terça-feira, 9 de abril de 2013

NOS BANHOS DE ROXELANA

Vir a Istanbul e não visitar um hammam é pior do que não subir na Torre Eiffel em Paris. Na torre não tem um turcão fortão esfregando você com uma bucha, nem estalando seus dedos um por um, nem lavando seu cabelo com shampoo. Quando estive aqui em 98 conheci dois bem antigos, antepassados das nossas saunas. Agora fui ao Hürrem Hakesi Sultan Hamami, a nova sensação da cidade, bem em frente à catedral de Hagia Sofia. O prédio foi construído no século 16 pelo badalado arquiteto Sinan especialmente para Roxelana, a favorita do sultão Solimão. Caiu em ruínas e, depois de uma reforma modernizante (que no entanto preservou as linhas originais), reabriu em 2011. Meu pacote dava direito a banho turco, massagem, esfregadas vigorosas e uma coisa que eu nunca tinha visto: um edredom de espuma morna, como este que aparece na foto. O turcão fortão enche um saco de pano num balde com água e sabão e depois espreme o conteúdo sobre o seu corpo, que fica parecendo o de uma estrela de cinema num comercial do sabonete Lux. Depois ele também espreme cada músculo do seu corpo, e é claro que há uma certa conotação erótica. Mas o que importa mesmo é a sensação de limpeza e relaxamento depois da sessão. Quero fazer todo dia.

11 comentários:

  1. li há muito tempo, que os turcos homens, todos, tem tendencias bi. o q vc acha?

    ResponderExcluir
  2. Que delicia heim, vi naquele programa da Band O Mundo segundo os Brasileiros o pessoal que vive na Turquia e um deles foi ao banho turco o cara que dava banho não era fortão mas uma graça!!!! Muito relaxante mesmo!!!!

    ResponderExcluir
  3. Aguardando seu post sobre aquela luta no óleo dos turcos.

    ResponderExcluir
  4. Seria legal se tivesse algum lugar assim no Brasil. Só que acho que logo ia virar uma p¨%$#@! geral, pois tem umas bees que não conseguem se controlar... :((

    ResponderExcluir
  5. Você aí nessa viadagem e o Senado francês aprovando a Seção 1 da lei sobre casamento homosexual, a que dispensa a indentificação de sexo para o registro dos[as] noivos[as].

    ResponderExcluir
  6. Mas que bundão tesudo, hein?!

    ResponderExcluir
  7. Tony, quando fui à Turquia conheci um hammam mais tradicional, o Çemberlitas. Convenhamos que o banho turco não é lá dos mais higiênicos, principalmente em razão das estruturas onde são realizados, vapor do local, etc.
    Realmente, esse "edredom de espuma" é bem interessante, porém não achei que há conotação erótica... ou será que não notei??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Çemberlitas foi um dos que eu visitei na outra viagem. Não achei pouco higiênico, só velho mesmo.

      E a contoação erótica vem da massagem, não propriamente do edredom de espuma.

      Excluir
  8. fui na cagaloglu mesma rua da cisternas. achei demais e algo que todo mundo devia fazer pelo menos 1 vez, antes de morrer. vc tem razão quanto a conotação, é bem estranho um barbudo seminu massagear sua coxa numa pedra quente. mas a massagem no geral, seja de homem ou de mulher, sempre terá essa conotação pela intimidade do contato. abs

    ResponderExcluir