domingo, 30 de dezembro de 2012

ÁGUA NOS OLHOS

Curioso: gostei menos de "O Impossível" do que eu esperava. Claro que o fato de eu já saber o final da história deve ter contribuído. Mas também achei que essa superprodução espanhola - a mais cara da história do país, e também sua maior bilheteria - saiu meio com cara de telefilme. E isto apesar do tsunami de 2004 ter sido recriado com cenários de verdade e um enorme tanque d'água, com um mínimo de efeitos de computador. A crítica americana também achou a história cheia demais de coincidências, apesar dela ser mais fiel aos fatos reais que as de "Argo" ou "Lincoln". De qualquer forma, impossível mesmo é não encher os olhos de lágrimas durante a luta de uma família (inglesa na tela, espanhola na vida real) para se manter viva e unida depois que a onda gigante arrasou o hotel onde passavam férias na Tailândia. Naomi Watts está cotada para o Oscar e Ewan MacGregor sem camisa já vale o preço do ingresso, mas a grande revelação é mesmo o garoto Tom Holland, no papel do filho mais velho do casal. Ainda assim, pequenos detalhes me incomodaram: ninguém teve tempo de passar uma água no rosto depois de dois dias num hospital de campanha? Pode ter sido verdade, mas não é crível.

5 comentários:

  1. EWAN MCGREGOR SEM CAMISA.EWAN MCGREGOR SEM CAMISA. EWAN MCGREGOR SEM CAMISA. EWAN MCGREGOR SEM CAMISA. EWAN MCGREGOR SEM CAMISA.

    ResponderExcluir
  2. Como se ninguém tivesse visto Ewan McGregor sem calça. Mais de uma vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EWAN MCGREGOR SEM CALÇA.EWAN MCGREGOR SEM CALÇA. EWAN MCGREGOR SEM CALÇA. EWAN MCGREGOR SEM CALÇA. EWAN MCGREGOR SEM CALÇA.

      Excluir
  3. Mas é sempre bom ter esta surpresa que nunca consta da sinopse.

    ResponderExcluir
  4. Adorei o filme! Um dos meus favoritos do ano. Torço para que Naomi Watts leve um merecido Oscar de melhor atriz. Merecia mais indicações ao Oscar, foi um dos grandes injustiçados. Impossível não ir às lágrimas.

    ResponderExcluir