quarta-feira, 16 de novembro de 2011

DIADORIM NA GRÉCIA

"1654, Império Otomano, Grécia. Um guerreiro turco chega gravemente ferido a um convento remoto..." Pópará: só esse comecinho da sinopse de "Terra Negra" me convenceu de que este era o filme do MixBrasil que eu iria ver ontem. Por mim nem precisava ter temática gay, mas tem - se bem que diferente da pegação/fechação que a gente espera das obras exibidas no festival. "Terra Negra" é solene, sério, historicamente rigoroso e lindíssimo. Também é beeem lento, mas, por incrível que pareça, não chega a ser chato. Porque a história ajuda: o tal do guerreiro é recolhido pelas monjas, e algumas delas ficam bem assanhadas com a presença de um homem dentro de seus muros. Inclusive uma que guarda um grande segredo, só compartilhado pela madre superiora. Trata-se de um menino disfarçado, enviado para o convento quando pequeno para escapar do recrutamento forçado. Uma espécie de Diadorim ao contrário. A semelhança com "Grade Sertão" Veredas" aumenta ainda mais quando rola um climão entre o soldado e o impostor. "Terra Negra" não será mais exibido em São Paulo, mas ainda tem a edição carioca do festival. E quem estiver a fim de ver algo poético e muito diferente do que rola por aí, pode procurar por "Black Field" ou "Le Pré Noir" na internet.

4 comentários:

  1. E quem achar coloca aqui o link para ajudar as amiga!

    ResponderExcluir
  2. Se encontra na internet com o nome "Mavro livadi".

    ResponderExcluir
  3. link para filme (graças ao post do anônimo acima...):

    http://www.megaupload.com/?d=7GZ5OEK4

    Enjoy

    ResponderExcluir
  4. O link do filme não contem legenda ... alguém sabe onde achá-la?!

    ResponderExcluir