quarta-feira, 15 de maio de 2013

BANHO DE LOJA

Muita gente está se escandalizando com as declarações do CEO da Abercrombie & Fitch, que não quer gente gorda ou feia usando as roupas da marca. O cara só verbalizou o que é prática corrente entre muitas grifes. Até mesmo aqui no Brasil, nesses tempos de "nova classe C", é comum que vendedores de lojas metidas digam que a peça solicitada acabou naquele número, se o comprador não se encaixar nos padrões desejados. Mas os tempos são outros. Hoje todo mundo quer ser "incluído", seja lá no que for. O vídeo acima pode fazer um estrago daqueles no "branding" da A&F, que no fundo sempre foi uma marca brega. Mas cabe a pergunta: ninguém vai protestar contra a Louis Vuitton, que prefere incinerar os produtos encalhados do que vendê-los em liquidação?

16 comentários:

  1. A A&F nada mais é que uma representação bem tangível da cultura dos jocks e bullies americanos. Segue as mesmas regras e contratos sociais. O mais interessante, na minha opinião, é como alguns adultos se recusam a crescer e continuam a venerar a marca como se ela validasse a inclusão deles nesse grupo jovem universitário. Vide o peter pan CEO da empresa que jura que faz parte desse mesmo público-alvo da marca, quando mais parece um travesti de tanto face lifting.

    Mas assim como a A&F finge que recusa os que não conformam com sua identidade (é só ir na loja pra conferir que eles têm sim tamanhos bem grandes), as marcas de luxo fazem o mesmo e fingem que não tem liquidação. Mas na verdade, as peças da LV passam por milhares de liquidações para funcionários e amigos antes de serem finalmente incineradas. Ou seja, não sejamos inocentes, o nome do jogo é LUCRO!

    ResponderExcluir
  2. Unknown sabe demais. A&F é o erro, muito boa a ideia do vídeo.

    ResponderExcluir
  3. As únicos que compram A&F são adolescentes e gays com crise de idade. Se vc ver um homem com mais de 30 anos usando A&F pode ter certeza de que ele é gay.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se vc "vir" um homem...

      http://www.conjuga-me.net/verbo-ver

      Excluir
  4. Eu mesmo tenho um blusão militar XL da A&F leeendo... também acho que é meio lenda isso. Agora esse CEO é um cão chupando limão hein? Ele é tudo o que ele prega contra...

    ResponderExcluir
  5. O nome do jogo é "biringela"!

    ResponderExcluir
  6. Preguiça de beesha AF e Huóllister. Essa modinha americanizada com "letters and numbers" para acreditar que você faz parte do time do colégio em algum filme da Disney. Sempre foi UÓ, pior agora que você vai ao shopping e começa a contar quantas pessoas estão usando camisetas desse tipo. Nunca são menos de 20. Pelamor! Não tem como ser mais cafona.

    ResponderExcluir
  7. Não é a primeira vez que a AF se mete nessas. O luciano já até postou os esquetes hilários do madTV zoando a marca

    Mas TODAS são assim.

    ResponderExcluir
  8. Eu e meus amigos já estamos nos mobilizando para fazer o mesmo aqui no Brasil.

    É claro que não usamos mais essas roupas, né, então acho que vamos ajudar muito os necessitados.

    Adoro doar! Sempre ajudo as pessoas aqui do bairro, tipo os funcionários da padaria.

    Façam o mesmo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Acho que nao cabe o exemplo da LV. Os dois sao exclusoes mas a da LV doi menos.

    ResponderExcluir
  10. The Mimimi Generation.

    ResponderExcluir
  11. Vale doar pro porteiro? Em Salvador se eu abordar um homeless capaz de não voltar pra casa...

    ResponderExcluir
  12. Tony, já viu? http://abercrombiepopular.tumblr.com/

    ResponderExcluir
  13. LV É UMA DAS MARCAS MAIS CAFONAS QUE EXISTEM!! SÓ A PROPAGANDA E OS GRANDES MODELOS/ATORES/MUSICOS É QUE SALVAM A MARCA.

    ResponderExcluir
  14. Não vou defender a boçalidade de ninguém, mas acho que o CEO da A&F apenas explicitou aquilo que as outras marcas também fazem e querem, mas tem medo de declarar abertamente. Não vou entrar no mérito se as roupas da A&F são cafonas ou não, mas que elas (ainda) são objetos de desejo de muitos jovens, isso é inegável. Isso é resultado da política da empresa? Não sei, mas é algo para refletirmos. Bom, mas moda é algo passageiro e o tempo é o melhor professor. Logo surge algo que tira o reinado do atual presunçoso.

    Alias, eu vejo a mesmíssima linha de pensamento entre os consumidores da Apple, que nitidamente se consideram elite por consumirem um produto supostamente sofisticado, com um discurso que denigre os usuários de outros sistemas (windows, android, ou seja qual for).

    Se estamos horrorizados com as declarações do CEO da A&F é hora de botar a mão na consciência para vermos se já não tivemos posturas semelhantes em nosso circulo social.

    ResponderExcluir