segunda-feira, 1 de agosto de 2011

SENHOR DO DESATINO

Estou tentando entender o que levou Aguinaldo Silva a dizer que há "gays demais" em "Insensato Coração" e que não vai haver nem sombra de beijo gay em "Fina Estampa". As declarações são meio chocantes, porque Aguinaldo é um ativista histórico da causa LGBT. Foi editor do jornal "Lampião", se não me engano o primeiríssimo veículo brasileiro voltado ao público homossexual - e isto no comecinho dos anos 70, nos anos mais de chumbo da ditadura militar. Hoje ele está mais preocupado em fazer marketing de si mesmo, o que fica claro na entrevista que deu para a vesão online da "Veja". Diz que "neste momento" é "o autor mais conhecido" da Globo. Oi? Apesar dos inúmeros sucessos, Aguinaldo não se transformou numa grife como seu amygo e ryval Gilberto Braga. Dá para perceber que ele também morre de ciúmes do sucesso de "Insensato", que conseguiu reverter a curva descendente da audiência da novela das 9. Aliás, sobram farpas para outros colegas, como Manoel Carlos. Por outro lado, acho até saudável ele não querer ingerência de nenhum grupo no que escreve, nem mesmo das ONGs gays. Já basta a pressão que o próprio público faz. E confesso que ri quando ele ataca até mesmo esse público, que hoje estaria "bolsa-família" demais. Mas, no frigir dos ovos, sinto em Aguinaldo uma amargura algo frequente em senhores mais velhos, que não quiseram ou não puderam se casar e hoje não fazem muita questão de ajudar as gerações mais novas de bibas e sapatinhas. Clodovil era o paradigma meio caricato dessa espécie: a rancorosa, inimiga de sua própria classe, envenenando-se na própria inveja. Aguinaldo não chega a tanto, mas vem cometendo uns desatinos na tentativa de promover sua novela. Mas também, como levar a sério alguém que acha que a Susana Vieira é uma diva?

19 comentários:

  1. Tony, arriscaria a dizer que Aguinaldo tá chegando num nível Clodovil sim, E não é de hoje.Costuma acompanhar o blog dele (agora virou um portal), mas parei. Ele é a própria suzana viera de calças. Se perdeu numa megalomania e se afunda cada dia mais no próprio ego. Ela enche a boca pra dizer q tem 40 anos de tv globo e ele pra dizer q escreveu as novelas de maior audiência da emissora.
    Ataca constantemente os outros 3 autores mais bem sucedidos da Globo: Manoel Carlos, Glória Peres e Gilberto Braga, este último bem menos q os outros dois.
    Inveja o Gilberto pelas suas vilãs maravilhosas. (Nazaré Tedesco não bateu Odete, embora ele creia nisso. Talvez não tenha batido nem mesmo a Laura de Celebridade).
    Inveja Manoel pelas polêmicas e comoções sociais que suas novelas promovem e teme Glória Peres por ela ter muito sucesso no mesmo estilo q ele: o de pegada mais popular.
    A autopromoção no blog dele era latente, assim como a promoção de seus chegados. Escrevia posts que o termo politicamente incorreto não define, inclusive quando se referia a gays. Tbm senti essa mesma amargura da qual vc falou. Realmente lamentável ver o ser humano mesquinho no qual ele se transformou.

    ResponderExcluir
  2. Nunca gostei dele, sempre achei com um ego enorme e o blog dele - pelo menos na época que eu lia - parecia ter sido escrito por um semi-analfabeto.

    Quanto as novelas dele: PAVOR. Só tenho mais pavor das novelas da Glória Perez do que das dele.

    ResponderExcluir
  3. Acho muito triste. A pessoa vai acumulando tanto rancor ao longo da vida, ao mesmo tempo fica se achando a tal, e acaba virando uma daquelas bichas velhas cheias de trejeitos, que usam bata com pantalonas e vivem em casas grandes cheias de velharias com cheiro de mijo... #prontofalei.
    Muque de Peão

    ResponderExcluir
  4. Na verdade, muitas vezes ele descamba para grosseria, como foi o comentário na época que o ator Fábio Assunção desistiu de fazer essa novela.

    Ele é daqueles que ficam batendo na tecla de que não são politicamente corretos, sem se importar com a diferença de politicamente incorreto e escrotidão.

    Justamente ele, que chegou no Rio de Janeiro e conseguiu vencer, mesmo sendo nordestino, pobre e gay(Ah! e feio), imagino que não seja o tipo mais adorado dos cariocas.

    Por isso que sempre gostei de Gilberto Braga, que parece ser um figura divertida, politicamente incorreta, bem resolvido, e o mais importante: feliz.E que também atualmente, está escrevendo uma novela chatíssima.

    Abraços,
    do leitor de Salvador/BA.

    ResponderExcluir
  5. Essa veia parece mesmo um photofit da clodoveia baseada numa descricao duvidosa, chega a revirar meu estomago so de ver!

    ResponderExcluir
  6. Não sabia que o Agnaldo tinha um passado ativista da causa LGBT.
    Uma pena...Pois hoje já deixei de dar credibilidade às imbecilidades que diz.

    FALA MAL DE TUDO E DE TODOS, MENOS DA CENSURA HOMOFÓBICA QUE A GLOBO IMPÔS AOS AUTORES E ATORES.
    Ele pode ser hipócrita, mas bobo não é.
    Está em perfeita sintonia com a cúpula da Globo que quer apenas gays afetados na posição de palhaço de homofóbico.

    DE UMA COISA PODE ESTAR CERTO:
    Se você precisa se auto elogiar a todo momento, tem algo errado com você e seu trabalho.

    QUANTO AO CLODOVIL,
    infelizmente sofria de forte homofobia interna e complexo de inferioridade.

    ResponderExcluir
  7. Até gosto de algumas novelas dele, mas não são as minhas "favoritas" (êhh trocadilho...). Ele tem todo o direito de não querer colocar gays nas novelas dele, ele mesmo já sofreu uma certa retaliação (lembra das lésbicas que morrem num shopping?), mas acho que é um tiro no pé, pois os gays são uma realidade na família brasileira, caricatos ou não.

    Quanto à megalomania, ele deve ser de Aquário. Ou Leão. Típico. :D

    ResponderExcluir
  8. "Mas também, como levar a sério alguém que acha que a Susana Vieira é uma diva?" Você disse tudo. Só mais uma coisa, as lésbicas que morreram no shopping eram de Torre de Babel, novela do Sylvio de Abreu, esse sim um gênio!

    ResponderExcluir
  9. Tony, acho que vc se confundiu, o Lampião é finalzinho dos anos 70 (1978-1981). Eram Aguinaldo Silva, João Silverio Trevisan, Darcy Penteado e outros que a gente não lembra mais. Também tive um embate dia desses com o Aguinaldo (com direito a esculhambação no Twitter dele). Mas não acho que ele ficou amargo porque não pode ou não quis casar (casamento é sinônimo de felicidade???). Idem Clodovil que mesmo no auge do sucesso da TV Mulher e carreira no teatro, vivia dando xilique de madame e destratando todo mundo que ele julgava inferior - pobres, negros, nordestinos, feios, mulheres... Com o tempo as pessoas vão se tornando aquilo que elas realmente são - tenham casado ou não. E continuo passado com os comentários simplórios e preconceituosos que leio aqui e em outros blogays da vida (tem também os francamente ignorantes). Juro que não entendo. Saludos desde las "barricadas".

    ResponderExcluir
  10. "Mas também, como levar a sério alguém que acha a Susana Vieira uma diva?" Se teu texto começasse com essa frase nem leria (ou precisaria) ter o restante (eu leria sim) , mas é que essa frase resume tudo que a de mais errado nesse autor. Pode te amar né Tony?

    ResponderExcluir
  11. Dá para levar a sério alguém que acha que é Susana Vieira no ceú e Carolina Dieckmann na terra?

    ResponderExcluir
  12. Muito coerente Tony Goes!
    Tem uma passagem do texto que você cita o Clodovil, confesso que era essa a impressão que tinha sobre ele, muito inteligente, mas tinha um grande defeito... Falava demais quando devia ficar calado e ficava quieto qu...ando deveria falar. E no caso do autor em questão, está sendo acometido do mesmo defeito. É um marqueteiro de mão cheia. Defeito? Não creio, mas bom senso com o que se fala e pra quem fala, principalmente ele que é um formador de opinião é essencial!

    ResponderExcluir
  13. Eu acho ótimo ver isso porque é um exemplo do que eu não quero ser quando crescer.

    ResponderExcluir
  14. Esta senhora já anda tropeçando no próprio ego. Se vc acompanhar o portal dele, vai perceber que ele sempre dá um jeito de dizer nas entrelinhas(ou em manchete, depende do humor da tia)que tem muito dinheiro, que é um grande autor, que tem casas all around, que é grande colecionador disto ou daquilo(pelas fotos de uma das casas, o cidadão já pode ter uma idéia do gosto do autor...breeega!), enfim, uma viagem de ego sem o menor sentido, mas, o pior, o que é realmente lamentável é que bixa tá achando que ela é uma espécie de Noel Coward tupiniquim, o mestre da comédia ligeira das ondas da Globo!! Aí, o coitado aqui vai assistir "Cinquentinha" ou "Lara com Z" e quase enfarta de vergonha alheia. O cara não tem talento prá fazer o que está fazendo. Se ficasse no realismo mágico nordestino(?) que fazia,podia ter uma sobrevida como autor. Vamos agora ver o mico que vai pagar com a tal "Fina Estampa"!! Já estou tenso de ansiedade..

    ResponderExcluir
  15. Agnaldo tem um livro ótimo chamado "Lábios que beijei", meio autobiografia que se passa na Lapa Carioca nos anos setenta e não tem nada a ver com essa criatura que destila rancor e arrogância hoje. Se tornou uma pessoa doente. #AVCfeelings...

    ResponderExcluir
  16. Gay em novela, beijo gay em novela... Pergunto prá que tanto estardalhaço por quase nada. Pode colocar um casal de homens ou mulheres protagonizando, encher de personagens simpatizantes, inserir toda a didática B-A-Bicha no meio da trama! Prá que?? Temos é que impor respeito no nosso meio, no nosso dia a dia, mostrando que somos machos e fêmeas de valor, e parar de achar que um beijo na televisão vai mudar alguma coisa...
    Tô nem aí pro Agnaldo, as tramas dele são puro surrealismo. E, sinceramente, senti foi rancor de sua parte, ó queridíssimo Tony.

    ResponderExcluir
  17. Vcs deveriam sugerir ao MEC para que se introduza nas universidades brasileiras um novo curso: NOVELAGIA, tamanha sera a procura e com toda certeza varias irao concluir o tal curso com degree First with Distinction.
    Real/te nao consigo entender essa dependencia emocional-masoquista que vcs tem, perhaps Freud? duvido!

    ResponderExcluir
  18. Com suas novelas Madame Aguinalda já deu sua contribuição à humanidade - o empobrecimento da cultura brasileira - e agorea pode morrer. Morra, querida, por favor.

    ivan

    ResponderExcluir
  19. Achei o comentário do Tico, referendando o do Toni, perfeito.
    Era tudo o que eu queria dizer: bicha rancorosa, invejosa, mal-amada, a versão viado escroto da Suzana Vieira. Para quem conheceu o Agnaldo dos tempos do Lampião, pobre, obscuro, guerreiro e talentoso e, antes disso, querendo ser o James Baldwin ou o Norma Mailler nos idos de 60, 70, é lamentável que ele se tenha tornado uma bicha rica, cheia de empáfia, rancor e, possivelmente, mal comida e sozinha.

    Gabriel

    ResponderExcluir