terça-feira, 23 de abril de 2013

NA COVA DO RATO

Semana passada, Ratinho recebeu o Infeliciano no quadro "Dois Dedos de Prosa" de seu programa. Deu mais de meia hora para o pastor proferir os maiores absurdos e mentiras, sem contestar nenhuma delas. Mas também quis dar de equânime: repetiu que já havia convidado Jean Wyllys várias vezes, e que o deputado pelo PSOL-RJ nunca aceitou. Como o caldo está engrossando, Wyllys finalmente topou, e ontem lá estava ele diante das câmeras do SBT. Lúcido e esclarecedor como sempre, mas com menos da metade do tempo que o presidente da CDH teve uns dias atrás. Ratinho também parecia estar mais preocupado em cumprir tabela e pagar de imparcial, quando a gente está careca de saber que ele não é. De qualquer forma, é super importante que lideranças LGBT entrem no mano a mano com as camadas populares, mais permeáveis aos preconceitos e às difamações. Não adianta a gente ficar na torre de marfim: temos mais é que enfiar os pés na lama, se é para conquistar alguma coisa.

13 comentários:

  1. falou mto difícil...

    ResponderExcluir
  2. Admiro a autenticidade e coragem do Jean ao ser contra a redução da maioridade penal, mesmo com pesquisa Datafolha apontando que 93% dos paulistanos apoiam a medida. Apenas temo que este posicionamento gere reflexos e perda de simpatizantes da causa LGBT. Uma coisa nada a ver com a outra, mas até aí eu casar com um homem tb não tem nada a ver com a vida de ninguém e ainda sofre rejeição e arbitrariedade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha Ele faz parte de um partido de esquerda. Seria incoerente se fosse a favor da redução. Não acho que a causa perca com isso, não.

      Excluir
  3. dane-se o ratinho e o infeliciano, e vive la France! :)

    ResponderExcluir
  4. É isso Tony, esse ratinho é um farçante. Faz de tudo só para aparecer e se dar bem. Ele nos últimos anos vem se mostrando "tolerante" em relação ao assunto, mas antes nem sequer escondia, pois o tema não era tão evidente. Ele é um ruralista, escrachado e que envergonha o Paraná.

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que qualquer palco é palco... tem mais é que estar em todos os "programas". E, se pensarmos bem, o Ratinho não foi nem um pouco agressivo. O Jean tem que melhorar um pouco a dicção (rs). No mais, perfeito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ratinho estava desinteressado, por isso a não 'agressividade' com que conduziu o papo.

      Viram quando ele perguntou se existe mesmo homofobia? OLHA...

      Excluir
    2. Sou fã do Jean, mas também concordo com o anônimo, outra dica construtiva ele deve melhorar a dicção e a aparência ele pode e deve fazer isto.

      Excluir
  6. Concordo, Jean é super articulado, mas precisa aprender a falar para o povão.

    Tem de ser simples, direto, usar exemplos, parecer simpático.

    ResponderExcluir
  7. Tony, dê uma olhada no youtube ou no site do SBT a entrevista recente que a Rogéria deu pra Marília Gabriela. Acho que renderia um post legal.

    ResponderExcluir
  8. nojo eterno desse rato, não aguentei assistir a entrevista com o pastor dos infernos, por causa do tom de prosa persuasiva e falso-pacíficadora da conversa. minha vontade era pisar e cospir em cima.

    ResponderExcluir
  9. acho que o Jean tem que pensar em uma candidatura pra Presidente,é ousado,arrojado e é a hora pra isso,pra mexermos mais ainda com esse processo que agora não tem mais volta,é uma utopia? com certeza,não ganharíamos mas eu adoraria sair as ruas e ir a comícios fazer militância mesmo,marcar território!!!

    ANDRÉ L

    ResponderExcluir
  10. Concordo, ele e muito refinado, o fato e que grande parte da populaçao nao tem grandes niveis de escolaridade, a maneira de comunicaçao e outra.
    Sao Paulo e um mar de bichas publicitarias, e poderia ter uma maior organizaçao por tras do jean wyllys, imagem, comunicaçao com o publico e etc...
    Os malafaias da vida so conseguem ser escutados por que eles lidam com o grande publico, e sabe como domar.
    O fato e que gays criam cultura, a opressao faz isso, entao vamos montar um grupo de web desingners, publicitarios, advogados etc e ajudem-o ele pode ser o proximo milk,

    ResponderExcluir