segunda-feira, 10 de setembro de 2012

BYE BYE BRASÍLIA

Quando eu era pequeno, Brasília era a última bolacha do carregamento de pacotes. O lugar mais moderno do mundo, a cidade mais agradável de se viver e a prova incontestável do avanço do Brasil. Semana sim, semana não, a finada revista "Manchete" - assumidamente juscelinista - publicava alguma reportagem tecendo loas à nova capital. Cresci com a ideia de que Brasília era sensacional. Até este feriadão, só havia estado lá uma única vez: uma tarde em 1987, quando fui aprovar um anúncio no Ministério do Trabalho. Essa passagem relâmpago não conseguiu empanar a imagem futurista que eu tinha na cabeça. Ontem, voltando de carro da Chapada dos Veadeiros, fiz questão de dar uma voltinha pelo Plano Piloto antes de tocar para o aeroporto. E fiquei horrorizado com o que eu vi. A arquitetura moderna de Oscar Niemeyer já está incrivelmente datada, é certo, mas precisava estar tão mal tratada? Quase todos os prédios das superquadras precisam de reparos. Na Esplanada dos Ministérios, algumas mãos de tinta cairiam bem por toda a parte (pelo menos a catedral está em reforma). Mas o pior é a avacalhação generalizada. Ambulantes, sujeira, caos, o lado feio do nosso país, e justo num lugar onde deveria haver harmonia e um toque de solenidade. Juro que eu me senti envergonhado. O único lugar que correspondeu às minhas expectativas foi o Palácio da Alvorada, flutuando iluminado na ponta de uma península sobre o lago. De resto, esse rasante sobre Brasília me deu a sensação de que ela é até pior que as outras metrópoles brasileiras. Claro que isto é injusto vindo de alguém que nunca passou nem 24 horas na cidade - mas, como disse Oscar Wilde, só as pessoas superficiais não se deixam levar pela primeira impressão. Brasília precisa ir para a oficina.

30 comentários:

  1. Acho que o Rio de Janeiro deveria sempre ter sido a capital do Brasil, uma vez que todos concordam que esta sempre foi a síntese do que há de melhor e pior no país. Embora as pessoas e os historiadores digam que Juscelino tinha a melhor das intenções com a criação de Brasília, ninguém me tira da cabeça que a cidade sempre funcionou como ume espécie de Versalhes tenebrosa para os políticos brasileiros com suas falcatruas em um país de miseráveis.

    ResponderExcluir
  2. Kkkkkk!!! Mas eu amo os candangos daquela terra!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existem candangos de outra terra, só de Brasília.

      Excluir
  3. Passe mais tempo da próxima vez, querido! Tenho certeza que você achará aqui gente mais simpática do que imagina, e não só políticos de falcatruas. Só não vale vir já com má vontade.

    ResponderExcluir
  4. De todas as cidades que conheço, nunca vi cidade mais feia que Sao Paulo. Nem os melhores bairros, nem vista por cima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, espelhe esta ideia. Quem sabe para de vir gente pra cá! :)

      Excluir
    2. Ah... olha a mágoa de cabocla... Você só conhece Brasília e São Paulo pelo visto.

      Excluir
    3. Lá vem o bonde dos paulistanos sem auto-crítica. Impressionante, não? O Tony deve me achar anti-paulistano, mas obviamente não é isso. É apenas chato não poder criticar um lugar sem receber 50 pedradas de volta, como se SP não fosse a Kuala Lumpur brasileira que é. Acho que criticar duramente qualquer lugar é algo essencial. Certamente traz resultados. Mas...parece que não pode, né?

      Excluir
    4. pelo jeito continua sem trabalho, NE?

      Excluir
    5. Argumentum ad hominem. Joga no Google, bitch.

      Excluir
    6. Kuala Lumpur brasileira ? Eike loucura, eike cultura ... só que não !

      Excluir
    7. Sorry, I'm very busy! nao tenho tempo a perder com suas alucinações!

      Excluir
    8. Gente! Desculpa. Errata: confundi. Na verdade, é Jakarta brasileira. http://mulher.uol.com.br/casa-e-decoracao/noticias/redacao/2011/08/25/arquiteto-holandes-rem-koolhaas-lamenta-demolicao-do-sao-vito-e-compara-sao-paulo-a-lagos-na-nigeria.htm

      Anyway, a crítica não é para denegrir a cidade, mas sim apontar defeitos e desafios que se assemelham aos de outras cidades do mundo (fora de países desenvolvidos). NY é uma cidade desenvolvida, com um sistema metroviário umas 5 x maior que o de São Paulo e uma configuração urbana totalmente distinta, a começar pelo seu grid plan.

      Contudo, parece que os paulistanos não gostam de falar dos defeitos, e sim dos méritos. Como se os méritos compensassem os defeitos, o que não é verdade. Manter um tom crítico apenas contribuiria para uma melhor qualidade em tudo. Evitaria-se desde a pintura desnecessária de cal nas calçadas (prática comum por aí) até coisas muito maiores. Pensem nisso.

      Ah, e o comentário do Bruno nitidamente anti-nordestino é bastante triste. Ainda mais vindo de um local basicamente formado por migrantes (de outros países e de outros estados). Espero que um dia ele se informe sobre a legislação brasileira no que diz respeito à discriminação por origem.

      Bjinhos.

      Excluir
  5. Eu morei 10 anos em Brasília e não voltaria, então meu comment não pode soar "ufanista". Estive lá há 15 dias atrás. É verdade, as superquadras em sua maioria estão velhas e os centros comerciais cada vez mais feios. Fora o trânsito caótico que não tinha na minha época. Vc ainda foi numa época seca o que dá uma impressão de tudo esturricado em empoeirado. Mas o conceito do plano-piloto deu muito certo e oferece uma ótima qualidade de vida para seus moradores e se vc tem amigos locais é perfeito para se visitar no finde de semana e aproveitar os ótimos restaurantes q a cidade oferece. O povo anda cada vez mais animado (e hospitaleiro) por lá, fazendo uma ponte brasilia-goiania de deixar as pesadinhas do lado de cá se sentindo amadoras. Pra quem quer fazer carreira no serviço público, essa misura de interior com cidade grande é a fórmula perfeita pra viver.

    ResponderExcluir
  6. Nasci em Brasília e digo que Brasília está sim judiada, maltratada e deturpada, atualmente em Brasília impera o caos em todos os sentidos no quesito segurança, educação e saúde, como no resto do Brasil, um governo pífio e mediocre está no comando, estão destruindo e acabando com Brasília, lamentavelmente, Brasília era boa para se viver até 1989 depois começou a descer ladeira abaixo, a idéia da mundança da capital já é antiga uns 300 anos para ser exato!!!! Então alguém com peito e fibra como JK foi possível, o que estraga a cidade são os maus políticos que vem para cá, e a irresponsabilidade dos governantes locais e do entorno de Brasília que já virou uma baixada fluminense!!!! Com seus problemas em todos os sentidos.

    ResponderExcluir
  7. quando eu era pequeno, e até mesmo no início da juventude ao chegar em brasília me sentia abduzido, não só pela energia espiritual que a cidade tinha mas pela maneira como as coisas do cotidiano se resolviam por ali. brasília era absolutamente única e especial.
    hoje, concordo com você, ela vive o caos, o plano ficou feio, mal cuidado e soturno. as mansões do lago transbordam opulência, com seus jardins bem cuidados, mas só corroboram com a decadência da cidade.
    uma pena! até o por sol mais lindo que já vi, parece que se pôs e não voltará nunca mais. brasília continua hoje uma nave espacial sim, só que quebrada. e não sei se essa oficina a consertaria assim tão fácil.

    ResponderExcluir
  8. Coincidência. Também só estive em Brasília em 1987. Depois fui pra Goiânia e devo ter pego alguma radiação do Césio 137. Acho que foi aí que virei gay.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora está explicado porque é tão repelente, é o Césio.

      Chernobyl te espera !

      Excluir
  9. Brasília está mal tratada mesmo, mas acho que isso não tira o mérito de ter sido uma cidade planejada - algo raro no Brasil. Nosso país mal consegue ter cidades com o planejamento mais básico, tipo grid plan (http://en.wikipedia.org/wiki/Grid_plan). Talvez uma exceção seja o Paraná, onde isso é bem comum. E convenhamos que manutenção é algo viável...diferentemente de reconstruir uma parte grande de São Paulo, do Rio, etc...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido, Belo Horizonte foi planejada no final do século 19, toda aquela região cercada pela Avenida do Contorno.

      Excluir
    2. Querido, e o planejamento degringolou com a expansão da cidade, né? Isso é bem nítido até no Google Maps. E o que disse foi que é raro ver planejamento, e não que inexiste planejamento fora de Brasília.

      Excluir
    3. Sempre na defensiva. Por quê será, né?

      Excluir
    4. É; o nome disso é debate.

      Excluir
    5. Debate de cú é rola !

      Excluir
    6. Anônimo, que tal falar desses assuntos no seu Grindrzinho?

      Excluir
    7. Hummmm little john aprendeu palavra nova no cursinho de "ingréis" onlaine.
      Repeat after me: grid plan.

      Vai arrumar um jumento solteiro.

      Excluir
  10. Para você ver um outro lado de Brasília: http://quadradobrasilia.wordpress.com
    E um dos últimos posts é exatamente sobre os ipês amarelos, que estão assanhadíssimos agora!

    ResponderExcluir
  11. Nao entendi, já que Kuala Lumpur é super limpa, não necessariamente bonita, mas que tem projetos urbanísticos muito bem sucedidos e bonitos.
    Outra coisa, não teria como achar a esplanada limpa e bonita na época da seca e logo depois do desfile de 7 de setembro que sempre enche a esplanada de lixo. Prédios residenciais precisam de retoques sim, mas pra isso se faz necessário taxa extra de condomínio dividas entre pouco mais de 30 aptos para reformas que não saem por menos de 1 milhão.
    É como a critica de uma tia que mora em Orlando que veio perguntar pq o governo do DF deixa a cidade ficar com os jardins tão secos, pq não irriga? Deixa ficar tudo empoeirado. Bom nessa época, se fosse irrigar todos os jardins públicos que Brasília tem, não teria água suficiente e as ONGs de meio ambiente do mundo inteiro iriam fazer um escândalo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, confundi. É Jakarta, na verdade.

      Sobre os jardins, é bem verdade o que você disse. Pode parecer absurdo o que vou falar, mas acho que BSB tinha que se inspirar em Las Vegas, que criou um programa para incentivar a utilização de plantas nativas do local em vez de gramados. Uma cidade numa região extremamente seca como BSB devia sempre pensar nisso.

      Excluir
  12. pelo que eu sei , brasilia é "tombada" pelo patrimônio histórico.sabia que não ia dar certo.

    ResponderExcluir