muita biba suspirando por uns sopapos. O cara tem bom coração e tenta fazer o melhor pelo filho pequeno, mas suas limitações como homem sempre o metem em apuros. Assim como a namorada que teve as pernas amputadas, ele também carece de foco e maturidade. Suas atitudes irresponsáveis acabam por machucar quem está em volta, no corpo e na alma. O diretor Jacques Audiard - que foi indicado ao Oscar pelo violento "Um Profeta" - fez aqui um filme lindo, cheio de elipses e planos emocionantes (o reencontro silencioso de Marion com uma de suas baleias é cinema em estado puro). "Ferrugem e Osso" é uma porrada.

4 comentários:

  1. Muita vontade de ver esse filme! Amo Marion Cotillard!

    ResponderExcluir
  2. E a trilha sonora é fantástica!

    ResponderExcluir
  3. Eu já estava louca pra ver esse filme e fiquei ainda mais depois de ver "Bullhead".

    ResponderExcluir