segunda-feira, 26 de novembro de 2012

MEU PASSADO AVASSALADOR

Zapeando a TV ontem à noite, dei de cara com um pedaço considerável do meu passado recente. O canal Telecine Fun estava exibindo o filme "Avassaladoras", cujo roteiro final foi assinado por mim. A história na verdade é da diretora Mara Mourão, que inicialmente a decupou com Melanie Dimantas. Eu entrei no final do processo. Matei personagens (parecia um elenco de Glória Perez), reescrevi diálogos e acrescentei cenas novas. Sintonizei no filme bem na hora de uma delas: quando Laura (Giovanna Antonelli) passa um certo vexame ao dançar num restaurante árabe. Foi uma dessas sortes cósmicas, pois a sequência foi escrita em 2000 e rodada em 2001, antes de Giovanna estrelar "O Clone". Quando o filme entrou em cartaz, em 2002, foi engraçado ver a "Jade" pagando um dobrado no bellydance. Mas a esta altura eu já tinha colocado minha carreira de roteirista na geladeira e voltado para a propaganda. Durante três anos, foquei todos os meus esforços nos roteiros: escrevi séries de humor, programas infantis e até variedades, além dessa primeira incursão cinematográfica. Só que é uma profissão ainda mais instável que a de publicitário, e os meus hábitos são caros. Voltei para uma agência na primeira oportunidade, e o meu salário quadriplicou do dia para a noite. Depois disto, ainda escrevi um especial de Natal para o SBT, um episódio para a sitcom "Avassaladoras" (que durou só uma temporada na Record) e piadas para o longa "Gatão de Meia-Idade". Hoje estou formigando para voltar a escrever roteiros, e claro que me pergunto como teria sido minha vida nos últimos 12 anos se eu tivesse permanecido nesta rota. Será que teria morrido de fome? Ou seria o grande rival de João Emanuel Carneiro? Ó dúvida avassaladora.

28 comentários:

  1. Como o Gianecchini tá gatinho no poster - por sinal super anos 90.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ué, não é o Tony Goes?

      Excluir
    2. Você poderia começar desenvolvendo as perguntas daquela sua bem humorada lista de perguntas que você não aguenta mais responder, como roteiro - fora do gueto - para teatro, cinema ou TV. Daria histórias bem engraçadas e uptodate.

      Excluir
    3. Gente, parem de implicar com o coleguinha Lucas T.! Ai ai ai!

      Excluir
  2. O Oscar é que tá gatinho nesse filme!

    ResponderExcluir
  3. Inspire-se em mim e terás grande sucesso :P hihihihi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzroinc !

      Excluir
  4. Pelo menos vc não se envergonha ._.

    ResponderExcluir
  5. Tem que ter coragem para dar a cara a tapa, porque é difícil acertar, a menos que seja a pessoa certa, com a inspiração certa, com a linguagem certa, no momento certo, como temos o JEC, que tem algo de genial justamente por convergir todos esses fatores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem o JEC acerta o tempo todo. "Avenida Brasil" teve furos homéricos, como a ausência de pen drive na vida da Nina.

      Mas escrever é isto mesmo: se expor.

      Excluir
    2. Escrever o volume absurdo de texto para uma novela e não ter furos é quase impossível, mas a genialidade dele não fica menor por esses escorregões.

      Excluir
    3. ok, ele pode escrever bem, mas se vcs assistirem o filme millenium, a cena dela sendo interrada foi copiada na novela e muitas outras coisas, e o povo daqui pagando pau como se fosse tudo original, alias o formato de novela é chato, longo de mais e datada, só serve para as classes mais baixas ou que nao tem acesso a tv a cabo.

      Excluir
  6. Por que não larga os luxos provisoriamente e faz a oficina da globo? Vai que...

    ResponderExcluir
  7. O Gianechini tava uma tentação nessa época.Sorte da Marília Gabriela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA mais um que acreditou naquilo...chegou a Terra recentemente? Tava onde?

      Excluir
  8. Acho que você deveria escrever outro(s) roteiro(s) sim, Tony!
    Ou mesmo retomar alguma ideia antiga ou pedacinho de roteiro que ficou engavetado. =)

    ResponderExcluir
  9. Eu gosto do filme. Vi no cinema quando estreou e depois já revi diversas vezes na TV. É bobinho mas é legal de assistir. :)

    ResponderExcluir
  10. Zorra Total Zorra Total Zorra Total

    ResponderExcluir
  11. Planos pra dominar o mundo, né?? vai seguir a escola do falabela??

    ResponderExcluir
  12. ahh.. Muito fofo o filme, pois é, assisti agora aê no youtube. A sequência da dança é ótima, meio que quebra o preconceito que ela tinha com o caco ciocler.. gostei!

    ResponderExcluir
  13. Nunca comentei por aqui, mas hoje nao pude resistir: eu a-d-o-r-a-v-a a serie que passava na Record. Era o SATC com restriçoes orçamentarias!! Pena que não durou...

    ResponderExcluir
  14. Eu também gostei do filme. é como um colega aí em cima comentou: bobinho mas bem bom. Dá de 10 a 0 no lixo do Zorra Total.
    Quem dera tivesse outros filmes do mesmo naipe no cinema nacional. Não adianta nada ter filme estilo "Central do Brasil", bom mas chaaaaaaatoooooo.

    ResponderExcluir
  15. Tava olhando o cartaz do filme agora. Aquele corpo não é da Giovana Antoneli. A cabeça dela parece que foi posta sobre a foto original. Credo!

    ResponderExcluir
  16. assim falia o velho deitado: A PROPAGANDA É A ARMA DO NEGÓCIO. E tenho dito.

    ResponderExcluir
  17. Pô Bruno, não acho "Central do Brasil" chato, pelo contrário, gosto MUITO do filme, mesmo. Só no cinema assisti duas vezes, e tenho o dvd. A cena final, da carta de Dora, sempre me tira umas lágrimas...

    ResponderExcluir
  18. CENTRAL DO BRASIL É PERFEITO!

    ResponderExcluir