domingo, 9 de junho de 2013

OFRA ARRASA

Um amigo me mandou esta tarde o link para um vídeo curioso: Ofra Haza, aos 21 anos de idade, cantando na TV israelense aquele que viria ser o maior sucesso de sua carreira, "Im Nin' Alu". O programa é de 1978, mas passaria por 1958 tranquilamente. Para quem não está ligando o nome à p'ssoa: Ofra foi a primeira estrela internacional nascida em Israel. Reza a lenda que seus pais emigraram a pé do Iêmen para a Terra Santa, e ela já era bastante conhecida em seu país quando DJs londrinos se meteram a remixar "Im Nin' Alu" em 1988. A música (na verdade, um cântico religioso do século 17) estourou no mundo inteiro e Ofra cantou até mesmo na Hebraica, em São Paulo. Engraçado como o vídeo acima parece pré-histórico, e não só por causa do preto-e-branco, enquanto que o de baixo, apenas 10 anos mais novo, ainda passa por atual. A cantora morreu de AIDS em 2000 - dizem que foi contaminada pelo próprio marido, que era usuário de drogas e morreu de overdose pouco tempo depois. Mas seu legado sobrevive. "Im Nin' Alu" toca por aí até hoje e chegou a ser incluída no show "Confessions" da Madonna. Ofra Haza foi uma pioneira da "world music" e abriu os ouvidos de muita gente para os sons do Oriente Médio. Inclusive os meus.

6 comentários:

  1. Ah, Tony... vc me deixou triste agora. Não sabia que ela tinha morrido.

    ResponderExcluir
  2. Palestina Libre! Fora invasores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VAI TOMAR NO CU , VERME , EXCREMENTO DE TERRORISTA

      Excluir
  3. Eu me lembro exatamente onde estava quando ouvi Im Nin' Alu pela primeira vez e fiquei paralisado. Na Túnel do Tempo, em São Paulo.

    ResponderExcluir
  4. curioso que lembrei dela outro dia, nem sei pq; e joguei no youtube numa vibe 'por onde anda'... e também descobri que ela tinha morrido. mas tão triste quanto foi ler à respeito de sua morte, foi saber que apesar de toda fama e talento sua vida foi bem difícil, problemas com a família, a religião e esse péssimo casamento; parece que a presionavam a ter uma vida calma e religiosa e não a de uma pop star. até sua morte foi complicada, sua autópsia foi cercada de sigilo.
    e mais triste ainda foi ler que esse marido teria sido seu único homem.

    ResponderExcluir
  5. SEMPRE GOSTEI DAS CANÇÕES DE OFRA, SUA MUSICA TEM UM MISTICO DE DOÇURA E LIBERDADE, AMO SUAS CANÇÕES E VOZ... OS VERDADEIROS POETAS DESTE MUNDO SÃO TOMADOS CEDO DEMAIS...

    ResponderExcluir