segunda-feira, 10 de maio de 2010

NEANDERTHAL MON AMOUR

Foi um alívio saber que o Homo Sapiens e o Homo Neanderthalis andaram aprontando e tiveram hominhos. Sempre me incomodou a ideia de que os neanderthais haviam sido varridos da face da Terra por uma espécie superior. Essa teoria tem sabor racista e parece justificar qualquer tipo de perseguição – “eles são mais atrasados do que nós, portanto merecem morrer”. Parece que a coisa não foi tão simples assim, já que descobertas recentes apontam que grande parte da humanidade tem alguma porcentagem de DNA neanderthal – todo mundo menos os africanos, que ironia deliciosa. Justamente o grupo étnico mais discriminado e escravizado é o único que pode se gabar de ser 100% sapiens. Mas no frigir dos ovos isto também pode se revelar uma bobagem, porque no fundo somos todos, sem exceção, uns selvagens trogloditas.

3 comentários:

  1. Sim, essa descoberta é o máximo. Agora eu queria mesmo saber como os europeus e asiático tem essa mesma contagem de neandertais. São raças tão diferentes. Ainda acho que os asiático tem mais alguma mistura aí no meio...

    ResponderExcluir
  2. Sempre estudei que a História começou com a escrita. Toda teorização anterior, embora meritória, é extremamente difícil e não raramente derrubada.

    ResponderExcluir
  3. A História agora conta com provas: científicas e inescapáveis, como o DNA ! Adorei essa descoberta, nem sei direito o porquê, mas acho que é pela liberdade e pela miscigenação, que costumam derrubar preconceitos = ali os diferentes se atraíram e deu no que deu... :)

    ResponderExcluir