sábado, 3 de novembro de 2012

JERSEY SHORE

É curioso como toda a mídia parece comovida com as palavras doces que o governador de New Jersey, Chris Christie, dedicou à atuação do presidente Barack Obama no auxílio às vítimas do furacão Sandy. Christie ainda posou de político desinteressado em disputas mesquinhas, dizendo que tinha problemas maiores com que se preocupar do que com as eleições do próximo dia 6. Claro que de desinteressado ele não tem nada: o gorducho governador aproveitou para atingir Mitt Romney com luvas de pelica, num contexto onde não pode ser acusado de traíra. Mas peraí, ele e Romney não são republicanos? Justamente: Christie só tem a ganhar se o atual candidato de seu partido não for eleito. Porque, se o for, Romney se candidatará automaticamente à reeleição em 2016, jogando as pretensões presidenciais de Christie para o distante ano de 2020. Melhor que perca agora, deixando o caminho livre para novos nomes. O balofo já se mostrou exímio em não pisar no calos de sua base ao vetar o casamento gay, aprovado pelo legislativo estadual no começo deste ano: disse que uma lei dessa magnitude precisava ser submetida ao voto popular, sem se manifestar pró ou contra. O cara é esperto, mas tem um inimigo interno maior do que qualquer um de seus rivais: a própria gordura. Jamais um obeso foi eleito presidente dos EUA. Talvez uma negra lésbica tivsse mais chances.

6 comentários:

  1. Nana Gouvêa diz estar com medo das ameaças q tem recebido por conta das fotos posadas sobre destroços causados pela sandy. e o povo defendendo a esperta, argumentando q os americanos são moralistas e não tem pq reclamar.

    e se ela tivesse tivesse feito as fotos na região serrana do rj, no dia seguinte ao desabamento dos morros?

    ResponderExcluir
  2. Adoro seus textos quando você fala dos EUA.
    Você toma postura, defende um ponto de vista e deixa claro sua opinião.
    Infelizmente nos textos sobre os políticos daqui do nosso país, se você elogiar ou criticar alguém tem leitor do seu blog que quase tem um ataque.
    Há quem não aceite que você fale mal ou bem de nenhum político do PT, outros não toleram elogios ou críticas ao PSDB.
    Gostaria que nos seus textos sobre políticos brasileiros você pudesse falar desse jeito tão livre como neste post sem que os esquadrões de leitores politicamente fanáticos te detonassem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa, de preferência chamando de balofo e tudo mais. Já tenho até apelido para o Lula: Quatro Dedos Mensaleiro.

      Excluir