terça-feira, 18 de dezembro de 2012

ESTRAGARAM O INSTAGRAM

A renomada blogueira Lindinalva Zborowska precisou mudar de nome no Facebook. Ela recebeu uma cartinha avisando que sua conta seria suspensa se ela insistisse em usar um sobrenome falso, o que vai contra as normas da rede - como se não existissem descendentes de eslavos no Brasil. Desde então, a pobre precisou adotar seu nome de solteira no Face: Lindinalva Maria da Silva. Já estou vendo a hora em que receberei uma advertência parecida, já que meu nome verdadeiro não é Tony, é Luiz Antonio. Esse despautério é só mais um dos pequenos abusos que Mark Zuckerberg e sua turma vêm cometendo, como se estivessem testando os usuários para ver até onde eles aguentam. Agora talvez tenham ido longe demais: o Instagram (que agora pertence ao Facebook) comunicou que, a partir de janeiro, se dará ao direito de comercializar qualquer foto postada nele sem repassar um tostão aos autores. Quem continuar lá estará tacitamente aceitando essa tungada. A notícia deixou muita gente revoltada, dizendo que vai abandonar a rede (vivíamos muito bem sem ela até meados do ano passado, lembra?) ou postando fotos de protesto, como fez a atriz Betty Lago. Essa celeuma toda pode até fazer com que o Instagram volte atrás, mas o estrago para a imagem da marca já é grande. Por muito menos, o Orkut foi pro saco.

ATUALIZAÇÃO: O Instagram já desistiu. Ficou assustado com a reação nas redes sociais. Hahaha, criaram um monstro. Tony Goes curtiu isto.

10 comentários:

  1. Luiz with a Z? How middle class!
    Antonio with no ô? How labour class!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, acentuar nome nem é chic. Na real, geralmente não se acentua mesmo.

      Excluir
    2. Luiz Antonio, depois do comentário Amy Vanderbilt do João, favor garantir um Anonimo assim sem acento para os moitas

      Excluir
    3. Pobre Lindinalva, perder seu voluptuoso Zborovska para pegar de Silva, e ainda passar por parente do Lula, no auge de seu inferno astral, é dose.

      Excluir
  2. Isso aconteceu com uma amiga transexual. Não deixaram ela utilizar o nome social dela.

    ResponderExcluir
  3. Tony,

    É isso que se deve esperar de uma rede que foi criada por um viadinho escroto (heterossexual, mas, mesmo assim, viadinho escroto), colaborador da CIA e que tem como único objetivo tirar vantagem em tudo, sobre todo mundo e sem o menor escrúpulo... Nunca fiz parte do Facebook e nunca farei parte de nada que possa sequer passar perto desse Zuckerberg... As pessoas deveriam pensar um pouco antes de se inscreverem em sites que têm entre suas políticas a total autocracia sobre conteúdos e informações neles postados.

    ResponderExcluir
  4. Breve comentário sobre o Instagram: qualquer política de privacidade que contrarie a lei brasileira não tem validade aqui. Se alguém utilizar uma foto sua comercialmente sem sua autorização, mesmo que o "contrato" diga que isso pode ser feito, essa utilização gera indenização por danos morais. Period. Não existe essa coisa bem do direito americano de "assinou deixou". A lei está acima disso, assim como na Europa.

    ResponderExcluir
  5. To ficando assustado com a quantidade de informação da minha vida que o Suckerberg está sabendo. Pensando em dar um reset na minha conta.

    ResponderExcluir
  6. cancelei minha conta ano passado, depois de refletir sobre o que o face agregava na minha vida. cheguei a conclusão de que nada. servia para que eu bisbilhotasse a vida alheia e só. para saber se aquele cara era ht ou gay, se estava namorando, as coisas mais fúteis.
    diferente do início do orkut( que era bem divertido, com todas aquelas comunidades, discutindo de tudo um pouco) não fiz nenhum amigo no facebook, ao contrário, vi o quanto algumas pessoas que conheço são chatas e pensam( e escrevem) besteira. e acabei até me afastando de algumas delas.
    mas confesso que ainda 'colho algumas informações' usando facebs de outras pessoas assim como jogo palavras no google, tipo para saber onde fica a conchinchina... e só.
    acho mesmo é que o facebook e o instagram são simples exercícios do narcisismo, e eu sou bem à moda antiga, prefiro um bom e velho espelho.

    ResponderExcluir