sábado, 3 de março de 2012

SON OF "TAXI DRIVER"

O camarada dirige à noite pelas ruas da cidade, ao som de uma trilha atmosférica e sob a luz fria dos luminosos. Cruza com tudo quanto é tipo do submundo. Acaba arriscando tudo por causa de uma mocinha indefesa. Sounds familiar? "Drive" é um descendente direto do "Taxi Driver" de Martin Scorsese, mas não é um plágio nem uma refilmagem. É, sim, um fime muitíssimo bem dirigido, onde tudo funciona direitinho, do roteiro à montagem. Claro que qualquer filme encabeçado pelo Ryan Gosling, o-homem-mais-perfeito-do-universo-neste-momento, já larga com uns 200 kim de vantagem. Aqui ele faz um cara meio opaco que nem nome tem, e talvez também careça de personalidade. Fala pouco, sente as coisas no ar, mata num piscar de olhos e tem nobreza de sentimentos. Ou seja: é uma fantasia masculina de como um homem deveria ser. "Drive" causou sensação no festival de Cannes do ano passado e ganhou um monte de prêmios nesse meio tempo. É um thriller para adultos, com longos silêncios e explosões súbitas de velocidade e violência. Duvido que vire um clássico como seu "pai" ou mesmo "Pulp Fiction", mas gruda o olho do espectador até o final. Ah, e por falar em olho, tem um cena com um garfo... uia.

4 comentários:

  1. eu faço parte do sequito q segue o Ryan e sai correndo de uma sessão do FestRio em Copa para em poucos minutos pegar essa no Lgo do Machado. eu adoro o filme e me fez descobrir o anterior do mesmo diretor, q se chama Bronson, é um filme todo estiloso com o next queridinho Tom Hardy. Vale conferir.

    ResponderExcluir
  2. Fala pouco, sente as coisas no ar, ""mata num piscar de olhos"" e tem nobreza de sentimentos. Ou seja: é uma fantasia masculina de como um homem deveria ser.
    Tony, até concordo com a descrição da fantasia não só masculina "mas feminina também" de como um homem deve ser.Principalmente no quesito "fala pouco". Mas "mata num piscar de olhos" !!???, sinceramente..... isso não é sonho ou fantasia, é pesadelo, apesar de que compreendo que o "matar" deve estar inserido no contexto do filme. Mesmo assim.... eu passo!Ab.

    ResponderExcluir
  3. Tony...que bom que gostou, vou agora a noite...abraço grande Ale K F

    ResponderExcluir
  4. Hmm... discordo... vi o filme dentro de um avião aqui nos USA e achei péssimo. Os diálogos são forçados demais e as situações completamente inverossímeis. Gosto do Ryan Gosling, mas nesse filme ele está ruim.

    ResponderExcluir