sexta-feira, 23 de julho de 2010

MISS SIMPATIZANTE

Lembra da Carrie Prejean? Aquela idiotinha que perdeu o título de Miss América ano passado porque se disse contra o casamento gay? Uma loura burra no sentido clássico: como é que alguém se declara contra as bibas em pleno concurso de miss, cercada de cabeleireiros, maquiadores e personal stylists por todos os lados? A anta ainda tentou capitalizar em cima da derrota se posicionando como a paladina da moral de dos bons costumes. Mas, como sói acontecer, logo surgiram vídeos dela se masturbando - nada de mais para pessoas de bom senso, mas uma condenação no meio reacionário em que ela tentava se inserir. E nada como um dia após o outro. Este ano a candidata de Nova York, Claire Buffie, está concorrendo à faixa com uma plataforma pró-igualdade. Pois é, plataforma: lá para ser miss não basta ser bonita, tem que ter algum talento e ser articulada. É praticamente uma campanha política. E não, o discurso da moça não é jogada de marketing. Claire diz que tem uma irmã lésbica e zilhões de amigos homossexuais. Já estou torcendo por ela, apesar de não me parecer a mais gostosa do mundo. Isto é só um dos primeiros salvos da artilharia que vai pegar os homofóbicos de surpresa: o apoio dos parentes e amigos dos gays, que vai ser decisivo para se vencer essa guerra. Hahaha, não contavam com a nossa astúcia.

Quer ver outro exemplo sensacional de colaboração entre gays e héteros contra as forças da escuridão? O "reverendo" Fred Phelps, notório militante anti-gay, montou uma de suas odiosas manifestações em frente à Comic-Con, a gigantesca feira de cultura pop que está acontecendo em San Diego, na Califórnia. Aquele tipo de passeata em que malucos mal-comidos levantam placas do tipo "Deus odeia as bichas". Péssima escolha de local: os participantes do evento promoveram uma contra-passeata. Só que, ao invés de agredir os imbecis, ridicularizaram-nos ao extremo com placas geniais: "O Super-Homem Morreu pelos Nossos Pecados", "Deus Ama o Robin Gay" e "Alguém Viu Minhas Chaves?". Alguns manifestantes foram a caráter, como se vê na foto ao lado. Assista ao vídeo aqui. Mais um tiro pela culatra dos malvados!

7 comentários:

  1. Essa Carrie não virou a irmã Cley?

    ResponderExcluir
  2. Só digo uma coisa - Nerds are AWESOME.

    ResponderExcluir
  3. 50% dos nerds são gays, né?
    falo por experiência própria

    ResponderExcluir
  4. Acho que não fui o único a ficar todo umidificado pelo repórter... #vemfalarnomeumicrofone

    ResponderExcluir
  5. Foi mexer logo com quem... Comics Freaks é minha segunda tribo.

    ResponderExcluir
  6. Tony, você já assistiu o quarto episódio dessa sexta temporada de Futurama? Ele se chama Proposition Infinity e é uma tirada de sarro descarada da Prop 8, comerciais com nuvenzinhas de chuva e etc. O que está em questão aqui é, na verdade, o ROBOSEXUALISMO... Há! Pois é, o Bender, esse da foto, se apaixona por uma garota humana e vice versa, daí é aquela confusão. O episódio é bem engraçado e tem muita piadinha e pró-argumentos sobre as causas gays. Acho que você ia gostar! Enfim, parabéns pelo blog. Leio todo dia!

    ResponderExcluir
  7. Simpática a garota, gostei.

    ResponderExcluir