quarta-feira, 24 de abril de 2013

A PRIMAVERA FRANCESA

Fica a dica para manifestantes, revolucionários e quetais: não batizem seus movimentos de "primavera", porque dá uma uruca danada. A moda começou com a Primavera Árabe, que já se arrasta há mais de dois anos sem que nenhum dos países envolvidos tenha alcançado um mínimo de estabilidade (democracia, então, ficou para as calendas). O exemplo mais recente vem da França, onde a extrema direita e os religiosos acharam que seria um charme batizar com nome primaveril sua campanha contra o casamento igualitário. Só que, como diria o pessoal do "Porta dos Fundos", essa cambada perdeu rude. A igualdade matrimonial foi aprovada pelo parlamento com uma margem de mais de 100 votos, e a França agora está na ilustre companhia do Uruguai, da Nova Zelândia e de várias outras nações civilizadas. Aliás, está difícil registrar tanto avanço: toda semana tem algum lugar novo entrando para a lista, inclusive estados brasileiros. Por isto, deixa os pastores falarem merda por aí. A primavera deles vai terminar no verão do amor.

5 comentários:

  1. Sempre tenho aquela fantasia de que na França todo mundo é culto, civilizado, avesso aos moralismos. Mania de achar que os personagens libertários, tão recorrentes no cinema e na literatura daquele país, representam bem o francês médio. Só quando acontece esse tipo de manifestação da direita é que me dou conta que em todo lugar do planeta tem gente ignorante e louquinha pra voltar à Idade Média.

    ResponderExcluir
  2. Muito jovem que é, você esqueceu da Primavera de Praga, quando os tanques e tropas soviéticas, lá pelo final dos anos 1960, entraram na cidade e acabaram com os sonhos de liberalização do regime, para a felicidade de Oscar Niemeyer e similares [Chico Buarque?].

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! A Primavera de Praga, a pioneira e o mais acabado exemplo de um movimento que fracassou redondamente. Tá vendo como o nome "primavera" dá um puta azar?

      Excluir
  3. É, parece que o outono da França é terrible.

    ResponderExcluir
  4. E no Brasil precisa também de uma REVOLUÇÃO bem BRAVA para botar estes políticos no lugar que eles merecem!!!! NO OLHO DA RUA!!!!! E FECHAR O CONGRESSO!!!! MAR DE LAMA E PODRIDÃO AQUILO VIU!!!!

    ResponderExcluir