sexta-feira, 21 de maio de 2010

SEX AND THE BABIES

Acho que estou precisando fazer reposição hormonal. Meus níveis de gayzogênio devem estar baixíssimos, porque não estou subindo pelas paredes de vontade de assistir “Sex and the City 2”. O filme estreia semana que vem e a trilha já está vazando por aí. Tenho lido a respeito e tentado me animar, mas tudo me parece um grande infomercial para uma loja de ponta de estoque. Nem mesmo o badalado cover de “Single Ladies” por Liza Minnelli cumpre o que prometia: o começo é igualzinho ao original e o arranjo só assume ares de cabaré da metade para o fim. Aliás, “Single Ladies” já deu mais do que tinha que dar, em qualquer formato. Chega.

Talvez eu estivesse mais interessado em “SATC 2” se o filme seguisse um dos mini-roteiros de piada que o diretor John Patrick King mandou para a revista “Entertainment Weekly”. Como este abaixo, uma espécie de “Carrie Begins”:

Uma CRECHE cheia de bebês de 2 anos de idade. Num canto da sala, estão brincando BABY CARRIE, BABY CHARLOTTE, BABY MIRANDA e BABY SAMANTHA – que suga sua mamadeira com vontade.

BABY SAMANTHA

Hmmm. Hmmm. Hmmm. Hmmm.

BABY CARRIE
Já entendemos. Você gosta de leite.

BABY SAMANTHA
Desnatado, semi-desnatado, integral, com nata…

BABY CHARLOTTE

Nata? Eca!

BABY SAMANTHA
Você tem que experimentar de tudo para saber do que gosta.

Baby Carrie percebe que Baby Miranda está tristinha.

BABY CARRIE

O que foi, Miranda?

BABY MIRANDA
O tio nunca me pega no colo.

BABY CARRIE
Não é verdade. Já vi você no colo dele.

BABY MIRANDA
Foi só uma vez, porque eu tinha sujado minha fralda.

BABY SAMANTHA
Seja mais agressiva. Babe nele. Comigo sempre funciona.

BABY CHARLOTTE
Eu estou guardando minha baba para um tio que valha a pena.

BABY MIRANDA
Silêncio, olha ele aí.

UM FUNCIONÁRIO DA CRECHE se aproxima – só o vemos do joelho para baixo.

BABY CARRIE (OFF)
Olhei para o tio da creche e pensei: será que existe algum homem por quem valha a pena babar?

O funcionário coloca um MENININHO moreno ao lado de Baby Carrie. Eles trocam olhares.

BABY CARRIE (OFF)
Foi então que eu o vi pela 1a. vez… Mr. Little.

6 comentários:

  1. divido com vc essa vontade quase sem vontade... pq confesso estou com uma preguiça dessa sequência, ainda mais pelos trailers que tenho visto... sinto cheiro de bomba. bj!

    ResponderExcluir
  2. Estou pior que você. nunca vi um episódio de SATC evah!

    ResponderExcluir
  3. Que fofo, rs. Gostei dos bebês. Mas do filme nem vou ver. Só em DVD.

    ResponderExcluir
  4. Adoro a Liza! hahahaha
    A voz dela tá quite gone, né? :(

    ResponderExcluir
  5. @Daniel: Devolve a carteirinha de member do mundo gay NOW! COMOASSIM você nunca viu um episódio de SATC?!

    Ah, acho natural que o nível de empolgação não seja como foi o da época pré-SATC1. Afinal, tava todo mundo numa seca de quase 5 anos (?) e louco para ver qualquer coisa.

    Mas eu pessoalmente ainda confio no poder do John Patrick King em fazer algo interessante. E da Patricia Fields de enlouquecer com os figurinos malucos da Carrie...

    ResponderExcluir
  6. Eu sigo animado, mas cada um é cada um, e gostos nem sempre se explicam, não é? =D

    ResponderExcluir