quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

DAQUI DO MORRO DÁ PRA VER TÃO LEGAL

Rindo alto até agora com os preços praticados no Aqueloo, a tal da praia mega-VIP que está escandalizando o Rio de Janeiro. Roupão por 300 reais? Toalha de rosto por 80? E olha que isto é só para alugar. O mais fascinante é que não só tem gente que paga, como o lugar está sempre lotado. Que na verdade não é bem uma praia, mas uma balada: a pista de dança fica mais cheia que o mar. Acho lindo que exista tanto hétero disposto a morrer em 250 paus só para entrar, pois gera imposto e emprego. Mas tenho pena dos vizinhos, que agora têm que suportar música eletrônica nonstop o dia inteiro durante os finais de semana. E acho que o nosso valoroso Exército envergonha a pátria mais uma vez, ao alugar para terceiros (e sem licitação) o que é uma área pública. É bom lembrar que foi dali, do Forte de Copacabana, que saíram os recos que, em 2010, deram um tiro naquela biba que fazia pegação num parque ali ao lado. Lembra?

26 comentários:

  1. Moro em frente à Praia de Copacabana, volta e meia montam um palco debaixo da nossa janela e apurados mega shows do naipe de Claudia Leitte, Ivete, Madonna e Roberto Carlos, com ensaios inclusive. Tecno brega ainda não teve, mas é sempre muito estressante ser forçado a ouvir música que você não quer. Essa praia tipo clube tem entre todo lugar do mundo, não acho nada demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jonas, desculpa, mas existe uma diferença enorme entre um show num espaço público (grátis, aberto a todos) e uma boate montada em área pública. Esse local mostrado na matéria é totalmente absurdo; viola frontalmente a constituição. Praia é área pública, ponto final.

      Excluir
  2. Pelo que sei o preço masculino é 120 reais/entrada.....mas o espaço é alugado para TUDO. Dia 06/01 deve uma festa num espaço/galpão para o Dj AXWELL - Superstar DJs 2013, que eu fui e estava super lotado. O mesmo espaço (galpão) tbm deve reveillon lá tbm. Acho que o povo esta falando mais pela praia particular....mas o Forte não só a praia....

    ResponderExcluir
  3. Tony, talvez eu seja massacrado, mas acho justíssimo. Por todo canto há esses espaços. Nossa sociedade, com essa vocação nata para o socialismo nascida em 2003, quer tudo para todos. Bobagem! Em Pequim há clubes que cobram muito mais caro e lá são comunistas, e nem tem essa vista! Vamos parar com o bom mocismo! Agora, qnt aos vizinhos, pobres diabos, que eles reclamem pelas vias legais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conceito de beach club tipico de praia européia mal-aplicado ao Rio de Janeiro. Sinceramente, com Ipanema ao lado e um por-do-sol no Dois Irmaos tem que ser muito alpinista social para se enfiar num club com piranha dançando de salto alto enterrado na areia e bebendo champagne meia bomba por preço astronômico.

      Excluir
    2. Pela primeira vez disse algo coerente! Sinal que o ar parisiense (plus o chardonnay viognier na varanda) estao a lhe fazer bem!

      Excluir
    3. O Fernando é super inteligente e coerente. Só que as pessoas já respondem cheias de preconceitos...

      Excluir
    4. Super joaninha, a defensora publica das chatas e mal comidas.

      Excluir
    5. Not that clever, my dear!, se o fosse, ela estaria bebendo Cristal sentanda nao no alpendre e sim no deck de seu proprio yacht.
      No momento, estou em Paris a trabalho, bebendo muita champagne, hotel *****super deluxe, e nem por isso me acho tao inteligente, so basta uma pitadinha de sorte!

      Excluir
    6. Anônimo 22:55h: invejosa.

      Adoro as referências nouveau riche do Anônimo 12:21h (nossa, que horário macabro! rsrs). Querido, melhor trabalhar desde seu hotel, porque de cultura você pelo visto não entende muito rsrsrsrs.

      Excluir
    7. Joaninha continua mal comida. Fato.

      Inveja de .... ? Lamento desaponta-la.

      Anônimo 22:55.

      Excluir
  4. Cadê teu post sobre a cicarelli de rio das ostras? kkkkk

    ResponderExcluir
  5. So pela fotinha ja da pra perceber o quão naf deve ser essa "buate", as periguetes dao o tom ao lugar, os shortinhos agarraderrimos com o sandalhao e bustie do biquini, meu deus! cada bagulho!, da pra imaginar as conversas tb...
    O que acontece com essas periguetes?, parecem que foram geneticamente modificadas em formigas sauvas gigantes com a habilidade de se manterem em pe com as perninhas traseiras.
    Lembrando que o lugar e' infestado de ratos e baratas! estão no lugar certo!

    ResponderExcluir
  6. a cara da pseudo sociedade carioca; piriguetes, putas, traficantes, boys do trafico, jogador de futebol e alienados. IMAGINA NA COPA !!!

    ResponderExcluir
  7. Nossa como o povo gosta de gastar e se exibir!!!! Povo de mente vazia mesmo!!!! Temos políticos ruins, mas o povinho não ajuda em nada também!!!!

    ResponderExcluir
  8. O pior é ver gente articulada e próxima dizer que quem reclama é pq tá com inveja por não poder frequentar.

    ResponderExcluir
  9. O mio babbino caro
    Country Club, Aqueloo Beach Club...para a turminha que chegou aqui a partir de 1500 como degredados, até que estão se saindo bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz! E os italianos, alguns séculos depois fugindo da miséria, chegaram como, bello? Com fortuna na mala pra investir?

      Excluir
    2. mio bambino e' minha buceta....q biba chata

      Excluir
  10. Gente, só eu fiquei chocado com a menina "socióloga" falando aquela escabrosidade? Florestan Fernandes se revirou na tumba.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse tipo de mulher vai para faculdade fazer a social.

      Excluir
  11. Eu queria saber quando o povo que diz que a praia é de todos esteve na restinga de marambaia ou nas praias do forte de são joão na urca.
    Assim, só pra saber.

    Fora isso, o público alvo é obviamente a "nova classe b". Beach club no Rio realmente é complicado estando de costas para ipanema. Lembrei imediatamente do p12 de Jurerê e dos clubes de punta del este que tem ao seu favor o fato de estarem colados na areia, sem bloquear o acesso ao mar. Nossas praias são muito urbanas.

    ResponderExcluir
  12. Affe... nem fudendo dou uma grana dessa... não achei o meu na zona...

    ResponderExcluir
  13. Parece farra de publicitário no escritório quando jorra dinheiro público para campanha do governo.

    ResponderExcluir
  14. tony, vários amigos gays estão indo a esta praia particular- não é reduto apenas de piranhas ou homens desocupados. é um evento provisório, por enquanto bem sucedido. é um obvio "apartheid" social (odeio este clichê), porém as regras do mercado são claras - paga quem pode.

    ResponderExcluir