sexta-feira, 28 de junho de 2013

ORGULHO E PRECONCEITO

Gentem, eu nem lembrava que hoje, 28 de junho, é o Dia do Orgulho Gay (talvez porque para mim TODOS os dias sejam de orgulho gay, hahaha). Para quem não sabe a razão da data, sugiro uma rápida googlada: é dever cívico de todo LGBT consciente saber que hoje se comemora o aniversário da revolta de Stonewall, quando as bichas que frequentavam esse bar em Nova York, em 1969, se cansaram de irem presas pela polícia e responderam com paus e pedras. Esse acontecimento é o marco zero do moderno movimento pelos direitos igualitários, que deu origem a ONGs, paradas, festas e muitas, mas muitas conquistas mesmo. Uma delas está aí em cima: Dilma Rousseff finalmente tirou uma foto com a bandeira gay e alguns dos nossos principais militantes, depois de anos fazendo a Nefertiti. Não sei há quanto tempo que essa reunião estava marcada e claro que tem o dedo da ministra Maria do Rosário, mas será que a presidente criou culhão só depois das manifestações que se espalharam pelo Brasil? Uma coisa ficou clara para mim: o Infeliciano se aproveitou do momento para aprovar a "cura gay" na CDH, achando que ninguém iria prestar atenção. Mas o tiro saiu pela culatra, e o projeto não só ganhou os cartazes nos protestos como virou mote de gozação a nível nacional. Num primeiro momento o pastor chegou a ameaçar o governo com a rebelião dos parlamentares evangélicos, mas rapidinho enfiou a viola no saco. Agora está se fazendo de vítima, mas já admitiu que a "cura" está desenganada. O clamor das ruas aniquilou-a. Será que foi esta mudança de clima político que animou Dilma a receber as liderancas homossexuais? Não sei, mas desconfio que tem um país diferente pondo a cabeça para fora. Espero não estar enganado.

32 comentários:

  1. Segundo o que li em sites, a Dilma se comprometeu a criar políticas públicas para melhorar a vida dos LGBTs e nisso inclui o combate á violência e aprovação do PLC 122. Vamos ver se o Paulo Pain e ela não vão fazer corpo mole e acabar com a última chance dele ir para frente. Acho que com tantas revoltas e pelos evangélicos em geral estarem se contrapondo ao governo dela, ela deve ter acordado e começado a por em prática o que pessoalmente acha mais razoável. Isto porque antes era só motivação do poder pelo poder, ou seja, mesmo que fosse a favor de mudanças, se esquivava para não ameaçar o mandato. Espero que haja mesmo uma profunda mudança positiva, é esperar para ver.

    ResponderExcluir
  2. Viu que saiu selinho gay em Entre Tapas & Beijos? Os ventos estão mudando. Aos poucos o fiel da balança está virando. Acho pela primeira vez a gente começa ter noção de como pensa o Brasil todo. Esses protestos estão mais confiáveis que o Ibge.

    ResponderExcluir
  3. Não consigo esquecer do kit gay que ela jogou fora e disse que era propaganda da opção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade. Dilma rifou os gays na esperança de agradar os evangélicos e salvar o Palocci, mas não deu certo. Palocci caiu...

      Excluir

    2. Tony, vc viu esse lindo depoimento que a rede Globo exibiu na ultima quinta-feira?

      http://globotv.globo.com/rede-globo/mais-voce/v/veja-as-fotos-de-bruno-astuto-com-o-namorado-o-estilista-sandro-barros/2658416/

      http://globotv.globo.com/rede-globo/mais-voce/t/editorias/v/com-noivado-marcado-astuto-recebe-recado-voce-roubou-meu-coracao/2658425/

      Excluir
  4. Mas a revolta não é comemorada no dia da luta contra homofobia? Ah Tony, é data demais!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, o levante de Stonewall aconteceu no dia 28 de junho de 1969.

      O Dia de Luta contra a Homofobia é comemorado em 17 de maio porque foi neste dia, em 1990, que a Organização Mundial da Saúde excluiu a homossexualidade da lista das doenças.

      Excluir
  5. Foi só a necessidade de tentar mostrar algum trabalho e salvar a reeleição mesmo...

    ResponderExcluir
  6. Que barulho é esse Tony ?

    Ah... Já sei!
    É o som dos evangélicos homofóbicos se estrebuchando no chão de raiva.
    Já já vem o contra ataque.

    A nossa presidentA, deu um passinho, mas não o suficiente para reaver meu voto.
    O fato dela ter vendido a cidadania dos gays para bancada evangélica ainda não consegui esquecer.

    Se juntassem todas as pessoas que se manifestaram até agora não daria 10 por cento das pessoas que saem nas paradas gays pelo Brasil todo ano, talvez não daria nem uma parada gay de São Paulo.
    E sempre fomos ignorados por elA e pelo legislativo.
    Nosso protesto sempre foi pacífico, bem humorado e divertido. Talvez esse seja o erro. Não nos levaram a sério.
    Tem que sair berrando na rua, com cara fechada, ocupar um orgão público e ter uns 20 vândalos infiltrados no meio da manifestação para poder ser ouvido.

    ResponderExcluir
  7. Tony eu, particularmente, achei que esse projeto fez um bem enorme...ao visual desse félixciano. tá bem menos pior agora que do que naquela chapinha mal feita da ponta ressecada e sobrancelha mal desenhada. Não tá um Cher Bono mas melhorou.
    Mas deviam era ter pedido pra Dilma segurar na bandeira, né mesmo?!

    ResponderExcluir
  8. *Chaz Bono,
    falar em Cher até ela se pronunciou contra o tal enviado de...quem mesmo?

    ResponderExcluir
  9. Meu sonho é ver essa rebelião-do-povo-de-deus. O que eles fazem? as mulheres raspam o sovaco em protesto?

    ResponderExcluir
  10. Shirley Love - Petista Convicta28 de junho de 2013 23:47

    Viu, Tony?

    O PT jamais decepcionaria.


    VIVA O PT!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O PT já decepcionou tantas vezes, mas TANTAS...

      Como eu disse alguns comentários acima, Dilma não teve o menor prurido em rifar o mal-apelidado "kit gay" quando queria o apoio dos evanjas para tentar salvar o Palocci. E não adiantou nada!

      Excluir
    2. O PT jamais decepcionaria você, Shirley Love, que, ao escolher esse nome de guerra, já mostrou o alcance de sua mente.

      Excluir
    3. Pra resumir a história: eu ERA PTista (não filiado, apenas votava sempre nos candidatos deles) até a eleição de Lula em 2002. Vi algumas melhorias no 1º ano, mas logo depois, os milhares de escândalos e a manutenção de diversas políticas do FHC me fizeram perceber que é um partido formado por seres humanos e, portanto, sujeito a falhas humanas igual aos outros (PSDB included). E ele também é um microcosmo de uma democracia. Tem várias correntes dentro dele mais radicais e mais brandas lutando pelo poder. Falar que o "O PT faz isso no país" é igual a dizer que "Israel persegue os palestinos tal qual os nazistas perseguiram os judeus", quando na verdade é a ultra-direita de Israel que suja o nome do país. É verdade, ambos estão no poder porque foram eleitos. Mas no fundo olho situação e oposição como 2 lados da mesma moeda que se alterna no poder sem diferenças radicais. Por enquanto, os 10 anos de PT (e precisamente o governo DIlma no qual NÃO votei - estava viajando - têm se mostrado levemente melhores que os anos FHC. A diferença sutil é eu vejo no PT um plano de governo realmente comprometido com erradicação da pobreza e redistribuição de renda, E antes que alguém diga que isto é populista, lembre-se que menos gente pobre é mais gente movimentando a economia. Isso é bom para todo mundo.

      Excluir
    4. Shirley Love - Petista Convicta30 de junho de 2013 16:27

      Anônimo, pelo menos eu tenho nome, né??? rsrsrs

      Daniel, vc é o máximo!!!!! :) Isso aí!

      Shirley <3

      Excluir
  11. Parece que não foi só a Presidenta que "saiu do armário". A Maravilha também!

    http://www.homorrealidade.com.br/2013/06/mara-maravilha-tenta-se-defender-e.html

    S2

    ResponderExcluir
  12. Para descontrair - o garotinho foi adotado por um casal gay, o pai leva o garotinho para tomar banho junto, o garotinho olha o pinto do pai e diz , nossa papai como você tem o pinto grande, o pai diz isso porque você não vu o da mamãe (kkkkk) abraços .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que quadro melancólico de comentários.

      Excluir
  13. Acho que está faltando os gays fazerem o que os evangélicos fizeram, eleger uma bancada de uns 80 deputados federais. Acho que só assim para não sermos tratados como 5a opção na hora de receber apoio.

    ResponderExcluir
  14. Eu Era F.i.s.t.ado no Show Os Leopardos30 de junho de 2013 02:57

    Oportunismo político, Dilma se compromete c/ tudo e qualquer coisa. Se vai dar tempo dela realizar ou não já são outros quinhentos... Preeeeguiça de vocabulário de palanque político e reunião, duas retóricas que desde que nasci não resolvem porra nenhuma nesse pau brasil. Melhor coisa gerada pelo 28 de Junho foi nosso orgulho de se dizer gay, de falar p/ melhor amigo que dar o koo é óteeeemo, de chocar mamis e papis com a VERDADE temida por reaças mas necessária, e finalmente aquele disco em inglês do Renato Russo, o The Stonewall Concert que marcou o outing de muitas zamigue.

    ResponderExcluir
  15. Rapazes, quando se fala em tiro sair pela culatra confirmo que disso nos gays entendemos muito bem, além de só ficarmos vendo a G , somos péssimos estrategistas e mau articulados, o infeliciano perdeu a proposta de "cura gay" mas com certeza com tanta promoção que fizemos dele, ele ganhará para qualquer cargo que se eleger, isso é estratégia. Perder as vezes promove mais que ganhar e parece que os gays não entenderam e ficam comemorando um batalha perdida e não ganha. alouuu vamos acordar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Qualquer cargo" acho que não. O Infeliciano está com a reeleição como deputado federal mais do que garantida no ano que vem, SE as regras eleitorias continuarem as mesmas - se vier o voto distrital, é capaz que ele tombe.

      Já como senador ele não tem a menor chance. Muito menos para cargo no executivo: só se for para prefeito de cidade pequena, mas duvido que ele esteja interessado nisto. Fica tranquilo, de deputado ele não passa.

      Excluir
    2. E sua idéia brilhante nessa situação não tomou corpo?

      Excluir
    3. Tony, o que você acha do voto distrital? Li um pouco a respeito e deixei de achar que é essa panaceia que tão vendendo...

      Excluir
    4. Acho mais justo que o nosso sistema atual. Funciona muito bem nos Estados Unidos e em outros países.

      Claro que tem defeitos: pode lotar o Congresso de gente preocupada só com suas comarcas, sem visão nacional, e dificulta a eleição de um representante das minorias.

      Poderíamos fazer como na Alemanha, que adota um sistema misto.

      Excluir
  16. Quanta gente feia....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que as bonitas preferem ficar nas saunas, nos Grindrs da vida, etc. Aí quando conseguem um direito, ficam todas felizes, mas não lutaram nada por ele.

      Excluir
    2. Gira$$$$ol agora, só no próximo ano bonita.

      Excluir
    3. Enquanto isso as bonitas continuam fazendo HI...storia nos seus ambientes.

      Excluir