domingo, 16 de dezembro de 2012

BEBUM NOEL

Passeando ontem de manhã pela rua 23, demos de cara com um bando de rapazes vestidos de Papai Noel. Nenhum tinha o physique du rôle para interpretar o bom velhinho: eram todos jovens e magros. "Deve ser para caridade", pensei. Aí reparei que alguns já estavam bênados. Eram onze e meia da manhã. Mais adiante havia outros, inclusive meninas, alguns fantasiados de renas ou elfos. Encontramos ocm um amigo americano para o brunch e ele nos explicou a invasão: ontem foi o dia do SantaCon, um evento já tradicional mas do qual nunca tínhamos ouvido falar. A moda começou na Dinamarca, nos anos 70. Nos finais de semana que antecedem o Natal, a garotada se veste de Papai Noel e sai à rua para beber, de bar em bar. Alguns até recolhem donativos ou coisa que o valha, mas a maioria só quer furdunço mesmo. O SantaCon logo se espalhou pelo mundo, principalmente entre os países de língua inglesa, e já existe até uma página "oficial" listando os diferentes eventos do gênero ao redor do mundo. Curiosamente, não pegou no Brasil, e olha que não somos exatamente avessos a uma festa no meio da rua. Mas vestir aquelas roupas pesadas debaixo de um sol de 40 graus só para beber umas cervejas não é algo que esteja no nosso DNA.

3 comentários:

  1. Meio bizarro. Não é fácil colocar uma roupa mais confortável e ir beber de bar em bar e boate e boate como se faz todo ano?

    ResponderExcluir
  2. 2 minutos p brasileiro copiar

    ResponderExcluir
  3. Uma sunga ou bikini vermelho, sandália de borracha de tira vermelha e um gorro vermelho com barra de algodão alvo já constituiriam um irado Santa Con.
    Mas você é de SP, onde roupa de Papai Noel é composta de uns 25 itens, de suspensório a luvas - cometi o mico de aceitar ser Papai Noel em festa familiar e a roupa do mesmo fora comprada em SP, me senti entrando em cena na Broadway.

    ResponderExcluir