quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

OS MACACOS ANCESTRAIS

É meio chocante pensar que os Rolling Stones comemoram 50 anos de carreira em 2012. Roberto Carlos, vá lá - o som do Rei ficou velho assim que acabou a Jovem Guarda, quero dizer, "eterno". Mas os Stones tem uma atitude que não combina muito com o que se espera da terceira idade. Verdade que a música deles também parou no tempo: as duas faixas inéditas incluídas no CD triplo "Grrr!" poderiam ter sido gravadas em qualquer momento desde que a banda trocou o mono pelo estéreo. E quase tudo de realmente importante que Jagger e cia. fizeram foi feito até o começo dos anos 80. Nos últimos 30 anos foram apenas seis álbuns de estúdio, cada vez mais espaçados entre si (e cada vez mais irrelevantes). Mas os shows continuam, e a banda já está rodando o hemisfério norte com uma nova turnê. Daqui a pouco estarão novamente tocando de graça em Copacabana. Os Rolling Stones já fazem parte da paisagem, viraram feijão com arroz. Mas a contribuição dos caras foi fundamental, o que a quantidade de melodias reconhecíveis em "Grrr!" só confirma. Pena que minhas favoritas "Lady Jane" e "Heaven" ficaram de fora.

4 comentários:

  1. O último álbum deles não foi justamente uma coletânea?
    álbum pra quê? O que dá dinheiro é turnê mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Tão numa vibe rush rush, porque né.

    ResponderExcluir
  3. Tony:

    Gosto muito do Rolling Stones, eles são feras mesmo.

    Mudando de assunto:

    Estão divulgando as imagens dos agressores do estudante de direito no Facebook e seria muitooo legal se você pudesse ajudar a divulgar a imagem deles. Seria bacana também se pudesse fazer uma postagem sobre este assunto pra que não caia no esquecimento e se torne mais uma entre tantas injutiças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uai, já fiz DUAS postagens sobre o assunto. Em ambas cito os nomes dos dois agressores, e na primeira há a foto de um deles. Dá uma olhada logo abaixo.

      Excluir