terça-feira, 10 de novembro de 2009

BUDA-PLAST

O Rio ainda tem a fama de concentrar os melhores cirurgiões plásticos do mundo, mas Budapeste está tentando roubar essa coroa. A cidade sediou em outubro o concurso de “Miss Plástica Hungria”, onde, ao contrário de muitos certames do gênero, as participantes são obrigadas a terem entrado na faca em algum momento de suas vidas. O objetivo era chamar atenção para a crescente indústria húngara da cirurgia plástica, que oferece operações aos preços mais baixos da Europa. Claro que o evento provocou polêmica, pois as candidatas desfilaram praticamente nuas e sem jamais proferir uma única palavra. Pois eu acho isto ótimo: é sempre um alívio não ouvir uma miss discorrendo sobre a paz mundial.

Um comentário:

  1. e não é só plástica: os alemães, austríacos etc (ou seja, o povo da Europa Ocidental) vão nas cidades na fronteira da Hungria para ir no dentista, oculista etc. Mão-de-obra de qualidade comparável a preços bem mais baixos.

    e já vi a versão tupiniquim disso: em Fortaleza tem anúncios desses serviços para os turistas europeus que vem nos voos charter (italianos em especial). melhor né? um upgrade, se comparado à tradicional venda de serviços sexuais por preços mais em conta que na europa.

    ResponderExcluir