quinta-feira, 5 de novembro de 2009

THE CARREY SHOW

"I Love You Phillip Morris" é a comédia mais engraçada de toda a carreira de Jim Carrey. Mesmo assim, o filme ainda não encontrou distribuidor nos Estados Unidos (e nem no Brasil). A razão é prosaica: o personagem principal é desavergonhadamente gay. Fiquei com um pé atrás quando vi o trailer há alguns meses, mas que bom que eu estava enganado. O estilo de direção do filme, que está passando na Mostra de SP, combina perfeitamente com o da interpretação de Carrey. É frenético, over the top, ligeiramente irritante. A história seria totalmente absurda se não fosse baseada em fatos reais: um trambiqueiro de marca maior, que engana dezenas de pessoas, surrupia milhões de dólares e ama loucamente um cara que conhece na prisão. Ewan MacGregor está um tesãozinho, e no tom exato, como o delicado Phillip do título, e Rodrigo Santoro não compromete nas poucas cenas em que aparece. Mas é Carrey quem brilha, magro feito uma caveira e com um corte de cabelo que parece ter sido feito com uma cuia. Esses americanos não sabem o que estão perdendo.

6 comentários:

  1. já fiquei imaginando do Carrey fazendo as caretas e malabarismos típicos dos filmes anteriores...só que numa cena "pornogay"...nossa, minha imaginação voou longe.
    tô adorando as dicas daqui.

    ResponderExcluir
  2. obrigado pela resposta :)
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Ouvi falar que o beijo for cortado na telona e que só vai ter nos extras do DVD, vou aguardar.

    ResponderExcluir
  4. Na versão que eu vi na Mostra, não cortaram não. Tem essa cena de beijo aí na foto e tem muito mais, inclusive o Jim Carrey comendo outrocara e gozando (sem closes explícitos, claro).

    ResponderExcluir
  5. Não encontrar distribuidor seria absurdo. Nenhum dos outros filmes "temáticos" que colocaram em cartaz ouvi falar que tivesse dado prejuízo.

    ResponderExcluir
  6. também adorei o filme! e olha q como vc tinha achado o trailer esquisito.. rs só esperava que os beijos fossem às claras

    ResponderExcluir