quinta-feira, 8 de novembro de 2012

MEIA VERDADE

Em 1985, a comédia "Cabra Marcado para Correr" era um dos maiores sucessos da temporada teatral do Rio de Janeiro. As risadas começavam já na bilheteria, que realizava promoções do tipo "compre dois ingressos e ganhe um milhão" (na verdade, uma grande espiga de milho). Um dia a promoção foi mais ousada: "gay não paga". Um espectador quis aproveitar a oferta, e a bilheteira lhe pediu uma prova. Ele não teve dúvidas: tascou um beijo no cara que o acompanhava. Os dois entraram de graça. O que foi um ato de extrema coragem 27 anos atrás hoje é o motivo de uma pequena polêmica. O 20o. Festival Mix Brasil (que abre hoje em São Paulo, para convidados) promete meia-entrada para gays, lésbicas e simpatizantes. Ou seja: todo mundo que for, pois é difícil de acreditar que o Malafaia compareça. Basta se declarar G, L ou S na bilheteria. Ao contrário de 1985, nenhuma prova será exigida. É só uma brincadeira dos organizadores do festival, um presente para o público. Mas a internet está cheia de analfabetos funcionais, que não têm a mais básica noção de interpretação de texto. A página do Guia Folha que anunciou a promoção recebeu mais de 70 comentários, a maioria de boçais dizendo que as bichas teriam que mostrar o rego arrombado e daí para baixo. Tem também um militante possuído de ira santa que trilha o caminho contrário, clamando que os homossexuais lutaram séculos pela igualdade e portanto não merecem tratamento diferenciado. Menas, né? Não sei vocês, mas se me derem desconto para levar mordida de porco eu aceito.

(Confira a programação completa do MixBrasil aqui. E não, não tenho dicas porque ainda não assisti nada. Mas hoje verei "Caminho das Dunas" na abertura e estou interessado em "Nosso Paraíso", sobre um michê quarentão.)

Um comentário:

  1. Não tenho estômago pra ler os comentários na Folha, Terra, etc. Quando não resisto e dou uma passada de olhos, os três primeiros são sempre um lixo (no caso da Folha).

    ResponderExcluir