sexta-feira, 15 de março de 2013

VAI DAR PÉ

Trabalhei com Marcos Bernstein nas sitcoms produzidas pela Columbia Tristar e exibidas pela Band em 1999. Ele já tinha no currículo o roteiro de nada menos que "Central do Brasil" (em parceria com João Emanuel Carneiro),  eu ainda dava os primeiros passos na carreira. Pouco depois, acabei voltando para a propaganda, enquanto o Marcos também se tornava diretor de cinema. Hoje eu dou os segundos passos como roteirista na oficina da Globosat enquanto ele já está no segundo longa-metragem. É uma nova versão de "Meu Pé de Laranja Lima", o livro infanto-juvenil de José Mauro de Vasconcellos que foi um dos maiores best-sellers brasileiros de todos os tempos e gerou um filme de enorme sucesso em 1970. Mas aqueles tempos eram outros: me pergunto se as plateia mimadas dos dias de hoje vão aceitar as tragédias que pontuam a história do garotinho (e que são superadas em livros posteriores do mesmo autor, também autobiográficos). De qualquer forma, desejo um sucesso de arromba para mais essa empreitada do Marquinhos. Assim, quem sabe ele paga o que me deve?

Nenhum comentário:

Postar um comentário